Bitcoin registra alta de 8% e se aproxima de US$9 mil

Escrito por: Tamires Silva em 16 de janeiro de 2020

Na terça-feira, 14, o Bitcoin registrou uma alta de mais de 8%, chegando aos US$8.500. A criptomoeda já vinha em um bom momento e agora bateu a sua máxima em dois meses.

No Brasil, a alta foi de 7,62%, para R$36.221. Segundo especialistas, a valorização das criptomoedas é generalizada, uma vez que as maiores estão valorizando em mais de 10%.

Mas afinal, o que é Bitcoin? Para quem não sabe é a principal criptomoeda (usada somente para transações virtuais) do mercado.

-> Confira as Cotações do Bitcoin <-

Vários fatores podem interferir na valorização das criptomoedas. Desta vez, a explicação, em parte, pode estar no fato de que a bolsa de Chicago, CME Group, anunciou que está aberta para negociar as opções de Bitcoin.

A alta teve início na noite de segunda. Mas outras criptomoedas que também dispararam foram Ethereum (15%) e o Ripple (13%). O Bitcoin Cash registra alta de 24% e o Bitcoin SV, 95%.

Bitcoin
Criptomoeda registra alta após anúncio da Bolsa de Chicago

Após o anúncio da Bolsa de Chicago, o volume negociado chegou a 55 contratos, ou US$2,1 milhões. Cada contrato, cotado em dólares, representa cinco bitcoins.

O resultado, de acordo com especialistas, é superior ao que já foi negociado na plataforma da Bakkt, de propriedade da ICE, que desde quando foi lançada, em dezembro, negociou cerca de US$1 milhão.

+ Criptomoeda dispara! E agora, vale investir?

Bitcoin subiu em 87% no último ano

Um levantamento considerando os anos de 2018, 2019 e 2020 demonstrou que o preço do Bitcoin subiu 87% no último ano.

A pesquisa do The Next Web observou a movimentação de valores da moeda focando especificamente no desempenho no quarto trimestre do ano passado.

Um breve retrospecto da Olhar Digital mostra que a criptomoeda ficou estável de janeiro até março. Mas o segundo trimestre foi mais promissor para investidores e hodlers, com o registro de novos recordes de valores.

O valor mais alto do terceiro trimestre foi registrado em agosto, ficando em US$11 mil. No quarto, a moeda foi negociada a preços ainda mais altos.

Como funciona a cotação do Bitcoin?

Falando de forma básica, a cotação funciona tendo como princípio a conhecida lei da oferta e procura. Ou seja, a quantidade da moeda no mercado em relação é o que vai determinar a sua valorização ou não.

Por isso, são vários os fatores, políticos e econômicos, que podem interferir na alta da principal criptomoeda do mercado.

A moeda não é regulamentada por qualquer órgão, então é investimento exposto fortemente à especulação. Por isso, a recomendação é estar bem informado antes de investir nele.

Para acompanhar as variações da criptomoeda, investidores utilizam ferramentas como o gráfico Bitcoin e a calculadora Bitcoin (para saber a cotação em Real, Dólar, Euro ou qualquer outro câmbio).

+ Pirâmides de Bitcoin: como funciona e como evitar

Tamires Silva

Jornalista atuando como repórter e produtora de conteúdo. Produz conteúdo para internet desde 2015.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

Retrospectiva 2018
Bitcoin Cash
Bitcoin
Mineração de criptomoedas
criptomoeda