InícioNotíciasEconomiaAuxílio emergencial: Guedes diz que benefício será renovado

Auxílio emergencial: Guedes diz que benefício será renovado

Tempo de leitura: 3 minutos
()

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta terça-feira, 8, que o governo deve estender a rodada de pagamentos do auxílio emergencial aos mais vulneráveis por mais “dois ou três meses”. Em maio, o FinanceOne noticiou sobre uma possível prorrogação do benefício.

Diante de uma possível nova onda da Covid-19 no país e alta taxa no número de desempregos, além da pobreza em alta, o ministro Paulo Guedes quer ganhar tempo para o avanço da vacinação.

Com isso, o pagamento do auxílio que estava previsto para terminar em julho, pode ser ampliado até outubro.

Guedes promete renovação do auxílio emergencial

O objetivo, segundo ele, é que o benefício seja renovado até que toda população brasileira esteja vacinada

“Possivelmente nós vamos estender agora o auxilio emergencial por mais dois ou três meses, porque a pandemia está aí”, disse Guedes, em participação remota em um evento promovido pela Frente Parlamentar do Setor de Serviços.

Além disso, o ministro completou dizendo que “os governadores estão dizendo que, em dois ou três meses, a população brasileira adulta vai estar toda vacinada. Então, nós vamos renovar por dois ou três meses o auxílio, e logo depois entra, então, o novo Bolsa Família, já reforçado”.

coronavírus
Ministro da Economia, Paulo Guedes fala em estender novamente o auxílio emergencial

Apesar de prometer a renovação do auxílio emergencial, Guedes não detalhou os valores. Atualmente, o valor do benefício está entre R$150 e R$375, de acordo com a composição familiar do beneficiário.

O governo pretende, também, ganhar tempo para reformar o programa Bolsa Família. Antes, a reestruturação do programa estava prevista para agosto. De acordo com Guedes, ao fim do pagamento das parcelas do benefício, o governo quer implementar um novo Bolsa Família, já reformulado.

+ Auxílio Emergencial no IR: regras para quem foi vítima de fraude

Caixa libera saques e transferências do auxílio emergencial para nascidos em maio

A Caixa Econômica libera nesta terça, 8, mais um pagamento do auxílio emergencial 2021. Com isso, poderão sacar a segunda parcela do auxílio os beneficiários inscritos no app e no site e nascidos em maio, e que receberam o depósito na conta no mês passado.

O pagamento da segunda parcela do auxílio para este público terminou em 30 de maio. Para quem faz parte do Bolsa Família, os pagamentos foram até 31 de maio.

+ Como antecipar o saque do auxílio emergencial?

Os pagamentos da terceira parcela do benefício começam em 17 de junho para o público do Bolsa Família, e em 20 de junho para os demais beneficiários.

Na quarta-feira, 9, será a vez dos nascidos em junho. Os beneficiários poderão, portanto, realizar saques e transferências do auxílio emergencial 2021.

O depósito da terceira parcela do benefício para os inscritos via aplicativo e site será feito a partir do dia 20 de junho para os nascidos em janeiro. O calendário deste terceiro ciclo seguirá conforme aniversário do beneficiário e, por isso, será pago até 21 de julho.

‘É só ir no banco e fazer empréstimo’, diz Bolsonaro sobre auxílio emergencial

O presidente Jair Bolsonaro disse no começo deste mês que quem quiser a ampliação do auxílio emergencial deve “ir no banco e fazer um empréstimo”. A declaração do presidente ocorreu na saída do Palácio da Alvorada, em conversa com apoiadores e foi transmitida por um site bolsonarista.

“Qual pais do mundo fez um projeto igual ao nosso, num momento de crise, que foi o auxílio emergencial? Nós gastamos em 2020 com o auxílio emergencial o equivalente a 10 anos de Bolsa Família. E tem gente criticando ainda falando que quer mais. Como é endividamento por parte do governo, quem quer mais é só ir no banco e fazer empréstimo”, disse o presidente.

Os valores pagos neste ano são inferiores aos desembolsados no ano passado, quando vigorou um auxílio de R$600 durante cinco parcelas e de R$300 em quatro.

O auxílio teve início em abril de 2020 e ajudou famílias de baixa renda a se estabelecerem economicamente devido a crise provocada pela pandemia do coronavirus. Ao todo, 68 milhões de brasileiros foram contemplados com o auxílio emergencial no ano passado.

Conhece alguém que recebe o benefício do auxílio emergencial? Então compartilhe essa informação com ele e divulgue a notícias nas suas redes sociais!

O que achou disso?

Média da classificação / 5. Número de votos:

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Tempo de leitura: 3 minutos
Camila Miranda
Nascida na Zona Oeste do Rio, me divido entre jornalismo e marketing digital. Com três anos de experiência em Comunicação, já trabalhei em redação de jornal impresso, webjornalismo e assessoria de imprensa. Hoje, faço gestão de mídias sociais e produção de conteúdo. Amo assuntos sobre as áreas cultural e política. Reclamo do transporte público.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos Artigos