Viajar para a Argentina agora ficou mais barato?

Escrito por: Rafael Massadar em 28 de agosto de 2019

Tudo indica que viajar para a Argentina deve ficar mais barato para os brasileiros. O motivo é a vitória do candidato kirchnerista Alberto Fernández nas prévias para a eleição presidencial.

As reações do mercado financeiro foram imediatas em relação ao resultado das urnas. O peso argentino desvalorizou-se ainda mais em relação à moeda brasileira.

Viajar para a Argentina

Logo após o resultado eleitoral, as casas de câmbio em São Paulo já vendiam pesos argentinos a R$ 0,109. Isso significa que com apenas R$ 1 era possível comprar 9,17 pesos.

Contudo, o câmbio argentino fica ainda mais interessante para turistas quando comparado a moedas como dólar ou euro. As moedas chegaram a ser vendidas nas corretoras a R$ 4,41 e R$ 4,94, respectivamente.

Vale destacar que nos últimos 12 meses, o peso argentino desvalorizou 20% em relação ao real. Portanto, isso significa que, ao comprar alimentação, vestuário ou até pequenas lembrancinhas na viagem, é possível economizar.

Brasileiros devem cada vez mais viajar para a Argentina

A Argentina é um dos destinos internacionais mais visitados por brasileiros. Afinal, é um país acessível tanto pelo preço das passagens quanto pela proximidade com o Brasil.

Para se ter uma ideia, somente em 2018, Buenos Aires registrou um número de 770 mil brasileiros que visitaram a cidade. O dado é da Entidade de Turismo do Governo da Cidade de Buenos Aires.

Contudo, viajar para a Argentina é conhecer mais do que a capital. Muitos brasileiros já se aventuram em outras regiões do país.

Consequentente, o mercado turístico brasileiro já movimentou 82 milhões de dólares no primeiro trimestre de 2019. Ou seja, cerca de 9,3% a mais do que no mesmo período do ano passado.

O que conhecer na Argentina

1 – Buenos Aires

Viajar para a Argentina e não conhecer a capital Buenos Aires é como ir a Roma e não ver o Papa. Na cidade, o turista não pode deixar de conhecer o Obelisco.

Ele é símbolo da cidade em um dos pontos mais emblemáticos do país. Fica localizado no cruzamento da Avenida 9 de Julio (a mais larga do mundo) com a Avenida Corrientes (famosa por seus teatros e intensa vida noturna).

Não deixe de fora os roteiros pelos bairros da Recoleta, onde o design de luxo é excelência. E La Boca, onde estão duas atrações imperdíveis: El Caminito e La Bombonera.

Vá também em Puerto Madero, que é repleto de restaurantes e bares famosos. Lá, abuse das fotos na Puente de la Mujer, criação do arquiteto espanhol Santiago Calatrava.

Visite ainda o Museu de Arte Latino-Americana de Buenos Aires. Ele conta com obras permanentes e uma interessante agenda de atrações culturais e exposições temporárias.

Já quem gosta de passeios ao ar livre precisa conhecer o Jardim Japonês, assim como o Rosedal, que reúne uma coleção de mais de 18.000 rosas.

Por fim, conheça a um dos cenários políticos mais importantes da cidade. A Plaza de Mayo que é cercada por edifícios históricos, como a Casa Rosada e a Catedral Metropolitana.

Outros destinos

2 – Ushuaia

Viajar para a Argentina é mais do que ir em Buenos Aires. O país tem por exemplo a cidade mais austral do mundo, Ushuaia.

O destino também é conhecido como o “Fim do Mundo”. Lá, se encontra um entorno paisagístico espetacular, contornado por bosques, montanhas, rios e lagos.

Ushuaia está localizada na Ilha da Terra do Fogo, Argentina.

3 – Mar del Plata

Principal cidade litorânea da Argentina. Fica a 450 km de Buenos Aires.

O destino tem belas praias muito frequentadas durante o verão e baladas agitadas. Além de restaurantes variados e muitos hotéis que satisfazem a importante demanda turística.

As praias do sul, os restaurantes de frutos do mar do porto e hotéis como o Costa Galana encontram-se entre as opções para os visitantes.

4 – Mendoza

Ao pé da Cordilheira dos Andes, Mendoza é mundialmente conhecida pelos seus excelentes vinhos, os melhores da Argentina. Lá, existem mais de 1200 adegas.

Portanto, a cidade é o maior centro vitivinícola da América do Sul e oferece todo tipo de passeio ligado à bebida, como excursões com degustação de diferentes tipos de vinhos.

Além disso, o local também tem museus, como o Museu Municipal de Arte Moderna, e ruínas, como as de San Francisco.

Além de um zoológico, um aquário e um serpentário, entre outras atrações.

5 – Salta

Capital da província homônima, fica localizada na fronteira com Chile, Bolívia e Paraguai. É uma região onde áridos desertos de terra vermelha se encontram com as montanhas nevadas, rios e vales dos Andes.

A cidade tem uma forte herança colonial com casas tradicionais, ruas estreitas e monumentos. Além de ser marcada pelo folclore do norte da Argentina.

Ela é caracterizada por sua forte identidade cultural, com danças e músicas como zamba e chacarera. E, claro, as famosas “empanadas” saltenhas, especialidade local.

Rafael Massadar

Jornalista com experiência em redação com pós-graduação em Comunicação Empresarial e Transmídia. Atualmente trabalho como assessor de imprensa.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

Como funciona o Consórcio Honda
pib
Serviços da conta corrente gratuita
Muitas fintechs oferecem serviços de bancos digitais e de cartões de crédito
Como cancelar compra com cartão de crédito?