InícioNotíciasEconomiaAuxílio carioca: quem terá direito ao benefício de até R$500?

Auxílio carioca: quem terá direito ao benefício de até R$500?

Tempo de leitura: 4 minutos
()

Em meio a tantos relatos tristes por conta da pandemia do Coronavírus, os cariocas tiveram uma notícia que pode trazer alívio para muitas famílias. O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, divulgou na última quarta-feira, 24, o auxílio carioca.

A previsão é que o auxílio beneficie cerca de 900 mil pessoas, o que representa 14% da população do município. O benefício será de R$100 milhões, sendo R$70 milhões pagos pela prefeitura e R$30 milhões pela Câmara de Vereadores.

O auxílio carioca surgiu como forma de ajudar as famílias que serão atingidas pelo ‘feriadão’ criado pelo prefeito do Rio de Janeiro. Além disso, será uma forma de minimizar os impactos da Covid-19 na capital.

Saiba quem terá direito e os valores do auxílio carioca

Mas, quem poderá receber o auxílio carioca? De acordo com o prefeito Eduardo Paes, as famílias mais pobres serão as beneficiadas.

“Estamos buscando focar nas pessoas mais pobres, que de fato não têm a rede de proteção necessária para passar por um período difícil, nesses dez dias”, disse Paes.

Os alunos da rede municipal, ambulantes e barraqueiros cadastrados na prefeitura também serão beneficiados. No total serão cerca de 150 mil famílias que receberão o auxílio carioca. 

Além do mais, aproximadamente 20 mil famílias que estão no Cadastro Único da prefeitura e que não entram nem no Bolsa Família nem no Cartão Família Carioca também serão beneficiadas. 

+ 6 lições financeiras que a pandemia do coronavírus ensina

Vale ressaltar que os valores não serão iguais para todos. Sendo assim, eles variam. É preciso saber em qual categoria você se encaixa para conferir o valor do auxílio carioca que receberá. Confira a seguir!

  • Cartão Alimentação: R$108 para cada aluno da rede municipal de ensino, chegando a 643 mil estudantes e totalizando R$72,7 milhões;
  • Apoio emergencial: R$200 por família com renda per capita de até R$169, beneficiando 50 mil pessoas e com custo total de R$5,7 milhões;
  • Cartão Família Carioca: R$244 por família cadastrada no Bolsa Família, destinados a 177 mil pessoas e custando R$14,1 milhões;
  • Comércio de ambulante: R$500 para 13,5 mil pessoas, totalizando R$7,7 milhões.

Quando o auxílio carioca será pago?

O prefeito do município do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, já definiu as datas de pagamento do novo benefício carioca. E sabe qual é o melhor? Os beneficiários já começam a receber esta semana.

Ao que tudo indica, o dinheiro começará a cair a partir desta quinta-feira, 25, sendo pago na seguinte divisão e sequência: 

  • Cartão Família Carioca: ainda esta semana;
  • Estudantes: metade nesta quinta-feira (25), outra até o dia 2;
  • Ambulantes: até o dia 31;
  • Demais famílias: até o dia 31.

Vale destacar que, a princípio, o auxílio carioca não será pago outras vezes e terá uma única edição. 

+ Como fazer um planejamento financeiro na pandemia

Quer saber se terá direito ao benefício e receberá o valor previsto? De acordo com o secretário municipal de Fazenda do município do Rio, Pedro Paulo, os beneficiários irão receber um aviso por torpedo (SMS).

plano de saúde barato reembolso direito
O auxílio carioca é uma forma de minizamr os impactos causadas pela pandemia no Rio de Janeiro

Além disso, será possível ao término desta semana consultar o benefício no portal Carioca Digital, ou então procurar a rede de centros de assistência (Cras ou Creas).

“Buscamos construir um pacote de ações que minimize o impacto das medidas que anunciamos, de restrição, de interrupção de determinadas atividades econômicas nesses 10 dias. Estamos focando nas pessoas mais pobres, aquelas que, de fato, não têm a rede de proteção e as relações sociais necessárias para passar por um período difícil”, falou o chefe do município.

O que é o ‘superferiado’?

Para quem não sabe, a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou na última terça-feira, 23, o projeto de lei que cria o “superferiado” ou “feriadão”, que vai de 26 de março até o Domingo de Páscoa, em 4 de abril.

O projeto enviado pelo governo do estado visa conter o avanço da pandemia e não prejudicar o comércio. Mas, uma emenda que foi acrescentada ao projeto pelos deputados determinou que os municípios têm autonomia para decretar medidas de isolamento social.

Confira como ficou o superferiado no Rio de Janeiro:

  • 26 de março – feriado criado pelo projeto;
  • 27 de março – sábado;
  • 28 de março – domingo;
  • 29 de março – antecipação do feriado de Tiradentes, que tradicionalmente é em 21 de abril;
  • 30 de março – antecipação do feriado de São Jorge, que tradicionalmente é em 23 de abril;
  • 31 de março – feriado criado pelo projeto;
  • 1º de abril – feriado criado pelo projeto;
  • 2 de abril – sexta-feira santa;
  • 3 de abril – sábado de aleluia;
  • 4 de abril – domingo de Páscoa.

Este conteúdo te ajudou? Ficou com alguma dúvida? Então comente aqui! Se ajudou, compartilhe com um amigo para que ele também saiba dessa novidade!

O que achou disso?

Média da classificação / 5. Número de votos:

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Tempo de leitura: 4 minutos
Juliana Favorito
Jornalista apaixonada em escutar e escrever histórias, mas que também tem uma queda pelo Marketing Digital. Com experiência em redação, social mídia e marketing ela gosta de sempre estar atualizada sobre a área da comunicação. E como uma boa carioca, não dispensa uma praia.

4 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui