Início Notícias Economia Viajar para a Lua: como e quanto custa?

Viajar para a Lua: como e quanto custa?

0
(0)

Viajar para a Lua torna-se cada vez mais possível. O sonho ganha força neste ano porque o dia 20 de julho de 2019 marca o 50º aniversário da chegada da Apollo 11 à Lua.

Tantos anos depois desse momento histórico, 40% dos viajantes do mundo inteiro ainda sonham com a chance de seguir os passos de Neil Armstrong. É o que revela uma pesquisa da Booking.com.

O estudo revela ainda que no Brasil, 41% dos turistas estão ansiosos por uma voltinha no espaço.

viajar para a Lua

Recentemente, a NASA anunciou que permitirá o envio e a hospedagem de cidadãos para a Estação Espacial Internacional (ISS) por empresas privadas. As empresas serão responsáveis pela escolha dos turistas espaciais.

Afinal, a estimativa é que essa viagem custe cerca de US$ 58 milhões por assento (pessoa). Fora a “taxa de hospedagem” de US$ 35 mil a diária.

Os foguetes e as cápsulas de lançamento que serão usadas para o traslado de civis à ISS estão sendo desenvolvidas por duas empresas:

– Boeing, responsável pela CST-100 Starliner;

– SpaceX, de Elon Musk, que ficou encarregado de construir a cápsula Crew Dragon.

Empresário japonês será o primeiro a viajar para a Lua

Yusaku Maezawa, um empresário e bilionário japonês, será o primeiro turista a viajar para a Lua. Contudo, ele planeja levar de seis a oito artistas na missão.

O bilionário e sua turma de artistas viajarão no Big Falcon Rocket (BFR), nave que a SpaceX ainda está desenvolvendo.

Os primeiros testes de lançamentos já começarem neste ano. Já o voo turístico até a Lua está previsto para 2023.

Segundo a Forbes, o patrimônio de Yasaku Maezawa é estimado em US$ 2,9 bilhões. O empresário é o 14° mais rico do Japão.

Ele construiu sua fortuna com o comércio eletrônico, incluindo a maior loja online de roupas do mercado japonês, a Zozotown. Maezawa também é músico e um dos maiores colecionadores de obras de arte do mundo.

No entanto, não se sabe quanto o empresário japonês pagou para a missão turística. Os valores do acordo não foram divulgados.

O bilionário Elon Musk, da SpaceX, acredita que esse será um “passo importante” rumo à democratização das viagens espaciais.

8 destinos para quem gosta do espaço

Enquanto a viagem para a Lua ainda não está disponível para quem não é astronauta ou bilionário, veja oito destinos internacionais para observar as estrelas e se sentir no espaço.

1 – Sutherland, África do Sul

Sutherland abriga o maior telescópio óptico do hemisfério sul. Ele é o local perfeito para observar o céu à noite.

A Estação de Observação de Sutherland registra as estrelas, galáxias e quasares distantes, um bilhão de vezes mais apagados do que aqueles que podem ser vistos a olho nu.

O observatório também oferece passeios noturnos para quem espera dar uma espiada no cosmos.

2 – Àger, Espanha

É o céu mais claro da Catalunha. Portanto, é o destino ideal para quem deseja se maravilhar com a beleza do céu à noite.

O local foi declarado um Destino Turístico Starlight pela Unesco. Suas vilas substituíram a iluminação pública convencional por lâmpadas de sódio e LED com cor de âmbar para minimizar a poluição luminosa.

3 – Fort Davis, EUA

Localizada a mais de 1.500 metros acima do nível do mar, Fort Davis tem uma clara vantagem em relação ao restante do Texas para observar estrelas, devido à sua altitude.

Sua paisagem única, com amplos espaços abertos e formações rochosas, torna este destino deslumbrante durante o dia e a noite.

Um dos principais centros para pesquisa, ensino e educação pública do mundo está localizado no topo do Mount Locke: o McDonald Observatory, uma unidade de pesquisa da Universidade do Texas, em Austin.

O McDonald Observatory realiza regularmente a Festas das Estrelas (Star Parties). Elas permitem que os viajantes façam passeios noturnos para observar as constelações.

4 – Falstone, Reino Unido

Conhecido como um destino com o céu escuro, o parque Northumberland International Dark Sky é um ótimo local para observar estrelas.

O The Stell, instalação arquitetônica localizada perto da vila de Falstone, está no coração do parque.

O que à primeira vista pode parecer um aprisco de ovelhas é na verdade um lugar para sentar. No entanto, é perfeito para os visitantes levarem seus cobertores, garrafas térmicas e binóculos e observarem o céu estrelado.

O céu de Northumberland também permite ver a Aurora Boreal, o que normalmente só aconteceria em uma viagem para a Noruega, Islândia ou para o Círculo Polar Ártico.

5 – Coonabarabran, Austrália

Conhecida como a capital de astronomia da Austrália, Coonabarabran em Warrambungle Shire abriga o Siding Spring. Ele é primeiro observatório óptico e infravermelho do país.

A uma curta distância de carro das Montanhas Warrumbungle, o observatório tem diversos telescópios. Incluindo o famoso Telescópio Anglo-Australiano de 3,9 metros.

Uma vez ao ano, ele também recebe a StarFest, uma série de eventos com palestras e momentos ao ar livre em um fim de semana prolongado de outubro.

6 – Cabo Polonio, Uruguai

O Cabo Polonio também é conhecido por ter o céu mais escuro e as estrelas mais brilhantes do litoral uruguaio.

Embora essa pitoresca vila tenha crescido e hoje ofereça lojas, hostels e restaurantes, ela ainda continua não usando a rede elétrica convencional.

Algumas residências mais sofisticadas possuem eletricidade alimentada por energia solar. No entanto, muitas casas são iluminadas à luz de velas, geralmente produzidas nas lojas locais.

Ou seja, a poluição luminosa na região é particularmente baixa e ótima para observar as estrelas.

7 – Wadi Rum, Jordânia

Wadi Rum também é conhecido como Vale da Lua. Portanto, atrai fãs do cosmos do mundo todo.

Bem no coração do deserto da Jordânia, Wadi Rum proporciona aos visitantes o impressionante contraste das dunas douradas e luminosas durante o dia com o brilho das estrelas à noite.

8 – Atacama, Chile

A baixíssima umidade do ar, somada à altitude bastante elevada, proporcionam ao Deserto do Atacama, no norte do Chile, as melhores condições do mundo para se observar a Lua e as estrelas.

Existem várias empresas que oferecem o famoso “tour astronômico“ no destino.

O que achou disso?

Deixei sua classificação

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Rafael Massadar
Carioca, amante de esportes e de viagens. Escolhi o jornalismo porque ele vive pelo mundo e conta histórias de pessoas e realidades distintas. Tenho experiência em redação e assessoria de imprensa. Atualmente, trabalho numa agência de marketing digital.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Renda Cidadã: governo anuncia programa para substituir Bolsa Família

O governo do presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta segunda-feira, 28, o novo programa de transferência de renda: o Renda Cidadã, que vai...

IR 2020: caiu na malha fina? Saiba como regularizar a situação

Se você não teve a declaração do Imposto de Renda 2020 liberada até o último lote da restituição, é bem provável que...

Quanto custa fazer um intercâmbio nos EUA?

Intercâmbio nos EUA continua uma das prioridades para boa parte dos brasileiros que viajam ao exterior para estudar. O país só perde...

5 sinais que você mantém padrão de vida acima da sua renda

Gastar mais do que se ganha e viver um padrão de vida que não condiz com a sua realidade são efeitos da...

10 podcasts sobre investimentos para você ouvir

Não sabe onde aplicar seu dinheiro? Os podcasts sobre investimentos podem ser uma maneira eficiente de absorver conselhos e aprendizados de pessoas...

5 erros mais comuns ao usar cartão de crédito

Você já se complicou alguma vez utilizando o cartão de crédito? Ficou com preocupação com a fatura do próximo mês? Se a...