InícioNotíciasFinanças PessoaisInflação: veja os 12 produtos que mais subiram de preço em 2021

Inflação: veja os 12 produtos que mais subiram de preço em 2021

0
(0)

Durante todo o ano de 2021, os brasileiros sentiram no bolso a alta de diversos produtos. Foi tanto sobe e desce que em grande parte das vezes as pessoas foram pegas de surpresas. Mas você sabe quais foram os produtos que mais subiram de preço durante o ano passado?

Antes de falarmos sobre a lista dos produtos que subiram de preço, é preciso entender o que pode ter levado a tantos aumentos constantes. 

O principal vilão desse sobe e desce nos principais produtos consumidos pelos brasileiros é a inflação. Sim, a temida inflação ficou em 10,6% somente no ano passado, que é medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Vale ressaltar que é a maior alta do índice desde 2015, de acordo com os dados divulgados pelo IBGE.

Quer entender o que é a inflação e quais foram as mercadorias que subiram de preço no ano passado? Continue lendo este artigo!

O que é a inflação?

É bem provável que você já tenha escutado falar no termo inflação e que até mesmo já tenha sentido ele no seu bolso, mas que não saiba disso. Para começar, este termo é usado como forma de nomear o aumento generalizado dos preços de bens e serviços.

Na prática, isso significa o aumento do custo de vida e, consequentemente, a redução do poder de compra dos brasileiros. E como você pode perceber a inflação? Simples, indo ao supermercado e reparando que os alimentos estão cada vez mais caros.

Quer outro exemplo? O combustível, automóvel e aluguel também tiveram os preços elevados? Pode ter a certeza que tem o dedo da inflação nisso. 

Gráfico de inflação
A inflação tem feito os produtos subirem de preços

E agora você deve estar pensando que a inflação é péssima, certo? Errado, ela pode não ser tão prejudicial quanto imaginamos. Mas isso quando ela é controlada e vem acompanhada de reajustes no salário-mínimo, que não é o que vem acontecendo no Brasil.

+ Preço da gasolina vai aumentar? Petrobras faz novo reajuste

Por conta disso, ela vem causando transtornos para os consumidores, já que a inflação tem sido elevada mês após mês, sem que o salário dos brasileiros acompanhem esses aumentos. 

Veja o top12 de produtos que mais subiram de preço

Ficou curioso e quer saber quais foram os produtos ou serviços que mais subiram de preço em 2021? A lista é bem variada, mas alguns itens talvez você não esperava estar neste meio. Veja:

  1. Etanol – ficou 62,23% mais caro
  2. Café moído – ficou 50,24% mais caro
  3. Mandioca – ficou 48,08% mais cara;
  4. Açúcar refinado – ficou 47,87& mais caro
  5. Gasolina – ficou 47,49% mais cara;
  6. Óleo diesel – ficou 46,04% mais caro;
  7. Pimentão – ficou 39,6% mais caro;
  8. Gás veicular – ficou 38,72% mais caro;
  9. Açúcar cristal – ficou 37,55% mais caro;
  10. Mudança – ficou 37,09% mais caro;
  11. Gás de botijão – ficou 36,99% mais caro;
  12. Mamão – ficou 36,01% mais caro.

Após ver essa lista você pode estar se perguntando o que seria esta décima posição ocupada por “Mudança”. Então vamos lá que a gente te explica!

É isso mesmo que você está pensando: mudança mesmo, de se mudar, sair de casa e procurar outros ares.

+ Aumento do preço da carne: confira dicas para comprar e armazenar

Em 2021 o serviço de mudança teve um aumento de mais de 37% com relação aos anos anteriores e ficou mais caro para quem quis sair de casa ou mudar de cidade. E aí, você passou por algum perrengue desse tipo?

Subiram de preço: combustível domina lista e já cresce em 2022

O combustível foi o responsável por várias posições nessa lista com os 12 que mais subiram de preço em 2021: etanol, gasolina, óleo diesel e gás veicular. 

Mas se você achou que esse aumento ia ficar apenas em 2021 e ia parar por aí, está bem enganado. O ano de 2022 já começou com novidades notícia não tão boas para os motoristas de plantão.

Desde a última quarta-feira, 12, a gasolina e o diesel registraram o primeiro aumento no ano. Com essa nova crescente, estão acumulando uma alta de quase 80% no período de um ano. Tudo isso possivelmente pela política de preços da Petrobras.

Com a nova subida, o preço médio da gasolina nas distribuidoras foi de R$3,09 para R$3,24 por litro – o equivalente a uma alta de 4,85%. 

O diesel, por sua vez, subiu de R$3,34 para R$3,61.
Gostou do conteúdo? Continue lendo sobre o assunto e veja como a alta da inflação influencia no dia a dia.

O que achou disso?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Assine nossa newsletter!

Páginas Populares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui