Mais
    InícioNotíciasEconomiaBolsonaro sanciona Auxílio Brasil no valor permanente de R$400. Confira!

    Bolsonaro sanciona Auxílio Brasil no valor permanente de R$400. Confira!

    0
    (0)

    Os beneficiários do Auxílio Brasil agora vão receber o benefício no valor de R$400 de forma permanente e não provisória. O presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou a medida que torna o piso definitivo nesta quinta-feira, 19.

    Acontece que, originalmente, o benefício tinha o tíquete médio de R$224, dependendo do perfil de cada família. Somente por causa dos efeitos econômicos da pandemia, uma espécie de complemento ao valor estava sendo pago este ano, de modo que chegasse a R$400.

    Esse complemento seria válido até dezembro de 2022. A partir de janeiro do próximo ano, todas as famílias voltariam a receber o valor original.

    Porém, no final de abril a Câmara dos Deputados aprovou uma medida provisória com o objetivo de aumentar o valor mínimo para R$400 de forma permanente. Foi essa MP que foi assinada pelo presidente, de modo que agora ela é definitiva.

    A sanção foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 19 de maio.

    Portanto, a partir de agora o piso de R$400 do Auxílio Brasil é permanente. Nenhuma família receberá valor menor que esse, mesmo a partir de 2023.

    “A sanção presidencial é importante para efetivar o Programa Auxílio Brasil, tornando-o perene à sociedade, mitigando o gargalo financeiro relativo aos mais necessitados”, disse a Secretaria-Geral da Presidência da República.

    Alguns parlamentares de oposição tentaram subir o piso do auxílio para R$600, mas o valor foi rejeitado pelo relator. O governo deverá gastar cerca de R$41 bilhões por ano com esse complemento. 

    Qual é o valor do Auxílio Brasil que vou receber?

    O valor de R$400 é o piso mínimo do Auxílio Brasil. Porém, o valor da parcela de cada família varia de acordo com o seu perfil. 

    Isso porque esse benefício não funciona com uma parcela fixa para todas as pessoas. Ela é composta por valores destinados a determinados grupos. 

    São nove benefícios no total, sendo que três são os principais e outros são benefícios adicionais.

    Os três benefícios principais são:

    BenefícioQuem recebeValor mensal
    Primeira Infânciacrianças até 36 meses incompletos (3 anos)R$130
    Composição Familiarjovens de até 21 anos incompletos (o jovem precisa estar devidamente matriculado na escola)R$65
    Superação da Extrema Pobrezafamílias que mesmo recebendo os outros dois benefícios, ainda não superam a linha da extrema pobreza (renda de R$100 por pessoa)valor variável

    Os outros seis auxílios complementares que são:

    • Benefício Compensatório de Transição (para quem já recebia o Bolsa Família)
    • Auxílio Esporte Escolar (para estudantes de 12 a 17 anos)
    • Bolsa de Iniciação Científica Júnior (para estudantes com bom desempenho em competições acadêmicas e científicas)
    • Auxílio Criança Cidadã (para crianças de até 4 anos)
    • Inclusão Produtiva Rural (para agricultores)
    • Inclusão Produtiva Urbana (para trabalhadores formais)
    Homem usa aplicativo do Auxílio Brasil
    Programa Auxílio Brasil poderá ter piso de R$400 permanente (Foto: Agência Brasil)

    Como saber se tenho direito?

    Têm direito ao benefício as famílias com renda mensal per capita (por pessoa) de até R$200 mensais e que tenham, em sua composição: gestantes, mães que amamentam ou crianças/ jovens de 0 a 21 anos.

    Mas no caso de jovens com idade entre 18 e 21 anos, é preciso que eles estejam matriculados no ensino básico para ter direito.

    Na dúvida, para saber se tem direito ao Auxílio Brasil, o cidadão pode ligar no telefone 121, do Ministério da Cidadania, ou na Central de atendimento da Caixa, pelo telefone 111.

    Para receber o benefício, é necessário que a família esteja inscrita no CadÚnico e com os dados atualizados. O cadastro pode ser feito no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo ou em postos de atendimento do CadÚnico.

    + Como se inscrever para receber o Auxílio Brasil?

    Qual é o calendário de pagamento do Auxílio Brasil?

    Os pagamentos do Auxílio Brasil são realizados de acordo com número do final do NIS do beneficiário. Confira o calendário 2022:

    FINAL DO NISMAIJUNJULAGOSETOUTNOVDEZ
    11817181819181712
    21920191920191813
    32021202221202114
    42322212322212215
    52423222423242316
    62524252526252419
    72627262627262520
    82728272928272821
    93029283029282922
    03130293130313023
    Fonte: Ministério da Cidadania

    O beneficiário pode sacar em até 120 dias.

    O conteúdo foi útil? Então compartilhe e leia também: veja 27 perguntas e respostas sobre o programa!

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Tamires Silva
    Tamires Silva
    Jornalista e Redatora do FinanceOne, onde suas finanças começam.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasEconomiaBolsonaro sanciona Auxílio Brasil no valor permanente de R$400. Confira!

    Bolsonaro sanciona Auxílio Brasil no valor permanente de R$400. Confira!

    0
    (0)

    Os beneficiários do Auxílio Brasil agora vão receber o benefício no valor de R$400 de forma permanente e não provisória. O presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou a medida que torna o piso definitivo nesta quinta-feira, 19.

    Acontece que, originalmente, o benefício tinha o tíquete médio de R$224, dependendo do perfil de cada família. Somente por causa dos efeitos econômicos da pandemia, uma espécie de complemento ao valor estava sendo pago este ano, de modo que chegasse a R$400.

    Esse complemento seria válido até dezembro de 2022. A partir de janeiro do próximo ano, todas as famílias voltariam a receber o valor original.

    Porém, no final de abril a Câmara dos Deputados aprovou uma medida provisória com o objetivo de aumentar o valor mínimo para R$400 de forma permanente. Foi essa MP que foi assinada pelo presidente, de modo que agora ela é definitiva.

    A sanção foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 19 de maio.

    Portanto, a partir de agora o piso de R$400 do Auxílio Brasil é permanente. Nenhuma família receberá valor menor que esse, mesmo a partir de 2023.

    “A sanção presidencial é importante para efetivar o Programa Auxílio Brasil, tornando-o perene à sociedade, mitigando o gargalo financeiro relativo aos mais necessitados”, disse a Secretaria-Geral da Presidência da República.

    Alguns parlamentares de oposição tentaram subir o piso do auxílio para R$600, mas o valor foi rejeitado pelo relator. O governo deverá gastar cerca de R$41 bilhões por ano com esse complemento. 

    Qual é o valor do Auxílio Brasil que vou receber?

    O valor de R$400 é o piso mínimo do Auxílio Brasil. Porém, o valor da parcela de cada família varia de acordo com o seu perfil. 

    Isso porque esse benefício não funciona com uma parcela fixa para todas as pessoas. Ela é composta por valores destinados a determinados grupos. 

    São nove benefícios no total, sendo que três são os principais e outros são benefícios adicionais.

    Os três benefícios principais são:

    BenefícioQuem recebeValor mensal
    Primeira Infânciacrianças até 36 meses incompletos (3 anos)R$130
    Composição Familiarjovens de até 21 anos incompletos (o jovem precisa estar devidamente matriculado na escola)R$65
    Superação da Extrema Pobrezafamílias que mesmo recebendo os outros dois benefícios, ainda não superam a linha da extrema pobreza (renda de R$100 por pessoa)valor variável

    Os outros seis auxílios complementares que são:

    • Benefício Compensatório de Transição (para quem já recebia o Bolsa Família)
    • Auxílio Esporte Escolar (para estudantes de 12 a 17 anos)
    • Bolsa de Iniciação Científica Júnior (para estudantes com bom desempenho em competições acadêmicas e científicas)
    • Auxílio Criança Cidadã (para crianças de até 4 anos)
    • Inclusão Produtiva Rural (para agricultores)
    • Inclusão Produtiva Urbana (para trabalhadores formais)
    Homem usa aplicativo do Auxílio Brasil
    Programa Auxílio Brasil poderá ter piso de R$400 permanente (Foto: Agência Brasil)

    Como saber se tenho direito?

    Têm direito ao benefício as famílias com renda mensal per capita (por pessoa) de até R$200 mensais e que tenham, em sua composição: gestantes, mães que amamentam ou crianças/ jovens de 0 a 21 anos.

    Mas no caso de jovens com idade entre 18 e 21 anos, é preciso que eles estejam matriculados no ensino básico para ter direito.

    Na dúvida, para saber se tem direito ao Auxílio Brasil, o cidadão pode ligar no telefone 121, do Ministério da Cidadania, ou na Central de atendimento da Caixa, pelo telefone 111.

    Para receber o benefício, é necessário que a família esteja inscrita no CadÚnico e com os dados atualizados. O cadastro pode ser feito no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo ou em postos de atendimento do CadÚnico.

    + Como se inscrever para receber o Auxílio Brasil?

    Qual é o calendário de pagamento do Auxílio Brasil?

    Os pagamentos do Auxílio Brasil são realizados de acordo com número do final do NIS do beneficiário. Confira o calendário 2022:

    FINAL DO NISMAIJUNJULAGOSETOUTNOVDEZ
    11817181819181712
    21920191920191813
    32021202221202114
    42322212322212215
    52423222423242316
    62524252526252419
    72627262627262520
    82728272928272821
    93029283029282922
    03130293130313023
    Fonte: Ministério da Cidadania

    O beneficiário pode sacar em até 120 dias.

    O conteúdo foi útil? Então compartilhe e leia também: veja 27 perguntas e respostas sobre o programa!

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?