Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Pequenos Negócios registram melhor saldo de empregos desde 2014

Escrito por: Mateus Carvalho em 18 de fevereiro de 2020

Os pequenos negócios no Brasil mantiveram, no ano passado, a geração de vagas de trabalho formal superior à registrada pelas médias e grandes empresas. O que resultou no melhor saldo de empregos formais para esse segmento nos últimos cinco anos.

A informação foi obtida por meio de uma análise realizada pelo Sebrae. Ela foi feita com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia.

montar o próprio negócio
Os pequenos negócios foram o que mais geraram empregos em 2019

Com isso, foi possível verificar que os pequenos negócios terminaram o ano com um saldo de 731 mil postos de trabalhos. O número é 22% acima do registrado em 2018.

Enquanto as médias e grandes empresas encerraram o ano com um saldo negativo de 88 mil vagas, quase o dobro do registrado em 2018.

Em 2019, todos os setores da atividade econômica os pequenos negócios registraram saldos positivos de emprego.

O destaque foi para o setor de Serviços, no qual foi gerado um saldo de quase 400 mil postos de trabalho. O que representa mais da metade dos empregos criados nesse nicho de empresas no ano passado.

Médias e grandes empresas registram saldo positivo em um único setor

As médias e grandes empresas registram um saldo positivo de emprego em apenas um setor, que foi a Extrativa Mineral, com 3.480 vagas.

De acordo com o presidente do Sebrae, Carlos Melles, esse resultado confirma a força e a importância estratégica dos pequenos negócios para a economia do país.

“O saldo de empregos gerados pelos pequenos negócios sinaliza uma continuidade da retomada da economia do país e mostra que por mais um ano, foram as pequenas empresas que sustentaram a geração de novos postos de trabalho com carteira assinada.”

No último mês do ano passado, como acontece em todos os meses de dezembro, as empresas registraram saldos negativos de emprego, ou seja, demitiram mais do que contrataram. Isso se deve aos desligamentos dos trabalhadores temporários.

As médias e grandes empresas fecharam 155,8 mil empregos, enquanto as micro e pequenas empresas acabaram com 136,1 mil vagas. No total, levando em consideração ainda a administração pública, foram extintos 307,3 mil postos de trabalho em dezembro.

Porém, isso não impediu que os pequenos negócios fechassem o ano com o saldo positivo. Em dezembro, teve saldo positivo no comércio com 14.726 vagas e no setor de serviços industriais de utilidade pública com 376 empregos. 

Este último setor engloba o saneamento básico, energia elétrica, entre outros. As médias e grandes empresas também registraram saldo positivo no comércio, com 4.396 vagas de emprego.

Veja os principais números dos pequenos negócios

A comparação do saldo de empregos entre os anos anteriores é importante para saber como o país vem crescendo nos últimos anos. Veja os números abaixo:

Saldo de empregos 2019

  • 731.384 vagas nas micro e pequenas empresas
  • Menos 88.127 vagas em médias e grandes empresas

Saldo de empregos em 2018

  • 598.845 vagas criadas pelas micro e pequenas empresas
  • 48.013 vagas foram fechadas pelas médias e grandes empresas.

Saldo de empregos em 2019 por setor nas micro e pequenas empresas

  • Agropecuária: 26.761; 
  • Serviços: 394.662; 
  • Comércio: 145.864;
  • Construção: 95.323;
  • SIUP: 10.703;
  • Indústria: 56.546;
  • Extrativa Mineral: 15.525.

Saldos de vagas nos pequenos negócios nos últimos anos

  • 2014: 776 mil vagas;
  • 2015: 209 mil vagas;
  • 2016: 270 mil vagas:
  • 2017: 348 mil vagas; 
  • 2018: 599 mil vagas;
  • 2019: 731 mil vagas.

Mateus Carvalho

Jornalista formado pela Unicarioca. Atualmente, repórter da Folha Dirigida e produtor de conteúdo no FinanceOne. Já fui colaborador do Torcedores.com.

Deixe uma resposta

Posts relacionados

que negócios de franquia abrir com até R$100 mil
negócios promissores com pouco investimento
WhatsApp Business