Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioFGTSÉ obrigatório retirar o saque emergencial do FGTS? Entenda!

    É obrigatório retirar o saque emergencial do FGTS? Entenda!

    0
    (0)

    Os valores do novo saque emergencial do FGTS 2022, no valor de até R$1 mil, começarão a cair na conta dos trabalhadores no próximo dia 20 de abril. E uma dúvida que fica é: sou obrigado a sacar o valor?

    Publicidade

    Não! Nenhum trabalhador é obrigado a realizar o saque emergencial do FGTS. O objetivo do governo federal ao disponibilizar o dinheiro, é injetar aproximadamente R$56 bilhões na economia para diminuir a crise financeira. 

    Porém, a utilização desse dinheiro é completamente facultativa. Ou seja, uma escolha do próprio trabalhador. 

    + Confira 10 perguntas e respostas sobre o saque emergencial do FGTS

    O que acontece se realizar o saque emergencial do FGTS?

    Se o trabalhador não realizar o saque emergencial do FGTS 2022, não acontece nada, nem se perde esse dinheiro. 

    Essa dúvida é comum porque, embora seja facultativo, o dinheiro será depositado automaticamente na conta da Caixa. Mas quem não tiver interesse, já pode informar isso pelo aplicativo FGTS.

    Publicidade

    Outra opção, é comparecer em uma agência física da Caixa Econômica. Neste caso, lembre-se de levar seu documento de identidade com foto e CPF. 

    Porém, se você decidir que não quer o saque emergencial depois que o dinheiro já tiver sido creditado na conta, também é possível resolver. 

    Neste caso, peça o cancelamento, também pelo aplicativo do Fundo de Garantia, até o dia 10 de novembro.

    Se mesmo sem pedir o cancelamento, o trabalhador não sacar o dinheiro, o valor voltará para a conta do FGTS ao final do prazo, corrigido monetariamente.

    Mas lembre-se que a conta do FGTS rende. Então é mais vantajoso tomar a decisão antes e comunicá-la ao banco. 

    Publicidade
    Mão segura celular aberto na tela inicial do aplicativo FGTS
    Saque emergencial do FGTS será depositado a partir do dia 20 de abril

    Quem tem direito ao saque?

    Esta já é a terceira vez que o governo federal libera uma leva de saques emergenciais do FGTS. A primeira foi em 2019 e a segunda, em 2020.

    E assim como das outras vezes, têm direito ao saque todos os trabalhadores com saldo na conta do FGTS, seja ela ativa ou inativa. 

    Na dúvida se tem saldo ou não, o trabalhador pode consultar:

    A única exceção é quem optou pelo saque-aniversário, já que neste caso o saldo está bloqueado e será pago apenas no mês de aniversário do trabalhador.

    Qual é o valor do saque emergencial do FGTS e o calendário?

    Diferentemente do que aconteceu nos anos anteriores, desta vez o saque emergencial do FGTS é limitado a R$1 mil.

    Publicidade

    Mesmo quem tem mais de uma conta não poderá retirar mais dinheiro. Isso porque o valor total liberado é pelo total de contas. Ou seja, é até R$1 mil e nem um centavo a mais.

    Os pagamentos começarão a ser creditados na conta da Caixa a partir do dia 20 de abril, seguindo o calendário conforme o mês de nascimento do trabalhador. Os saques só poderão ser realizados até 15 de dezembro.

    MÊS DE ANIVERSÁRIODEPÓSITO
    Janeiro20 de abril
    Fevereiro30 de abril
    Março4 de maio
    Abril11 de maio
    Maio14 de maio
    Junho18 de maio
    Julho21 de maio
    Agosto25 de maio
    Setembro28 de maio
    Outubro1 de junho
    Novembro8 de junho
    Dezembro15 de junho
    (Fonte: Caixa Econômica Federal)

    Caso o titular tenha mais de uma conta vinculada, a ordem de preferência para o saque é: contas inativas primeiro, começando pela que tiver menor saldo.

    O conteúdo ajudou? Se ainda está na dúvida sobre realizar o saque emergencial do FGTS ou não, temos um artigo que pode ajudar: Saiba se vale a pena sacar o FGTS emergencial!

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Redação
    Redação
    O FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde 2003, publicamos conteúdos que buscam traduzir desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa. Nossa missão é mostrar que qualquer pessoa pode ter controle financeiro e fazer as escolhas certas. Assim como ter no dinheiro um aliado para viver bem e conquistar seus sonhos.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioFGTSÉ obrigatório retirar o saque emergencial do FGTS? Entenda!

    É obrigatório retirar o saque emergencial do FGTS? Entenda!

    0
    (0)

    Os valores do novo saque emergencial do FGTS 2022, no valor de até R$1 mil, começarão a cair na conta dos trabalhadores no próximo dia 20 de abril. E uma dúvida que fica é: sou obrigado a sacar o valor?

    Publicidade

    Não! Nenhum trabalhador é obrigado a realizar o saque emergencial do FGTS. O objetivo do governo federal ao disponibilizar o dinheiro, é injetar aproximadamente R$56 bilhões na economia para diminuir a crise financeira. 

    Porém, a utilização desse dinheiro é completamente facultativa. Ou seja, uma escolha do próprio trabalhador. 

    + Confira 10 perguntas e respostas sobre o saque emergencial do FGTS

    O que acontece se realizar o saque emergencial do FGTS?

    Se o trabalhador não realizar o saque emergencial do FGTS 2022, não acontece nada, nem se perde esse dinheiro. 

    Essa dúvida é comum porque, embora seja facultativo, o dinheiro será depositado automaticamente na conta da Caixa. Mas quem não tiver interesse, já pode informar isso pelo aplicativo FGTS.

    Publicidade

    Outra opção, é comparecer em uma agência física da Caixa Econômica. Neste caso, lembre-se de levar seu documento de identidade com foto e CPF. 

    Porém, se você decidir que não quer o saque emergencial depois que o dinheiro já tiver sido creditado na conta, também é possível resolver. 

    Neste caso, peça o cancelamento, também pelo aplicativo do Fundo de Garantia, até o dia 10 de novembro.

    Se mesmo sem pedir o cancelamento, o trabalhador não sacar o dinheiro, o valor voltará para a conta do FGTS ao final do prazo, corrigido monetariamente.

    Mas lembre-se que a conta do FGTS rende. Então é mais vantajoso tomar a decisão antes e comunicá-la ao banco. 

    Publicidade
    Mão segura celular aberto na tela inicial do aplicativo FGTS
    Saque emergencial do FGTS será depositado a partir do dia 20 de abril

    Quem tem direito ao saque?

    Esta já é a terceira vez que o governo federal libera uma leva de saques emergenciais do FGTS. A primeira foi em 2019 e a segunda, em 2020.

    E assim como das outras vezes, têm direito ao saque todos os trabalhadores com saldo na conta do FGTS, seja ela ativa ou inativa. 

    Na dúvida se tem saldo ou não, o trabalhador pode consultar:

    A única exceção é quem optou pelo saque-aniversário, já que neste caso o saldo está bloqueado e será pago apenas no mês de aniversário do trabalhador.

    Qual é o valor do saque emergencial do FGTS e o calendário?

    Diferentemente do que aconteceu nos anos anteriores, desta vez o saque emergencial do FGTS é limitado a R$1 mil.

    Publicidade

    Mesmo quem tem mais de uma conta não poderá retirar mais dinheiro. Isso porque o valor total liberado é pelo total de contas. Ou seja, é até R$1 mil e nem um centavo a mais.

    Os pagamentos começarão a ser creditados na conta da Caixa a partir do dia 20 de abril, seguindo o calendário conforme o mês de nascimento do trabalhador. Os saques só poderão ser realizados até 15 de dezembro.

    MÊS DE ANIVERSÁRIODEPÓSITO
    Janeiro20 de abril
    Fevereiro30 de abril
    Março4 de maio
    Abril11 de maio
    Maio14 de maio
    Junho18 de maio
    Julho21 de maio
    Agosto25 de maio
    Setembro28 de maio
    Outubro1 de junho
    Novembro8 de junho
    Dezembro15 de junho
    (Fonte: Caixa Econômica Federal)

    Caso o titular tenha mais de uma conta vinculada, a ordem de preferência para o saque é: contas inativas primeiro, começando pela que tiver menor saldo.

    O conteúdo ajudou? Se ainda está na dúvida sobre realizar o saque emergencial do FGTS ou não, temos um artigo que pode ajudar: Saiba se vale a pena sacar o FGTS emergencial!

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?