InícioNotíciasFinanças PessoaisConheça o 'golpe da vacina' que pode clonar cartões

Conheça o ‘golpe da vacina’ que pode clonar cartões

0
(0)

Uma professora de Fortaleza (CE) teve seu cartão de crédito clonado após sofrer ‘golpe da vacina’ via WhatsApp. Ela recebeu mensagens de estelionatários que afirmavam ser do Ministério da Saúde e precisavam de dados da professora para a vacinação contra a Covid-19.

O agendamento, porém, é falso. O Ministério da Saúde também não entra em contato com a população através do WhatsApp. A pasta, inclusive, se pronunciou sobre o fato, emitindo o seguinte comunicado:

“O Ministério da Saúde esclarece que não realiza agendamento para aplicação de nenhum tipo de vacina, e nem envia códigos para celular dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS)”, diz o comunicado. “Caso receba solicitação de cadastro, não forneça seus dados e denuncie às autoridades competentes.”

Contudo, esse não é o único golpe que vem sendo aplicado. Outra possibilidade seria uma mensagem de texto com um link ou código para esse falso cadastro, que pode levar à clonagem do WhatsApp do usuário.

Se a vítima comunicar o número, será possível clonar o WhatsApp da mesma e, assim, ter acesso a todos os seus contatos. Os criminosos aproveitam disso para pedir dinheiro aos amigos da vítima.

Golpe da vacina não é o primeiro no Brasil

O golpe da vacina é a novidade do momento. Contudo, não é o primeiro. O Brasil lidera o ranking mundial de fraudes com cartão de crédito.

De acordo com o Relatório Anual 2020 de Atividade Criminosa On-line no Brasil, elaborado pela empresa de cibersegurança Axur, o País acumulou 45% do total de casos registrados no mundo no último ano.

O grande número de consumidores usando a internet para comprar e fazer transações financeiras, a falta de malícia do brasileiro e as leis fracas para inibir os crimes virtuais contribuem para o crescimento desse tipo de golpe.

Ou seja, das 10 instituições com maiores números de vazamento, sete são nacionais.

+ Veja os golpes com cartão de crédito mais comuns

Como evitar fraudes no cartão de crédito

O uso do cartão de crédito foi potencializado durante a pandemia. De acordo com dados recentes da Associação Brasileira de Internet (Abranet), 73% dos brasileiros entrevistados começaram a usar ou intensificaram o uso de formas de pagamento digitais no último ano.

No entanto, mais do que a recorrente preocupação com dívidas, atrasos e inadimplência no pagamento de cartões é fundamental observar com cuidado os principais golpes ligados ao uso do cartão e como se proteger deles, como é o caso do golpe da vacina.

imagem de um cartão de crédito
Golpe da Vacina tentam roubar dados e clonar cartão de crédito

1 – Nunca compartilhar dados

As compras com cartão via internet não precisam de senha, bastando os dados do cartão e código CVV que fica no verso. Portanto, mandar fotos do cartão para alguém ou copiar as informações a terceiros pode ser um grande risco para a segurança das suas finanças.

Por isso, desconfie de qualquer pessoa ou empresa que peça os dados do cartão por apps de mensagens ou e-mail. A única maneira segura de fazer compras online é dentro de um ambiente criptografado da loja virtual.

2 – Desconfie de qualquer contato

O principal motivo pelo qual criminosos e estelionatários têm sucesso em aplicar fraudes no cartão de crédito é a facilidade com a qual obtêm informações sobre a pessoa que está sofrendo o golpe.

Os golpistas podem se passar por atendentes de banco ou mesmo por centrais de segurança, entrando em contato com você para lhe informar que houve algum problema em sua conta bancária ou mesmo que é necessário validar novamente seus dados.

Antes de responder a qualquer contato deste tipo, tente identificar o nome do suposto funcionário da central e opte por entrar em contato com a empresa diretamente, buscando e-mail ou telefone para contato no site oficial da empresa.

Não se esqueça também de questionar se realmente há alguma necessidade de confirmação de dados ou se está ocorrendo qualquer problema em sua conta bancária.

3 – Cuidado com ofertas relâmpago

Outro golpe muito frequente na internet são as ofertas com preço muito atrativo em redes sociais ou anúncios desconhecidos. Ao clicar nesses anúncios e inserir seus dados, os golpistas roubam as informações e podem fazer uma fraude no cartão de crédito.

Para identificar se uma oferta é verdadeira, compare os preços em lojas semelhantes e sempre procure comprar no aplicativo oficial ou no próprio site da loja.

4 – Prefira o uso do cartão virtual

Uma das formas mais seguras de comprar pela internet é usando o cartão virtual. Na maioria das instituições, o cartão virtual tem uma numeração temporária.

Ou seja, ao gerar um cartão no app do banco, o titular tem um tempo para usá-lo com aquela configuração.

Ao acessar novamente, serão apresentados novos números, aumentando a segurança ao realizar compras online e reduzindo as chances de fraudes, clonagens e golpes.

4 – Use sua rede privada de conexão

Ainda que a disponibilização de redes Wi-Fi públicas e de outros estabelecimentos seja um facilitador, é muito importante saber que, apesar disso, você corre riscos ao utilizar uma rede aberta.

Isso acontece porque, uma vez que a troca de dados é pública, e ao realizar alguma compra utilizando esse tipo de rede, seus dados também podem ser publicizados, incluindo dados de seu cartão de crédito.

5 – Tenha controle dos gastos

Uma das formas de evitar golpes como o golpe da vacina e impedir fraudes em compras é ter controle dos gastos. Manter o hábito de consultar a fatura, favorece o reporte imediato se algo incorreto ou alguma compra não reconhecida aparecer na fatura.

Além disso, ao estipular um valor a ser gasto no mês, isso inibe qualquer desvio de dinheiro que não foi programado.

Gostou do nosso texto? Acha que ele pode ajudar alguém? Então compartilhe em suas redes sociais e ajude mais pessoas a se livrarem desses golpes.

O que achou disso?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Assine nossa newsletter!

Páginas Populares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui