Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Como fugir do preço dinâmico na internet?

Escrito por: Rafael Massadar em 18 de outubro de 2019

Talvez você tenha sido vítima do preço dinâmico e nem sabe. Já percebeu que o produto tinha um preço na primeira pesquisa na internet e na próxima, outro valor apareceu?

Isso é uma estratégia que o varejista estabelece. Ela leva em consideração as informações do seu comportamento no meio virtual e de concorrentes.

Adeus, consumismo: dicas para fazer compras em brechó
Sites podem apresentar preços dinâmicos: fique atento!

Assim, ele pode alterar os preços instante a instante, o que permite alavancar o lucro.

Para se ter ideia, os preços podem variar até 20% de um dia para o outro, quando o consumidor faz a consulta em um mesmo site. Os dados são da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste).

No entanto, a partir de agora, a intenção é que você fique mais atento. Principalmente com as compras do Black Friday e Natal.

Pesquisa nos EUA

Informações mais alarmantes também foram divulgadas pela Universidade NorthEastern, em Boston.

Seus pesquisadores analisaram os resultados de uma pesquisa feita com 300 pessoas que visitaram 16 varejistas online. Além de sites de agências de viagens.

Em nove desses sites, eles descobriram que os clientes encontraram preços ou resultados diferentes para as mesmas pesquisas.

Em cerca de 5% dos resultados de pesquisa, uma agência de viagens, exibiu quartos de hotel com valores de $15 mais caros se o cliente estivesse usando um iPhone ou iPad enquanto navegava, segundo o estudo.

O que é preço dinâmico?

Preço dinâmico nada mais é do que a precificação automática de produtos ou serviços. A técnica promove variações para cima ou para baixo conforme atributos como:

> Demanda;
> Estoque;
> Concorrência.

Tudo isso é verificado por algoritmos quando você realiza pesquisas por produtos na internet. Essas buscas ficam armazenadas nos cookies mantidos por seu navegador.

Assim, muitas lojas virtuais usam as informações mantidas nesses arquivos para descobrir no que você está interessado.

Com isso, elas conseguem oferecer o produto específico ou algo semelhante. Esses algoritmos de precificação estabelecem seus processos de acordo com a demanda do cliente, de forma a ajustar o preço.

Não é uma coincidência que, depois de uma busca na internet, você começa a receber propagandas daquele produto em redes sociais ou por e-mail.

Como explicou o coordenador do MBA em Marketing Digital da FGV, André Miceli.

Como fugir desta estratégia?

Uma estratégia para fugir do preço dinâmico é pesquisar em diferentes dispositivos. A regra é: onde encontrar mais barato, compre.

Caso você não tenha diferentes dispositivos para pesquisar, o “truque” deve ser usar a janela anônima do seu navegador.

Lembre-se de não estar “logado” em nada (e-mail ou redes sociais, por exemplo).

Isso porque pode dificultar um pouco a maneira de você ser identificado. Afinal, a ferramenta não vai encontrar facilmente o seu e-mail e as suas buscas antigas.

Você também pode alterar o IP do computador. O IP é a identificação da sua máquina, que mostra em que lugar do mundo você está.

A depender do país em que estiver, o preço pode ser diferente.

Então mudar essa configuração e colocar que está em outro país ou outro local também pode te ajudar a economizar nas compras online.

Rafael Massadar

Jornalista com experiência em redação com pós-graduação em Comunicação Empresarial e Transmídia. Atualmente trabalho como assessor de imprensa.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

melhores-fintechs-brasileiras
Nubank lança cartão de débito - Cartão de débito Nubank
dívidas
organizar-as-finanças-depois-das-férias
taxa-de-administração-do-consórcio