InícioNotíciasCarreirasSaiba como usar a nota do Enem para estudar em universidades estrangeiras

Saiba como usar a nota do Enem para estudar em universidades estrangeiras

0
(0)

Em breve os estudantes de todo o Brasil poderão consultar a nota do Enem. E o exame não dá acesso somente às universidades brasileiras, mas também pode abrir portas para quem quer estudar fora

Sim, é possível usar a nota do Exame Nacional do Ensino Médio para ingressar em universidade estrangeiras. Existem dezenas ao redor do mundo que adotam o vestibular como um dos critérios de ingresso. 

Só em Portugal, pelo menos 50 faculdades aceitam o exame. Mas também é possível nos Estados Unidos, Reino Unido, França, Canadá e outros. 

Continue lendo este artigo para saber mais sobre as universidades e como ingressar nelas com o Enem.

Como fazer faculdade no exterior com a nota do Enem?

Usar a nota do Enem para universidades estrangeiras é possível. No entanto, os processos seletivos não funcionam como aqui no Brasil. 

Para começar, cada universidade estabelece suas próprias regras. Por isso não dá para conceder uma resposta pronta, que vai servir para todas as instituições. 

O primeiro passo é pesquisar sobre quais são as universidade de seu interesse (falaremos mais sobre algumas delas a seguir). Depois, você deve observar as regras da instituição escolhida. 

É fundamental ficar de olho no site da escola para não perder os prazos de application (aplicação) e reunir a documentação necessária a tempo.

Calma, nós vamos falar um pouco mais sobre como os processos funcionam em cada país. Mas é importante ter alguma noção geral do funcionamento antes.

Saiba que não é só questão de enviar a nota da prova e esperar a carta de aceite. Acontece que o exame nacional não muda as outras exigências das faculdades. 

Ou seja, todo o processo seletivo ainda precisará ser feito no país de escolha. Geralmente, essa seleção vai incluir:

  • comprovação de proficiência no idioma
  • envio de cartas (de recomendação, de motivação etc)
  • envio de outros documentos pessoais
  • comprovação de histórico escolar 
  • currículo etc

Como já mencionado, cada universidade tem suas próprias exigências e regras para a nota do Enem. Então é importante se informar e garantir esses documentos com a maior antecedência possível.

Outro ponto importante: ao ingressar em uma universidade estrangeira com o Enem, você não necessariamente vai estudar de graça.

Aqui, o Exame Nacional do Ensino Médio garante o ingresso nas faculdades públicas. Porém, os sistemas de ensino estrangeiros funcionam de forma diferente e muitas universidades podem cobrar uma anuidade. 

A boa notícia é que existe a possibilidade de conseguir bolsas de estudos (por meio de programas específicos de cada universidade) ou outros meios de fazer frente a essas despesas.

Como usar a nota do Enem em cada país?

Atualmente, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) tem convênio direto com 51 instituições de ensino em Portugal. 

Mas outros países também possuem universidades que aceitam a nota do Enem. 

A seguir, confira uma visão geral de como são os processos de admissão com Enem nos países que aceitam o exame brasileiro. 

Também estão listadas as principais universidades de cada um desses locais que admitem a nota. Basta clicar nos links de cada uma para consultar os respectivos sites.

+ 4 universidades particulares que oferecem bolsas pela nota do Enem

Quatro mulheres estudantes lendo o exame do Enem
Notas do Enem podem facilitar ingresso em universidades estrangeiras (Foto: Agência Brasil)

Enem Portugal

Mais de 50 universidades, institutos politécnicos e escolas superiores em Portugal têm acordo interinstitucional com o Inep. 

Isso garante acesso facilitado aos estudantes brasileiros interessados em cursos de graduação no país. Mas cada instituição define as regras.

Por exemplo, na Universidade de Coimbra (UC), uma das mais buscadas e a primeira a aceitar o Enem, as notas do exame têm pesos diferentes para cada curso. 

Mas a pontuação mínima para se candidatar a qualquer graduação é 120, na escala portuguesa de 0-200. Isso equivale a 600 pontos no Enem.

Universidades em Portugal que admitem nota do Enem:

1. Universidade de Coimbra (UC)

2. Universidade do Algarve (UAlg)

3. Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria)

4. Instituto Politécnico de Beja (IPBeja)

5. Instituto Politécnico do Porto (P.Porto)

6. Instituto Politécnico Portalegre (IPP)

7. Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA)

8. Instituto Politécnico de Coimbra (IPC)

9. Universidade de Aveiro (UA)

10. Instituto Politécnico da Guarda (IPG)

11. Universidade de Lisboa (ULisboa)

12. Universidade do Porto (U.Porto)

13. Universidade da Madeira (UMa)

14. Instituto Politécnico de Viseu (IPV)

15. Instituto Politécnico de Santarém (IPSantarem)

16. Universidade dos Açores (UAc)

17. Universidade da Beira Interior (UBI)

18. Universidade do Minho

19. Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário (Cespu)

20. Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Universidade Lusófona)

21. Instituto Politécnico de Setúbal (IPS)

22. Instituto Politécnico de Bragança (IPB)

23. Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB)

24. Universidade Lusófona do Porto (ULP)

25. Universidade Portucalense (UPT)

26. Instituto Universitário da Maia (Ismai)

27. Instituto Politécnico da Maia (Ipmaia)

28. Universidade Católica Portuguesa (UCP)

29. Universidade Fernando Pessoa (UFP)

30. Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida (Ispa)

31. Instituto Leonardo da Vinci (ILV)

32. Escola Superior de Saúde do Alcoitão (Essa)

33. Universidade Lusíada – Norte

34. Universidade Lusíada

35. Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC)

36. Escola Superior Artística do Porto (Esap)

37. Universidade Europeia

38. Instituto Universitário de Lisboa (Iscte-IUL)

39. Escola Superior de Saúde Cruz Vermelha Portuguesa (ESSCVP )

40. Universidade Autônoma de Lisboa (UAL)

41. Instituto Politécnico da Lusofonia (Ipluso)

42. Instituto de Estudos Superiores de Fafe (IESFafe)

43. Instituto Superior Manuel Teixeira Gomes (Ismat)

44. Instituto Superior Dom Dinis (Isdom)

45. Instituto Superior de Gestão (ISG)

46. Instituto Superior de Gestão e Administração de Santarém (Isla Santarém)

47. Instituto Superior de Gestão e Administração de Gaia (Isla Gaia)

48. Instituto Português de Administração de Marketing (Ipam) de Lisboa

49. Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC)

50. Instituto Português de Administração de Marketing (Ipam) do Porto

51. Universidade Nova de Lisboa

Reino Unido

As instituições do Reino Unido aceitam nota do Enem como mais uma etapa da seleção de alunos universitários. Ou seja, a nota do exame é somada a outros tópicos.

Dependendo da universidade, podem ser exigidas mais ou menos etapas. Mas, em geral, as faculdades britânicas vão pedir:

  • fluência em inglês
  • histórico escolar do ensino médio 
  • atividades extracurriculares

Essa última exigência é um ponto de atenção, já que muitas escolas e estudantes brasileiros negligenciam a importância da prática extracurricular. Mas ela vai contar muito para estudar no Reino Unido.

Universidades No Reino Unido que admitem nota do Enem:

França

Muitos consideram o ingresso nas universidades francesas com a nota do Enem o mais complexo. Acontece que, além de nota no vestibular e do processo seletivo em si, há mais um critério muito utilizado.

A maioria das instituições costumam exigir que os candidatos também tenham sido aprovados, no Brasil, em cursos semelhantes àqueles para os quais estão aplicando na França.

Então, por exemplo: se um estudante quer estudar Comunicação lá, ele também precisa ser aprovado em um curso dessa área aqui no Brasil. Os critérios em específico devem ser consultados nos sites das respectivas universidades.

Universidades na França que admitem nota do Enem:

Estados Unidos

Nos Estados Unidos, dá para usar a nota do Enem em duas faculdades, sendo a mais procurada a New York University (NYU), a famosa NYU. Recentemente ela passou a aceitar o exame brasileiro para todos os cursos de graduação.

Neste caso, o Enem substitui as provas padronizadas tradicionais (SAT ou ACT). A NYU criou a Test Flex Policy, que permite aceitar exames de outras nacionalidades.

A instituição estadunidense também exige que os responsáveis pela escola do ensino médio confirmem o resultado para que a pontuação seja oficializada. As regras devem ser consultadas no site.

Universidades nos Estados Unidos que admitem nota do Enem:

Canadá

No Canadá, também dá para ingressar em duas das mais famosas e melhores universidades do país com a nota do Enem. O candidato deve apresentar a nota no exame nacional junto com o diploma do ensino médio. 

A pontuação do candidato na prova também contará pontos na candidatura. No caso da Humber College, as regras também mudam de curso para curso.

Mas assim como acontece no Reino Unido, alguns podem pedir atividades extracurriculares e até portfólio.

Universidades no Canadá que admitem nota do Enem:

Todas as instituições de ensino têm o próprio sistema de bolsas de estudo, e as taxas cobradas variam de acordo com a moeda de cada país.

O conteúdo foi útil? Então compartilhe com seus amigos e deixe um comentário!

O que achou disso?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Assine nossa newsletter!

Páginas Populares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui