Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Quais melhores investimentos para 2020? Especialista responde!

Escrito por: Rafael Massadar em 14 de janeiro de 2020

O início de 2020 está marcado por um forte otimismo em relação ao mercado financeiro e aos investimentos. Principalmente com a expectativa da aprovação de mais reformas, redução do desemprego e destravamento do investimento.

Somado a isso, a tendência é de consolidação de uma política econômica voltada para a responsabilidade fiscal. A abertura e aumento da competitividade nacional também animam o mercado.

Nesse sentido, os primeiros Boletins Focus do ano apontam para um crescimento do produto nacional de 2,5%, com uma inflação controlada em torno de 3,7%.

mercado financeiro
O ano começa com expectativas ainda maiores em relação ao ano passado

Muitas estimativas, contudo, não se concretizaram até o final de 2019. Uma das maiores frustrações decorreu do desempenho do Produto Interno Bruto (PIB).

Ele fechou o ano em 1,17%, segundo o último boletim Focus do ano, em linha com o observado em 2017 e 2018.

Prova disso é que a Bolsa de Valores brasileira (B3) iniciou o ano em 91 mil pontos. Para se ter ideia, era projetada em 150 mil pontos conforme alguns analistas do mercado.

Por outro lado, o Copom viu espaço para cortes sucessivos na Selic, jogando-a para 4,5% em dezembro. Ponto positivo para estimativa da inflação, que fechou o ano em torno de 4%.

Especialista classifica 2020 como ano para investimentos voláteis

Para o sócio-fundador da Allez Invest, Renan Hamilko, 2020 será marcado pelo ano em que o investidor sai da inércia e entra em investimentos mais voláteis. Que podem garantir uma rentabilidade melhor.

O que já foi visto em 2019 com os recordes da Bolsa. Assim, com o juro real abaixo de 1% ao ano, sair da inércia virou regra para conseguir retornos melhores.

Ainda segundo o executivo, diversos países desenvolvidos já passaram por isso nas últimas décadas e a forma como o dinheiro é investido mudou totalmente.

Porém, Hamilko lembra que com esse cenário, é preciso reavaliar a carteira de investimentos e buscar mais riscos. “Mas lembre-se: sempre respeite o seu perfil de investidor”, diz o sócio-fundador da Allez Invest.

Onde investir e ter boa rentabilidade em 2020?

Onde apostar no mercado financeiro em 2020? Essa é a resposta que todos querem saber. No entanto, lembre-se que o ano de 2019, sem dúvidas, teve momentos que resultaram em ótimas oportunidades.

Portanto, aqueles que souberam aproveitar o mercado de renda variável fecharam o ano com resultados interessantes.

Mas, 2020 também promete! Por isso, listamos os cinco melhores investimentos para ficar no seu radar.

1 – LCI / LCA

A LCI (Letra de Crédito Imobiliária) e a LCA (Letra de Crédito do Agronegócio) são aplicações de renda fixa muito parecidas com um Certificado de Depósito Bancário (CDB).

A grande diferença é que elas são isentas de impostos, como o Imposto de Renda (IR). Com isso, os rendimentos vêm diretamente para o seu bolso, sem desconto de IR.

Entretanto, a taxa de rentabilidade dessas aplicações tende a ser menor. Ter uma parte dos seus investimentos em Renda Fixa é uma ótima para equilibrar sua carteira de investimentos.

2 – Debêntures

As debêntures são títulos de renda fixa emitidas por empresas privadas, que podem ser uma ótima opção para investir.

Elas normalmente são ofertadas para o pagamento de algum tipo de dívida ou para o financiamento de determinados projetos.

Uma grande vantagem desse investimento é a sua rentabilidade, que pode ser bastante atrativa.

Porém, ao mesmo tempo, são indicadas para quem possui uma maior tolerância a riscos, já que não têm garantia do Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

3 – Fundos Imobiliários

Uma opção de renda variável interessante no mercado financeiro é o fundo imobiliário, também chamado de FII.

Os FIIs são fundos como qualquer outro, porém, no setor imobiliário. Eles se dividem basicamente em duas classes: o Tijolo e o Papel.

No fundo de tijolo, o rendimento ao cotista ocorre através do recebimento mensal dos aluguéis de seus empreendimentos. Além do possível ganho com a diferença entre o valor de compra e venda dos ativos.

No caso do papel, o lucro é proveniente dos juros. Os dividendos recebidos pelo fundo também são distribuídos entre os investidores.

4 – Ações

Outra opção de renda variável são as ações. Diferente do que acontece na renda fixa, no momento da aplicação, você não sabe qual será a rentabilidade.

O ano de 2019 foi recorde atrás de recorde para esse investimento com altas históricas em diversas bolsas ao redor do mundo, principalmente a brasileira.

5 – Criptomoedas

O Bitcoin é muito mais arriscado que uma ação. No entanto, também vem se provando no longo prazo ter um ótimo retorno sobre o investimento no mercado financeiro.

Portanto, alocar de 1% a 5% do seu portfólio no Bitcoin e em outras criptomoedas para este ano, talvez faça total sentido para sua carteira de investimento.

Para comprar Bitcoin e outras criptomoedas com segurança, você pode baixar e usar o aplicativo confiável no seu celular.

Um deles é o da Foxbit. Ela é uma das maiores corretoras da América do Sul e já está a cinco anos no mercado.

Rafael Massadar

Jornalista com experiência em redação com pós-graduação em Comunicação Empresarial e Transmídia. Atualmente trabalho como assessor de imprensa.

Deixe uma resposta

Posts relacionados

Como investir no Tesouro Direto: tutorial e dicas
queda da bolsa
como enviar a declaração do IRPF pelo celular
render seu dinheiro
3 investimentos que prometem boa rentabilidade em 2019