Como calcular o reajuste do aluguel? Confira o passo a passo!

0
672
Mulher segurando as chaves de casa
0
(0)

Antes de entender como calcular o reajuste do aluguel, é necessário compreender que o direito do proprietário de reajustar o valor é garantido pela Lei do Inquilino (Art. 18 da Lei n. 8.245/91). Portanto, o reajuste do aluguel é previsto em contrato, sempre com base em algum índice da inflação.

Anúncios

Os índices para reajustar o aluguel, seja qual for o escolhido, devem acontecer somente uma vez ao ano (na data de aniversário de contrato), sobre o valor em reais.

O IGP-M é o índice mais utilizado para calcular o reajuste do aluguel, embora a escolha seja livre entre inquilinos e proprietários. Atualmente, o IGP-M acumula baixa de -4,46% em 2023 e de -6,86% nos últimos 12 meses.

Anúncios

Os contratos de aluguéis em andamento, que fazem aniversário no mês de julho por exemplo, terão reajuste de -6,86%. Esse é o percentual acumulado em 12 meses (junho de 2022 a junho de 2023), divulgado pela Fundação Getúlio Vargas. 

A seguir, você vai conferir mais sobre os índices de inflação, entender como calcular o reajuste de aluguel com exemplos e ter acesso a uma calculadora que vai facilitar sua vida! Vamos lá?

Como funciona o reajuste de aluguel?

O reajuste de aluguel acontece todo aniversário ou renovação do contrato do imóvel, ou seja, na data em que o contrato foi assinado. Como falamos acima, o reajuste sempre estará atrelado a um índice da inflação, como o IGP-M ou o IPCA.

Anúncios

A variação desse valor costuma ser baseada no Índice Geral de Preços – Mercado, ou IGP-M, divulgado mensalmente pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Outro indexador comum é o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, ou IPCA, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

O IPCA é o principal indicador de inflação do Brasil, utilizado inclusive para determinar a Taxa Selic.

+ Quando será a próxima reunião do Copom para definir a Selic?

Como calcular o reajuste do aluguel?

Para realizar o cálculo e reajustar o aluguel é necessário aplicar o percentual do índice previsto no contrato, que pode ser o IPCA ou o IGP-M.

Isso é feito transformando o acumulado de 12 meses do índice em números decimais, e em seguida multiplicando pelo valor atual do aluguel.

Vamos aos exemplos utilizando o índice IGP-M:

O valor do seu aluguel é R$1 mil e o índice do seu contrato é o IGP-M. O aniversário do seu contrato é no mês de fevereiro, portanto, o cálculo será assim:

  • Aluguel: R$1000
  • IGP-M: 20% (número fictício)

Baseando-se no índice de 20% do IGP-M, é preciso multiplicar esse valor pelo preço do aluguel, ficando: R$1 mil x 20% = R$1.200. Isto é, o novo valor do aluguel para os próximos 12 meses será de R$1.200. Após esse período, será calculado um novo reajuste de aluguel.

+ Confira 7 dicas práticas para renegociar aluguel

Use a Calculadora de Reajuste do Aluguel do FinanceOne

Você quer saber quanto pagará a mais pelo seu aluguel? O FinanceOne tem uma calculadora de reajuste do aluguel para ajudar você!

Para fazer o Cálculo de Reajuste de Aluguel, preencha as informações na calculadora e clique em Calcular.

O que a Calculadora de Reajuste do Aluguel faz?

  • Reajusta o aluguel pelo índice selecionado;
  • Apresenta sete índices diferentes;
  • É possível calcular conforme a periodicidade do reajuste.

+ Clique aqui para ter acesso completo a Calculadora de Reajuste do Aluguel

casas em sequência
Saiba como conseguir calcular o reajuste do aluguel

Com a alta da inflação qual índice é melhor para aluguel: IGPM ou IPCA?

Com a inflação alta, muitas pessoas ficam se perguntando qual é o melhor índice para fazer o cálculo de reajuste do aluguel. Até porque com os preços das mercadorias cada vez mais altos, fica difícil as pessoas arcarem com algumas despesas, como o aluguel.

É preciso lembrar que o IGP-M é influenciado pelos preços para o setor produtivo.

Sendo assim, o preço do dólar e das commodities dita o ritmo do custo de moradia de quem é o inquilino.

“Nem o IGP-M e nem o IPCA são índices ideais para reajustar contratos de aluguel. O IGP-M mede a inflação ‘na porta da fábrica’, e o IPCA mede o custo de vida. Nenhum dos dois tem ligação forte com mercado imobiliário, o qual é influenciado por outros fatores”, observa Braz, da FGV.

Apesar de não existir um índice específico para os aluguéis, o IPCA acaba entrando sendo a melhor alternativa no consenso. Isso porque esse índice não sofre tanto o efeito do dólar e, consequentemente, os preços praticados no mercado internacional.

Este artigo foi útil para você? Então compartilhe com outras pessoas para que elas saibam como calcular o valor do aluguel.

*Colaboração: Camila Miranda

O que achou disso?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui