Mais
    InícioNotíciasFinanças PessoaisConta poupança: saiba o que é, como funciona e quanto rende

    Conta poupança: saiba o que é, como funciona e quanto rende

    4.5
    (12)

    O mais tradicional e famoso investimento, a conta poupança, continua sendo a queridinha entre os brasileiros quando o assunto é poupar dinheiro.

    De acordo com a pesquisa “Raio-X do Investidor Brasileiro”, da Associação Nacional das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), a poupança ainda é a preferência nacional no quesito investimento. Ao todo, 29% dos brasileiros preferem deixar deu dinheiro nessa aplicação.

    Ela foi criada no século XIX com a finalidade de ser uma espécie de cofre que renderia juros anualmente.

    Sem perder suas principais características durante os anos, a conta poupança é isenta de impostos e taxas administrativas, sendo a maneira mais simples de se juntar dinheiro. Ela também tem a vantagem de ter as mesmas características em todos os bancos.

    Entre as principais vantagens da conta poupança, é possível listar:

    • o valor depositado pode ser sacado a qualquer momento;
    • ausência total de taxas de administração;
    • isenção no Imposto de Renda (IR) e Imposto sobre movimentações financeiras (IOF);
    • pouco risco no investimento;
    • caso o banco entre em falência, contas com até R$60 mil são ressarcidas integralmente.

    Além destes, a conta poupança oferece serviços gratuitos como acompanhamento online, dois saques por mês (no banco ou em caixa eletrônico), transferências, extratos de movimentação mensal e extrato detalhado anualmente.

    Como funciona a conta poupança?

    Para quem está começando a guardar dinheiro e ainda se sente inseguro com maiores investimentos, esta é a melhor alternativa quando se compara segurança x rendimento. Ela funciona da seguinte maneira:

    – Abrir conta poupança: é necessário apresentar documento de identidade, CPF e comprovante de residência, não sendo preciso comprovar renda ou pagar taxa de abertura.

    – Depósito: você faz um depósito no banco e, um mês após a data, o dinheiro irá render de acordo com a porcentagem e taxas.

    – Banco: não faz diferença porque irá render da mesma forma, os valores são iguais para todos os bancos.

    – Aniversário: o ideal é que os depósitos sejam feitos todos os meses na mesma data. A data de aniversário é, basicamente, o número de dias que seu depósito irá render e você conseguirá sacar com o reajuste.

    + Qual impacto da Selic na poupança e investimento de renda fixa?

    Rendimento da conta poupança

    A caderneta de poupança está atrelada à taxa referencial (TR) e à taxa básica de juros (Selic). A primeira é a média da rentabilidade oferecida pelo banco, que tem intervém diretamente no quanto irá render a caderneta.

    Já a taxa Selic é utilizada para controlar a inflação e gerar circulação de dinheiro no país e quanto mais alta, melhor.

    Em 2012, o governo alterou as regras fazendo com que o rendimento da conta poupança fosse de acordo com a taxa Selic somada à taxa referencial.

    Para facilitar o cálculo, o FinanceOne criou a Calculadora de Rendimento da Poupança, onde é possível ficar ciente do rendimento.

    conta poupança
    Poupança é o investimento preferido dos brasileiros pelo baixo risco e isenção de taxas

    A caderneta possui outra regra: se a Selic ficar igual ou menor que 8,5% ao ano, a poupança irá render 70% da taxa vigente no período mais a TR. Quando a Selic for maior que 8,5% ao ano, o rendimento é igual ao anterior: 0,5% ao mês + TR.

    Com base nesse cenário, o rendimento da poupança hoje é de 6,16%, ao ano, ou 0,5% ao mês. Dessa maneira, se você depositar R$10.000,00 na poupança hoje, terá R$10.616,00 daqui a um ano.

    Vale a pena investir na poupança?

    Antes de definir se a poupança vale a pena ou não, é essencial avaliar quais os objetivos e o nível de conhecimento do investidor.

    Apesar do rendimento baixo e pouco vantajoso, o produto financeiro pode ser interessante para quem fará a primeira aplicação e pretende, principalmente, guardar dinheiro de maneira segura e ter a possibilidade de resgatá-lo a qualquer momento.

    Aliado a isso, a maior facilidade da poupança é poder retirar em qualquer loteria do país ou utilizar o cartão de débito quando for necessário.

    Para investidores iniciantes também é uma boa escolha, mas, por ter baixíssimo risco, os rendimentos não são muito atraentes.

    A Renda Fixa, por exemplo, apresenta ótimas soluções e maiores lucros. Cabe ao investidor, portanto, identificar o tipo de investimento que se encaixa ao seu perfil, melhores taxas e rendimentos. Além disso, identificar e observar os riscos.

    + Qual será o rendimento da poupança em 2022?
    + Conta corrente ou poupança: entenda quais são as diferenças

    Como abrir conta poupança?

    Qualquer pessoa pode abrir uma conta poupança, mesmo com restrição no CPF. Se for abrir uma poupança em uma agência bancária, o ideal é levar um documento de identidade, CPF e comprovante de residência emitido há no máximo 60 dias.

    Após a solicitação, só será preciso assinar o contrato de abertura da conta poupança e aguardar o cartão físico chegar no endereço cadastrado.

    Outra forma de abrir uma conta poupança é pela internet, acessando os canais do banco pelo computador ou celular.

    Normalmente, para a abertura da conta poupança online são solicitados os seguintes documentos: RG, CPF e comprovante de residência.

    Como escolher o banco ideal para abrir a poupança

    Como já foi dito, os bancos possuem basicamente os mesmos serviços quando o assunto é conta poupança.

    Não existem taxas, cobrança de imposto de renda e IOF – Imposto sobre movimentações financeiras. Outro ponto é que a rentabilidade é igual em qualquer banco.

    Mas, ainda assim, há certas diferenças entre eles. Veja algumas:

    • Bradesco: oferece a possibilidade de ter uma conta poupança junto da conta corrente, sem exigência de taxa para abertura de ambas.
    • Itaú: criou a Poupança Multidata que possibilita depósito em datas alternadas, ou seja, mais de um dia de aniversário. A “desvantagem” é a obrigatoriedade de R$50 para abertura da conta.
    • Santander: dá desconto em tarifas na conta corrente de quem possui poupança. Também é possível agendar a transferência, o que facilita não perder a data de aniversário da conta. Não é necessário depósito inicial.
    • Caixa Econômica Federal: é possível abrir a conta em qualquer agência do banco e em lotéricas, além de permitir saques também nestes dois locais. Não é cobrada taxa de abertura.
    • Banco do Brasil: apesar de não solicitar taxa de abertura, pede ao novo correntista depósito para que a conta seja oficializada.

    O ideal é que o correntista escolha com cuidado o banco para abrir a conta poupança. Avaliar itens como distância da moradia, atendimento e até mesmo a possibilidade de resolver questões pela internet, telefone ou aplicativos.

    A comodidade e agilidade são itens que devem ser sempre levados em consideração no momento desta escolha. Afinal de contas, o serviço deve ser útil para você.

    Achou o nosso texto bom? Então que tal continuar a visita em nosso site? Leia agora mesmo “Conta corrente ou poupança: vantagens e desvantagens”.

    O que achou disso?

    Média da classificação 4.5 / 5. Número de votos: 12

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Redação
    Redação
    O FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde 2003, publicamos conteúdos que buscam traduzir desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa. Nossa missão é mostrar que qualquer pessoa pode ter controle financeiro e fazer as escolhas certas. Assim como ter no dinheiro um aliado para viver bem e conquistar seus sonhos.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    1 COMENTÁRIO

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasFinanças PessoaisConta poupança: saiba o que é, como funciona e quanto rende

    Conta poupança: saiba o que é, como funciona e quanto rende

    4.5
    (12)

    O mais tradicional e famoso investimento, a conta poupança, continua sendo a queridinha entre os brasileiros quando o assunto é poupar dinheiro.

    De acordo com a pesquisa “Raio-X do Investidor Brasileiro”, da Associação Nacional das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), a poupança ainda é a preferência nacional no quesito investimento. Ao todo, 29% dos brasileiros preferem deixar deu dinheiro nessa aplicação.

    Ela foi criada no século XIX com a finalidade de ser uma espécie de cofre que renderia juros anualmente.

    Sem perder suas principais características durante os anos, a conta poupança é isenta de impostos e taxas administrativas, sendo a maneira mais simples de se juntar dinheiro. Ela também tem a vantagem de ter as mesmas características em todos os bancos.

    Entre as principais vantagens da conta poupança, é possível listar:

    • o valor depositado pode ser sacado a qualquer momento;
    • ausência total de taxas de administração;
    • isenção no Imposto de Renda (IR) e Imposto sobre movimentações financeiras (IOF);
    • pouco risco no investimento;
    • caso o banco entre em falência, contas com até R$60 mil são ressarcidas integralmente.

    Além destes, a conta poupança oferece serviços gratuitos como acompanhamento online, dois saques por mês (no banco ou em caixa eletrônico), transferências, extratos de movimentação mensal e extrato detalhado anualmente.

    Como funciona a conta poupança?

    Para quem está começando a guardar dinheiro e ainda se sente inseguro com maiores investimentos, esta é a melhor alternativa quando se compara segurança x rendimento. Ela funciona da seguinte maneira:

    – Abrir conta poupança: é necessário apresentar documento de identidade, CPF e comprovante de residência, não sendo preciso comprovar renda ou pagar taxa de abertura.

    – Depósito: você faz um depósito no banco e, um mês após a data, o dinheiro irá render de acordo com a porcentagem e taxas.

    – Banco: não faz diferença porque irá render da mesma forma, os valores são iguais para todos os bancos.

    – Aniversário: o ideal é que os depósitos sejam feitos todos os meses na mesma data. A data de aniversário é, basicamente, o número de dias que seu depósito irá render e você conseguirá sacar com o reajuste.

    + Qual impacto da Selic na poupança e investimento de renda fixa?

    Rendimento da conta poupança

    A caderneta de poupança está atrelada à taxa referencial (TR) e à taxa básica de juros (Selic). A primeira é a média da rentabilidade oferecida pelo banco, que tem intervém diretamente no quanto irá render a caderneta.

    Já a taxa Selic é utilizada para controlar a inflação e gerar circulação de dinheiro no país e quanto mais alta, melhor.

    Em 2012, o governo alterou as regras fazendo com que o rendimento da conta poupança fosse de acordo com a taxa Selic somada à taxa referencial.

    Para facilitar o cálculo, o FinanceOne criou a Calculadora de Rendimento da Poupança, onde é possível ficar ciente do rendimento.

    conta poupança
    Poupança é o investimento preferido dos brasileiros pelo baixo risco e isenção de taxas

    A caderneta possui outra regra: se a Selic ficar igual ou menor que 8,5% ao ano, a poupança irá render 70% da taxa vigente no período mais a TR. Quando a Selic for maior que 8,5% ao ano, o rendimento é igual ao anterior: 0,5% ao mês + TR.

    Com base nesse cenário, o rendimento da poupança hoje é de 6,16%, ao ano, ou 0,5% ao mês. Dessa maneira, se você depositar R$10.000,00 na poupança hoje, terá R$10.616,00 daqui a um ano.

    Vale a pena investir na poupança?

    Antes de definir se a poupança vale a pena ou não, é essencial avaliar quais os objetivos e o nível de conhecimento do investidor.

    Apesar do rendimento baixo e pouco vantajoso, o produto financeiro pode ser interessante para quem fará a primeira aplicação e pretende, principalmente, guardar dinheiro de maneira segura e ter a possibilidade de resgatá-lo a qualquer momento.

    Aliado a isso, a maior facilidade da poupança é poder retirar em qualquer loteria do país ou utilizar o cartão de débito quando for necessário.

    Para investidores iniciantes também é uma boa escolha, mas, por ter baixíssimo risco, os rendimentos não são muito atraentes.

    A Renda Fixa, por exemplo, apresenta ótimas soluções e maiores lucros. Cabe ao investidor, portanto, identificar o tipo de investimento que se encaixa ao seu perfil, melhores taxas e rendimentos. Além disso, identificar e observar os riscos.

    + Qual será o rendimento da poupança em 2022?
    + Conta corrente ou poupança: entenda quais são as diferenças

    Como abrir conta poupança?

    Qualquer pessoa pode abrir uma conta poupança, mesmo com restrição no CPF. Se for abrir uma poupança em uma agência bancária, o ideal é levar um documento de identidade, CPF e comprovante de residência emitido há no máximo 60 dias.

    Após a solicitação, só será preciso assinar o contrato de abertura da conta poupança e aguardar o cartão físico chegar no endereço cadastrado.

    Outra forma de abrir uma conta poupança é pela internet, acessando os canais do banco pelo computador ou celular.

    Normalmente, para a abertura da conta poupança online são solicitados os seguintes documentos: RG, CPF e comprovante de residência.

    Como escolher o banco ideal para abrir a poupança

    Como já foi dito, os bancos possuem basicamente os mesmos serviços quando o assunto é conta poupança.

    Não existem taxas, cobrança de imposto de renda e IOF – Imposto sobre movimentações financeiras. Outro ponto é que a rentabilidade é igual em qualquer banco.

    Mas, ainda assim, há certas diferenças entre eles. Veja algumas:

    • Bradesco: oferece a possibilidade de ter uma conta poupança junto da conta corrente, sem exigência de taxa para abertura de ambas.
    • Itaú: criou a Poupança Multidata que possibilita depósito em datas alternadas, ou seja, mais de um dia de aniversário. A “desvantagem” é a obrigatoriedade de R$50 para abertura da conta.
    • Santander: dá desconto em tarifas na conta corrente de quem possui poupança. Também é possível agendar a transferência, o que facilita não perder a data de aniversário da conta. Não é necessário depósito inicial.
    • Caixa Econômica Federal: é possível abrir a conta em qualquer agência do banco e em lotéricas, além de permitir saques também nestes dois locais. Não é cobrada taxa de abertura.
    • Banco do Brasil: apesar de não solicitar taxa de abertura, pede ao novo correntista depósito para que a conta seja oficializada.

    O ideal é que o correntista escolha com cuidado o banco para abrir a conta poupança. Avaliar itens como distância da moradia, atendimento e até mesmo a possibilidade de resolver questões pela internet, telefone ou aplicativos.

    A comodidade e agilidade são itens que devem ser sempre levados em consideração no momento desta escolha. Afinal de contas, o serviço deve ser útil para você.

    Achou o nosso texto bom? Então que tal continuar a visita em nosso site? Leia agora mesmo “Conta corrente ou poupança: vantagens e desvantagens”.

    O que achou disso?

    Média da classificação 4.5 / 5. Número de votos: 12

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?