Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Banco digital C6 vai permitir transferência gratuita por SMS

Escrito por: Mateus Carvalho em 19 de agosto de 2019

Você já pensou em realizar transferência gratuita por SMS? Esse é um dos serviços que o banco digital C6 irá oferecer aos clientes. O banco começou a operar no último dia 5 e já conta com 200 mil clientes desde maio, quando ocorreu o pré-lançamento.

A intenção é dobrar o número de clientes até o final deste ano, de acordo com o sócio Luiz Marcelo Calicchio, que é um dos fundadores. A fintech foi fundada por Marcelo Kalim, ex-presidente do BTG Pactual.

C6 Bank é o mais novo banco digital do Brasil

O banco recebeu a autorização do Banco Central (BC) para operar no país em janeiro deste ano. Desde então, a instituição financeira vinha recebendo os primeiros clientes na fase chamada “beta testers”, que começou em maio.

Na época, o investimento inicial era de R$500 milhões. 

Transferência gratuita por SMS

Com o lançamento oficial do banco digital C6, foram divulgados também os serviços que serão oferecidos pela instituição financeira. Sendo a principal novidade a transferência gratuita por SMS para qualquer banco. 

Além do SMS, outro recurso disponível de mensagem será o Whatsapp. Vale ressaltar que o serviço é gratuito. Agora você deve estar se perguntando como será realizada a transferência gratuita por SMS, certo?

Para isso, será necessário informar no aplicativo do C6 o número do celular da pessoa para quem você deseja enviar o valor. É importante frisar que não será preciso digitar nenhum outro dado. 

Depois, o beneficiário recebe uma mensagem de texto com o link para resgate. Ele deverá inserir os dados da conta em que quer receber a quantia. 

Cartão, conta e transferências com milhagem

Além da transferência gratuita por SMS, o banco ainda oferece conta corrente com um cartão de crédito e transferências ilimitadas gratuitas.

Para as empresas, as transferências são gratuitas, porém limitadas a 100 por mês.

A instituição financeira ainda oferece um serviço de pagamento automático de pedágio, que é o Taggy, sem mensalidade.

“Hoje, as empresas de pedágio cobram de R$18 a R$25 por mês pelo serviço”, explica Max Gutierrez, diretor responsável pela área de produtos pessoa física.

Quem abrir a conta no banco ainda terá um programa de recompensa chamado Átomos. Ele irá permitir ganhar pontos e milhagens para compra de passagens aéreas, que poderão ser transferidos para outros programas.

Como o Smiles, Multiplus, Tudo Azul, TAP e Miles&Go.

Os clientes que realizarem compras com o cartão de crédito, débito ou pagarem boletos irão ganhar pontos. Além do plano gratuito, ainda haverá outros dois com custo de R$10 e R$20 mensais, que irão dar mais pontos.

Outro serviço que o banco irá oferecer aos clientes é um cartão especial, “Black”, que será chamado de C6 Carbon. Ele custará R$85 por mês, porém será isento para investidores com mais de R$150 mil investidos no banco digital.

“Vamos oferecer também 2,5 pontos para cada dólar gasto, uma das maiores relações de troca do mercado, e pontos que não expiram”, afirma Gutierrez.

Clientes do banco digital C6 poderão realizar investimentos

Um dos objetivos da instituição financeira é lançar até o fim do ano uma plataforma que permita aos investidores negociarem ações no Brasil e nos Estados Unidos.

É o que conta Leandro Torres, sócio responsável pela corretora, que hoje opera apenas com clientes institucionais.

“Com a queda dos juros no Brasil, vemos uma tendência de procura por diversificação e necessidade de hedge cambial, e esperamos um aumento de interesse pelo investimento no exterior.”

A corretora está desenvolvendo um aplicativo que irá permitir fechar o câmbio e comprar ações automaticamente, até determinado valor definido com o Banco Central.

Isso irá ocorrer a partir de uma parceria com uma corretora nos Estados Unidos e um banco nas Ilhas Cayman, onde o cliente terá conta para realizar as operações.

E tendo a conta no exterior, o cliente irá evitar o IOF sobre as compras com cartões e sobre a compra de moeda em cartões pré-pagos. O que iria equivaler a um custo aproximado de 7%. 

A plataforma deverá ter ainda uma orientação para pessoas físicas, com serviços digitais de educação e assessoria para clientes de menor renda. Além de consultores para os de renda mais alta, que poderão visitar os clientes.

Porém, os clientes do banco C6 têm somente a opção de aplicação em CDB do banco. Elas podem pagar de 100% a 118% do CDI (juro básico dos papéis privados do mercado). Isso em prazos de seis meses a três anos.

Mateus Carvalho

Jornalista formado pela Unicarioca. Atualmente, repórter da Folha Dirigida e produtor de conteúdo no FinanceOne. Já fui colaborador do Torcedores.com.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

dívidas
Jovens com nome sujo
Plano de saúde com coparticipação
nome sujo
Estourar o limite do cartão de crédito