Início Notícias Finanças Pessoais Auxílio emergencial: Bolsonaro amplia benefício para novas categorias

Auxílio emergencial: Bolsonaro amplia benefício para novas categorias

0
(0)

O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta sexta-feira, 15, o projeto de lei que amplia os novos beneficiários do auxílio emergencial durante o período da pandemia do coronavírus.

O texto foi divulgado na edição do Diário Oficial da União. Com isso, passam a ter acesso ao auxílio de R$600 as mães menores de 18 anos e pessoas que declararam Imposto de Renda em 2018.

O presidente vetou, porém, a extensão da ajuda para homens solteiros chefes de família.

auxílio emergencial
Bolsonaro amplia auxílio emergencial para novas categorias

Além disso, o veto também atinge outros profissionais não inscritos no Cadastro Único, como motoristas de aplicativos, ambulantes de praia, pescadores, agricultores familiares e caminhoneiros. 

Para justificar os vetos, o governo informou que a proposta de lei fere o princípio da igualdade, uma vez que haveria privilégio de algumas profissões em razão de outras.

A lei sancionada pelo presidente passa a vigorar a partir desta sexta. No entanto, os vetos precisarão ser verificados pelo Congresso Nacional. 

+ 5 formas úteis de usar os R$600 do auxílio emergencial

Calendário da 2ª parcela do auxílio emergencial é divulgada

O Ministério da Cidadania divulgou o calendário de pagamento e saques da segunda parcela do auxílio emergencial para trabalhadores informais, autônomos, microempreendedores individuais (MEIs) e desempregados que perderam renda devido à pandemia da Covid-19. 

Serão dois calendários de acordo com o nascimento do beneficiário. O primeiro começará no dia 20 de maio.

Todos os beneficiários da segunda parcela receberão o dinheiro em conta digital, inclusive aqueles que indicaram conta em outro banco. 

O segundo calendário terá início no dia 30 de maio e será feito para o saque do auxílio em dinheiro nas agências da Caixa Econômica Federal.

Terão direito ao benefício da segunda parcela aqueles que receberam a primeira até o dia 30 de abril. A seguir, confira o calendário de pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial, de acordo com o mês do beneficiário:

Calendário do depósito na conta digital

-> janeiro e fevereiro: 20 de maio
-> março e abril: 21 de maio
-> maio e junho: 22 de maio
-> julho e agosto: 23 de maio
-> setembro e outubro: 25 de maio
-> novembro e dezembro: 26 de maio

Atenção: o dinheiro estará na conta a partir dessas datas. Contudo, não poderá ser sacado.

Calendário para saques do auxílio em dinheiro

Para evitar aglomeração de pessoas nas agências bancárias, o auxílio estará disponível para saques e transferências conforme o calendário a seguir:

-> Janeiro: 30 de maio
-> Fevereiro: 1º de junho
-> Março: 2 de junho
-> Abril: 3 de junho
-> Maio: 4 de junho
-> Junho: 5 de junho
-> Julho: 6 de junho
-> Agosto: 8 de junho
-> Setembro: 9 de junho
-> Outubro: 10 de junho
-> Novembro: 12 de junho
-> Dezembro: 13 de junho

Inscritos no Bolsa Família terão outro calendário

Para aqueles que recebem o Bolsa Família e foram aprovados no auxílio emergencial o calendário será diferente. 

Os saques em dinheiro começarão no dia 18 de maio e acontecerão de acordo com último número do NIS (Número de Identificação Social).

-> 18 de maio: NIS 1
-> 19 de maio: NIS 2
-> 20 de maio: NIS 3
-> 21 de maio: NIS 4
-> 22 de maio: NIS 5
-> 25 de maio: NIS 6
-> 26 de maio: NIS 7
-> 27 de maio: NIS 8
-> 28 de maio: NIS 9
-> 29 de maio: NIS 0

Auxílio emergencial ainda pode ser solicitado

Caso você não tenha solicitado o pedido do auxílio emergencial, ainda dá tempo! De acordo com o cronograma do governo, a solicitação poderá ser feita até o dia 2 de julho.

Podem solicitar o benefício desempregados, MEI, contribuinte individual da Previdência Social, trabalhador informal e, agora, mães menores de 18 anos e quem declarou IR em 2018.

Além dos requisitos citados acima, é necessário que a pessoa pertença à família cuja renda mensal não ultrapasse R$522,50 ou renda familiar seja de até três salários mínimos (R$3.135).

Para mulheres chefes de família, o governo determinou o pagamento de três parcelas de R$1200. Já os demais beneficiários receberão três parcelas de R$600.

O auxílio emergencial pode ser solicitado por meio do site da Caixa Econômica ou pelo aplicativo. Assim que o cadastro for aprovado, a previsão é que o dinheiro seja depositado em cinco dias úteis.

+ Aplicativo auxílio emergencial: saiba como se cadastrar

Vale lembrar também que todo cuidado é pouco porque qualquer informação errada poderá fazer com que o benefício seja negado. Portanto, muita atenção!

Gostou do nosso texto? Acha que ele pode ajudar alguém? Então compartilhe-o em suas redes sociais e ajude seus amigos a entenderem sobre o auxílio emergencial.

O que achou disso?

Deixei sua classificação

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Camila Miranda
Nascida na Zona Oeste do Rio, me divido entre jornalismo e marketing digital. Com três anos de experiência em Comunicação, já trabalhei em redação de jornal impresso, webjornalismo e assessoria de imprensa. Hoje, faço gestão de mídias sociais e produção de conteúdo. Amo assuntos sobre as áreas cultural e política. Reclamo do transporte público.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Conheça 10 franquias com investimentos de até R$10 mil

A pandemia do novo coronavírus fez com que a procura por microfranquias aumentasse. Em especial, as franquias de até R$10 mil.

Quais são os gastos para manter um carro próprio?

Muitos brasileiros sonham em ter o carro próprio, mas esquecem dos gastos que um veículo pode trazer. E isso acontece porque a...

Como escolher a rede social para seu negócio?

Você sabe como escolher a rede social ideal para o seu negócio? Qual irá fazer a sua empresa crescer e se tornar...

Cartões de crédito sem anuidade: veja os 14 melhores

Procurando por cartões de crédito sem anuidade? Eles conquistaram, definitivamente, espaço na economia brasileira. De acordo com a pesquisa realizada pelo SPC Brasil, cerca de...

Empreendedorismo feminino: o que é e quais os desafios

Falar sobre empreendedorismo faz com que muitas pessoas pensem em empresas grandes ou projetos inovadores. No entanto, empreender vai além disso: é...

5 motivos para investir em Bitcoin em 2020

Diversificar é uma das estratégias mais usadas por investidores de sucesso. Por isso, investir em Bitcoin pode ser uma boa ideia.