Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioCriptomoedaO que é DApp? Entenda como utilizar os aplicativos descentralizados

    O que é DApp? Entenda como utilizar os aplicativos descentralizados

    0
    (0)

    Você já ouviu falar em DApp? Não, não estamos falando daquela doença que dá em cachorros, estamos falando de aplicativos descentralizados. 

    Publicidade

    Talvez você não conheça o termo, mas pode ser até que já tenha se deparado com uma ferramenta desse tipo sem saber. É o caso do jogo CryptoKitties, por exemplo.

    Embora esses aplicativos ainda não tenham tanta popularidade quanto os apps convencionais, eles são promissores e poderão estar no smartphone antes do que imagina

    Quer saber mais? Então continue lendo o artigo!

    O que é DApp?

    Como mencionado, DApps são  aplicativos descentralizados. Isso significa que eles não têm uma entidade central que gerencia as informações. 

    Acontece que aplicativos “normais”, como Gmail, Uber, WhatsApp, Youtube estão todos sob o gerenciamento de uma central.

    Publicidade

    Ao contrário disso, um DApp utiliza a tecnologia blockchain de modo manter os dados dos usuários fora do domínio de organizações.

    Esse tipo de funcionamento te lembra algo? Isso mesmo, é como acontece também com as criptomoedas, que são descentralizadas, sem uma regulamentação específica.

    Os apps descentralizados são criados e colocados à disposição também em lojas de aplicativos descentralizadas. Inclusive,  qualquer usuário pode construir suas aplicações e publicá-las nessas plataformas.

    A principal dessas plataformas onde estão os DApps atualmente é a Ethereum, inventora dessa nova tecnologia. Ela conecta usuários e provedores diretamente, sem um intermediário.

    Os registros de dados desses aplicativos são armazenados em um banco de dados público (o blockchain). Antes de qualquer alteração, deve haver o consenso da maioria dos usuários da rede.

    Publicidade

    Como utilizar um aplicativo descentralizado?

    Um jeito de localizar os DApps é por meio da plataforma DApp Radar, onde é possível fazer uma busca e até mesmo filtrar por categorias. 

    Como mencionado, a maioria dos aplicativos descentralizados é hospedado pelo Ethereum. Portanto, em alguns casos para obter o aplicativo é preciso uma carteira de criptomoedas com Ethereum. 

    Como é o caso do jogo CryptoKitties, que é comprado com a cripto após um cadastro no site, por exemplo. Assim funcionam a maioria deles, mesmo os gratuitos requerem um cadastro e, se for no celular, o download.

    Tela do jogo CryptoKitties
    CryptoKitties é um jogo DApp

    O que difere um aplicativo descentralizado de um app convencional?

    Além da descentralização propriamente, outra diferença é que um DApp é mais “poderoso” que um aplicativo comum. Além disso, oferecem mais flexibilidade e até mesmo mais segurança. 

    Outro ponto de diferença, que é uma das grandes vantagens, são as taxas mais baratas, isso quando não são ausentes de taxas. 

    Publicidade

    Mas vale frisar que só será considerado um DApp, aqueles que operam de forma autônoma, sem controle de nenhuma entidade central. 

    Para que serve um DApp?

    Assim como um aplicativo convencional, um DApp pode ter vários objetivos e funcionalidades. Eles podem ser:

    • redes sociais
    • jogos
    • ferramentas
    • calculadoras
    • plataformas de entretenimento etc

    Hoje, muitos dos apps descentralizados são ferramentas de acesso a serviços financeiros também descentralizados ou DeFi . Esta última função é bastante difundida, tanto que o white paper da rede Ethereum categorizou os Dapps em “financeiros”, “semi-financeiros” e “outros”.

    Exemplos

    Confira alguns exemplos de DApps:

    • Ujo Music, um streaming de música – focado em propriedade intelectual e distribuição justa dos royalties
    • CryptoKitties, podemos dizer que são a evolução do Tamagoshi ou a versão do Pou na blockchain, é um jogo (mas dá para ganhar dinheiro)
    • Steemit, uma rede social em blockchain voltada para para blogueiros
    • MakerDAO, uma plataforma de emissão de stablecoins

    E não pense que por estar relacionados a blockchain e essa nova tecnologia são apps com usabilidade muito diferente daqueles que já usamos. Na verdade, eles podem ser usados como qualquer outro app, tanto em computadores quanto celulares etc.

    Mas se é mais seguro e existem tantas opções…

    Por que ainda não estão todos utilizando DApps?

    Mesmo com as vantagens da blockchain, existem obstáculos para uma adesão em massa dos DApps. 

    A própria criação desses aplicativos é um desafio, porque os desenvolvedores precisam enfrentar processos complexos, tanto de armazenamento de informações quanto de manutenção e depuração.

    Somado a isso, ainda existem poucos usuários de tokens e navegadores baseados em blockchain. Então o tamanho do público que esses softwares atraem ainda não é suficiente para um sucesso maior. 

    Mas isso não quer dizer que a realidade não vá mudar no futuro. Na verdade, já existem pesquisas indicando uma expansão dos aplicativos descentralizados.

    Foi o caso de um relatório recente da Juniper Research, empresa britânica de inteligência de mercado. Para os pesquisadores, os DApps que lidam com verificação de identidade ou rastreamento da proveniência de produtos são os mais promissores.

    Gostou do conteúdo? Então compartilhe com seus amigos e deixe um comentário!

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Tamires Silva
    Tamires Silva
    Jornalista e Redatora do FinanceOne, onde suas finanças começam.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioCriptomoedaO que é DApp? Entenda como utilizar os aplicativos descentralizados

    O que é DApp? Entenda como utilizar os aplicativos descentralizados

    0
    (0)

    Você já ouviu falar em DApp? Não, não estamos falando daquela doença que dá em cachorros, estamos falando de aplicativos descentralizados. 

    Publicidade

    Talvez você não conheça o termo, mas pode ser até que já tenha se deparado com uma ferramenta desse tipo sem saber. É o caso do jogo CryptoKitties, por exemplo.

    Embora esses aplicativos ainda não tenham tanta popularidade quanto os apps convencionais, eles são promissores e poderão estar no smartphone antes do que imagina

    Quer saber mais? Então continue lendo o artigo!

    O que é DApp?

    Como mencionado, DApps são  aplicativos descentralizados. Isso significa que eles não têm uma entidade central que gerencia as informações. 

    Acontece que aplicativos “normais”, como Gmail, Uber, WhatsApp, Youtube estão todos sob o gerenciamento de uma central.

    Publicidade

    Ao contrário disso, um DApp utiliza a tecnologia blockchain de modo manter os dados dos usuários fora do domínio de organizações.

    Esse tipo de funcionamento te lembra algo? Isso mesmo, é como acontece também com as criptomoedas, que são descentralizadas, sem uma regulamentação específica.

    Os apps descentralizados são criados e colocados à disposição também em lojas de aplicativos descentralizadas. Inclusive,  qualquer usuário pode construir suas aplicações e publicá-las nessas plataformas.

    A principal dessas plataformas onde estão os DApps atualmente é a Ethereum, inventora dessa nova tecnologia. Ela conecta usuários e provedores diretamente, sem um intermediário.

    Os registros de dados desses aplicativos são armazenados em um banco de dados público (o blockchain). Antes de qualquer alteração, deve haver o consenso da maioria dos usuários da rede.

    Publicidade

    Como utilizar um aplicativo descentralizado?

    Um jeito de localizar os DApps é por meio da plataforma DApp Radar, onde é possível fazer uma busca e até mesmo filtrar por categorias. 

    Como mencionado, a maioria dos aplicativos descentralizados é hospedado pelo Ethereum. Portanto, em alguns casos para obter o aplicativo é preciso uma carteira de criptomoedas com Ethereum. 

    Como é o caso do jogo CryptoKitties, que é comprado com a cripto após um cadastro no site, por exemplo. Assim funcionam a maioria deles, mesmo os gratuitos requerem um cadastro e, se for no celular, o download.

    Tela do jogo CryptoKitties
    CryptoKitties é um jogo DApp

    O que difere um aplicativo descentralizado de um app convencional?

    Além da descentralização propriamente, outra diferença é que um DApp é mais “poderoso” que um aplicativo comum. Além disso, oferecem mais flexibilidade e até mesmo mais segurança. 

    Outro ponto de diferença, que é uma das grandes vantagens, são as taxas mais baratas, isso quando não são ausentes de taxas. 

    Publicidade

    Mas vale frisar que só será considerado um DApp, aqueles que operam de forma autônoma, sem controle de nenhuma entidade central. 

    Para que serve um DApp?

    Assim como um aplicativo convencional, um DApp pode ter vários objetivos e funcionalidades. Eles podem ser:

    • redes sociais
    • jogos
    • ferramentas
    • calculadoras
    • plataformas de entretenimento etc

    Hoje, muitos dos apps descentralizados são ferramentas de acesso a serviços financeiros também descentralizados ou DeFi . Esta última função é bastante difundida, tanto que o white paper da rede Ethereum categorizou os Dapps em “financeiros”, “semi-financeiros” e “outros”.

    Exemplos

    Confira alguns exemplos de DApps:

    • Ujo Music, um streaming de música – focado em propriedade intelectual e distribuição justa dos royalties
    • CryptoKitties, podemos dizer que são a evolução do Tamagoshi ou a versão do Pou na blockchain, é um jogo (mas dá para ganhar dinheiro)
    • Steemit, uma rede social em blockchain voltada para para blogueiros
    • MakerDAO, uma plataforma de emissão de stablecoins

    E não pense que por estar relacionados a blockchain e essa nova tecnologia são apps com usabilidade muito diferente daqueles que já usamos. Na verdade, eles podem ser usados como qualquer outro app, tanto em computadores quanto celulares etc.

    Mas se é mais seguro e existem tantas opções…

    Por que ainda não estão todos utilizando DApps?

    Mesmo com as vantagens da blockchain, existem obstáculos para uma adesão em massa dos DApps. 

    A própria criação desses aplicativos é um desafio, porque os desenvolvedores precisam enfrentar processos complexos, tanto de armazenamento de informações quanto de manutenção e depuração.

    Somado a isso, ainda existem poucos usuários de tokens e navegadores baseados em blockchain. Então o tamanho do público que esses softwares atraem ainda não é suficiente para um sucesso maior. 

    Mas isso não quer dizer que a realidade não vá mudar no futuro. Na verdade, já existem pesquisas indicando uma expansão dos aplicativos descentralizados.

    Foi o caso de um relatório recente da Juniper Research, empresa britânica de inteligência de mercado. Para os pesquisadores, os DApps que lidam com verificação de identidade ou rastreamento da proveniência de produtos são os mais promissores.

    Gostou do conteúdo? Então compartilhe com seus amigos e deixe um comentário!

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?