Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioCriptomoedaPor que o Bitcoin é tão volátil? Como manter a estabilidade em...

    Por que o Bitcoin é tão volátil? Como manter a estabilidade em momentos de baixa?

    5
    (2)

    O Bitcoin (BTC) é volátil. Se você investe em criptoativos com certeza já está ciente deste indicador. Afinal, após um 2021 de grande valorização, o mercado de criptomoedas como um todo sofreu uma retração significativa neste primeiro semestre de 2022.

    Publicidade

    O BTC, por exemplo, recuou mais de 36% desde o primeiro dia do ano. Hoje, a maior criptomoeda do mercado é negociada na casa dos US$ 30.000, preço 56% abaixo do recorde histórico de cerca de US$ 69.000 alcançado em novembro do ano passado.

    Especialistas da exchange de criptomoedas NovaDAX dizem que esse movimento se chama “inverno cripto”. Mas o que isso quer dizer?

    Nada mais é que um período prolongado de baixa. Motivado pelo recente conflito entre Rússia e Ucrânia, causando consequências que podem ser sentidas em todo o globo e incerteza regulatória vinda dos Estados Unidos. Como consequência, temos um grande aumento da inflação e das taxas de juros.

    Ou seja, com esse aumento, o capital está migrando de investimentos de risco para a renda fixa e este movimento está sendo sentido em todo o mercado de renda variável, impactando também o mercado de ações.

    Negocie Bitcoin com taxa ZERO com a NovaDAX!

    Publicidade

    Bitcoin é volátil: como se precaver?

    O Bitcoin é volátil: isso é fato! Mas como se precaver dessa volatilidade? A melhor maneira é analisar em conjunto com outros indicadores que possam fornecer informações mais assertivas e uma visão dinâmica do mercado.

    Por exemplo, quando um investidor se dispõe a jogar com o risco, e não contra ele, abrem-se novas possibilidades e oportunidades. Isto é, a possibilidade de se conseguir mensurar o risco das operações é o principal ponto da volatilidade.

    moeda sendo retirada de uma carteira
    Investidor deve estar atento e ciente que o Bitcoin é volátil

    Portanto, entender a volatilidade do Bitcoin e saber analisá-la em conjunto com outros indicadores, inclusive o risco, é também desenvolver, eventualmente, a habilidade de manobrar uma estratégia caso seja pego por uma súbita alteração no preço.

    E isso vai de encontro ao atual momento da cotação da moeda digital. Afinal, quando ocorre uma alteração nos preços da moeda, mesmo quando negativa, não precisa necessariamente significar prejuízo.

    É possível usá-la para investir na compra de moedas que passaram algum tempo em alta e também para dar entrada em uma nova alocação, caso queira expandir e variar o portfólio. Essas quedas são completamente normais e até saudáveis para o mercado respirar um pouco.

    Publicidade

    Como agir neste período?

    Já vimos que o Bitcoin é volátil e isso é normal no mercado. Contudo, uma dica para não sofrer grandes baques com o inverno cripto é investir apenas valores que está disposto a perder.

    Dessa forma, se algo acontecer, você não sentirá tanto essa perda, nem irá se arrepender de perder uma aplicação que julgava muito interessante.

    Além disso, é aconselhável ter uma estratégia de investimentos montada antes de começar as aplicações no mercado de criptos. Dessa forma, você poderá investir em aplicações que condizem com os seus objetivos e com o seu perfil de investidor.

    Não se engane achando que é só acompanhar as oscilações do mercado! Isso pode te trazer dor de cabeça e ansiedade, afinal, nesse tipo de aplicação, as mudanças de valores acontecem, mesmo que você esteja se precavendo.

    Por outro lado, ser alarmista demais também pode te prejudicar. Isso porque negociar uma ação que ainda não estava pronto para vender pode não ser uma boa ideia.

    Publicidade

    Entretanto, lembre-se que o segredo está em ter uma reserva de emergência! Assim, você consegue manter os seus investimentos a longo prazo.

    + Confira os 6 riscos para o futuro do Bitcoin

    O que esperar do Bitcoin no segundo semestre?

    Entender o seu significado por completo e conseguir ter cartas na manga para quando a volatilidade vier deve ser o objetivo de todo trader de criptomoedas.

    Especialistas acreditam que o panorama não parece positivo para o mercado cripto no segundo semestre de 2022. Eles esperam que os criptoativos devem continuar em baixa nos próximos meses.

    Apesar deste cenário, muitos investidores ainda vão apostar nas criptomoedas. Sobretudo quem já está há mais tempo no mercado, sabe que o Bitcoin é volátil e acredita na valorização a longo prazo.

    No entanto, para quem quer começar a investir em cripto agora, a recomendação é ter cautela, pois os ativos digitais continuam sendo muito mais voláteis que ativos ditos tradicionais.

    Você gostou deste texto e ele foi relevante para você? Então baixe nosso guia completo para você começar a investir em criptomoedas!

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioCriptomoedaPor que o Bitcoin é tão volátil? Como manter a estabilidade em...

    Por que o Bitcoin é tão volátil? Como manter a estabilidade em momentos de baixa?

    5
    (2)

    O Bitcoin (BTC) é volátil. Se você investe em criptoativos com certeza já está ciente deste indicador. Afinal, após um 2021 de grande valorização, o mercado de criptomoedas como um todo sofreu uma retração significativa neste primeiro semestre de 2022.

    Publicidade

    O BTC, por exemplo, recuou mais de 36% desde o primeiro dia do ano. Hoje, a maior criptomoeda do mercado é negociada na casa dos US$ 30.000, preço 56% abaixo do recorde histórico de cerca de US$ 69.000 alcançado em novembro do ano passado.

    Especialistas da exchange de criptomoedas NovaDAX dizem que esse movimento se chama “inverno cripto”. Mas o que isso quer dizer?

    Nada mais é que um período prolongado de baixa. Motivado pelo recente conflito entre Rússia e Ucrânia, causando consequências que podem ser sentidas em todo o globo e incerteza regulatória vinda dos Estados Unidos. Como consequência, temos um grande aumento da inflação e das taxas de juros.

    Ou seja, com esse aumento, o capital está migrando de investimentos de risco para a renda fixa e este movimento está sendo sentido em todo o mercado de renda variável, impactando também o mercado de ações.

    Negocie Bitcoin com taxa ZERO com a NovaDAX!

    Publicidade

    Bitcoin é volátil: como se precaver?

    O Bitcoin é volátil: isso é fato! Mas como se precaver dessa volatilidade? A melhor maneira é analisar em conjunto com outros indicadores que possam fornecer informações mais assertivas e uma visão dinâmica do mercado.

    Por exemplo, quando um investidor se dispõe a jogar com o risco, e não contra ele, abrem-se novas possibilidades e oportunidades. Isto é, a possibilidade de se conseguir mensurar o risco das operações é o principal ponto da volatilidade.

    moeda sendo retirada de uma carteira
    Investidor deve estar atento e ciente que o Bitcoin é volátil

    Portanto, entender a volatilidade do Bitcoin e saber analisá-la em conjunto com outros indicadores, inclusive o risco, é também desenvolver, eventualmente, a habilidade de manobrar uma estratégia caso seja pego por uma súbita alteração no preço.

    E isso vai de encontro ao atual momento da cotação da moeda digital. Afinal, quando ocorre uma alteração nos preços da moeda, mesmo quando negativa, não precisa necessariamente significar prejuízo.

    É possível usá-la para investir na compra de moedas que passaram algum tempo em alta e também para dar entrada em uma nova alocação, caso queira expandir e variar o portfólio. Essas quedas são completamente normais e até saudáveis para o mercado respirar um pouco.

    Publicidade

    Como agir neste período?

    Já vimos que o Bitcoin é volátil e isso é normal no mercado. Contudo, uma dica para não sofrer grandes baques com o inverno cripto é investir apenas valores que está disposto a perder.

    Dessa forma, se algo acontecer, você não sentirá tanto essa perda, nem irá se arrepender de perder uma aplicação que julgava muito interessante.

    Além disso, é aconselhável ter uma estratégia de investimentos montada antes de começar as aplicações no mercado de criptos. Dessa forma, você poderá investir em aplicações que condizem com os seus objetivos e com o seu perfil de investidor.

    Não se engane achando que é só acompanhar as oscilações do mercado! Isso pode te trazer dor de cabeça e ansiedade, afinal, nesse tipo de aplicação, as mudanças de valores acontecem, mesmo que você esteja se precavendo.

    Por outro lado, ser alarmista demais também pode te prejudicar. Isso porque negociar uma ação que ainda não estava pronto para vender pode não ser uma boa ideia.

    Publicidade

    Entretanto, lembre-se que o segredo está em ter uma reserva de emergência! Assim, você consegue manter os seus investimentos a longo prazo.

    + Confira os 6 riscos para o futuro do Bitcoin

    O que esperar do Bitcoin no segundo semestre?

    Entender o seu significado por completo e conseguir ter cartas na manga para quando a volatilidade vier deve ser o objetivo de todo trader de criptomoedas.

    Especialistas acreditam que o panorama não parece positivo para o mercado cripto no segundo semestre de 2022. Eles esperam que os criptoativos devem continuar em baixa nos próximos meses.

    Apesar deste cenário, muitos investidores ainda vão apostar nas criptomoedas. Sobretudo quem já está há mais tempo no mercado, sabe que o Bitcoin é volátil e acredita na valorização a longo prazo.

    No entanto, para quem quer começar a investir em cripto agora, a recomendação é ter cautela, pois os ativos digitais continuam sendo muito mais voláteis que ativos ditos tradicionais.

    Você gostou deste texto e ele foi relevante para você? Então baixe nosso guia completo para você começar a investir em criptomoedas!

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?