Mais
    InícioNotíciasEconomiaCâmara aprova Reforma do Imposto de Renda. Veja as mudanças!

    Câmara aprova Reforma do Imposto de Renda. Veja as mudanças!

    0
    (0)

    No último dia 1º de setembro mais um passo foi dado rumo à Reforma do Imposto de Renda. O texto base que muda aspectos importantes sobre as regras do IR foi aprovado na Câmara dos Deputados.

    Publicidade

    Isso quer dizer que agora só falta passar pela aprovação do Senado Federal. Depois disso, a reforma poderá ser efetivamente sancionada pelo presidente e entrar em vigor.

    O texto aprovado pela primeira Casa Legislativa prevê algumas mudanças. Na prática, a nova reforma deverá acarretar na redução da arrecadação do IR sobre pessoas físicas e empresas.

    Mas o relator do texto, o deputado Celso Sabino (PSDB-PA), explica que há mecanismos de compensação previstos no projeto que deverão compensar isso.

    Para as pessoas físicas, a principal mudança é o reajuste na tabela do IRPF – Imposto de Renda para Pessoas Físicas. O projeto foi enviado em junho ao Congresso, como parte da Reforma Tributária.

    + Como enviar a declaração do IRPF pelo celular

    O que muda com a Reforma do Imposto de Renda?

    Antes de qualquer coisa, é importante destacar que a versão final da reforma ainda não está definida. Isso porque o texto base ainda poderá sofrer alterações no Senado Federal.

    Publicidade

    Mas, como visto, o projeto inicial e a versão aprovada na Câmara já preveem alguns pontos de alteração importantes. A maioria deles deverá ser mantida.

    Algumas das principais mudanças previstas são:

    • corte de 7% na alíquota do IR para empresas, que cai de 15% para 8%;
    • tributação inédita do mercado financeiro, que passará a ter uma taxa de 20% sobre lucros e dividendos; e
    • atualização da tabela atual do Imposto de Renda para pessoas físicas;
    • novas alíquotas para minérios, que passam de 4% para 5,5% de tributação.

    Segundo Sabino, essa taxação mencionada no segundo tópico é o que deverá compensar as reduções de arrecadação do IR sobre pessoas físicas e empresas.

    celular com tela aberta no aplicativo da Receita Federal
    IMPOSTO DE RENDA 201,Declaração IRPF 2019

    O que muda com a reforma no IR para pessoas físicas?

    A Reforma do Imposto de Renda para pessoas físicas prevê algumas mudanças. Para começar, a tabela será alterada e todas as faixas salariais tributáveis terão diminuição de impostos.

    Renda mensalImposto
    até R$2.500Isento
    R$2.500,01 até R$3.2007,5%
    R$3.200,01 até R$4.25015%
    R$4.250,01 até R$5.30022,5%
    acima de R$5.300,0127,5%
    Reforma do Imposto de Renda para pessoas físicas

    Além disso, como é possível notar na tabela, o limite para isenção do IR vai subir. O texto atual do projeto prevê que trabalhadores formais que recebem até R$2,5 mil de salário mensal ficarão isentos de qualquer contribuição.

    Publicidade

    Atualmente, esse limite é de R$1,9 mil. Os trabalhadores formais com renda mensal acima de R$2,5 mil que optarem pela declaração simplificada terão a possibilidade de abater 20% do IR, desde que não ultrapasse R$10.563,60.

    De acordo com o Governo Federal, a nova tabela isentará 5,6 milhões de contribuintes. Saiba mais sobre a Reforma do Imposto de Renda na avaliação de um especialista:

    O placar da votação na Câmara foi de 398 votos a favor da reforma e 77 votos contra. O próximo passo será a aprovação no Senado Federal.

    Gostou do conteúdo? Então compartilhe com seus amigos que declaram Imposto de Renda!

    O que achou disso?

    Publicidade

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Tamires Silva
    Tamires Silva
    Jornalista e Redatora do FinanceOne, onde suas finanças começam.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasEconomiaCâmara aprova Reforma do Imposto de Renda. Veja as mudanças!

    Câmara aprova Reforma do Imposto de Renda. Veja as mudanças!

    0
    (0)

    No último dia 1º de setembro mais um passo foi dado rumo à Reforma do Imposto de Renda. O texto base que muda aspectos importantes sobre as regras do IR foi aprovado na Câmara dos Deputados.

    Publicidade

    Isso quer dizer que agora só falta passar pela aprovação do Senado Federal. Depois disso, a reforma poderá ser efetivamente sancionada pelo presidente e entrar em vigor.

    O texto aprovado pela primeira Casa Legislativa prevê algumas mudanças. Na prática, a nova reforma deverá acarretar na redução da arrecadação do IR sobre pessoas físicas e empresas.

    Mas o relator do texto, o deputado Celso Sabino (PSDB-PA), explica que há mecanismos de compensação previstos no projeto que deverão compensar isso.

    Para as pessoas físicas, a principal mudança é o reajuste na tabela do IRPF – Imposto de Renda para Pessoas Físicas. O projeto foi enviado em junho ao Congresso, como parte da Reforma Tributária.

    + Como enviar a declaração do IRPF pelo celular

    O que muda com a Reforma do Imposto de Renda?

    Antes de qualquer coisa, é importante destacar que a versão final da reforma ainda não está definida. Isso porque o texto base ainda poderá sofrer alterações no Senado Federal.

    Publicidade

    Mas, como visto, o projeto inicial e a versão aprovada na Câmara já preveem alguns pontos de alteração importantes. A maioria deles deverá ser mantida.

    Algumas das principais mudanças previstas são:

    • corte de 7% na alíquota do IR para empresas, que cai de 15% para 8%;
    • tributação inédita do mercado financeiro, que passará a ter uma taxa de 20% sobre lucros e dividendos; e
    • atualização da tabela atual do Imposto de Renda para pessoas físicas;
    • novas alíquotas para minérios, que passam de 4% para 5,5% de tributação.

    Segundo Sabino, essa taxação mencionada no segundo tópico é o que deverá compensar as reduções de arrecadação do IR sobre pessoas físicas e empresas.

    celular com tela aberta no aplicativo da Receita Federal
    IMPOSTO DE RENDA 201,Declaração IRPF 2019

    O que muda com a reforma no IR para pessoas físicas?

    A Reforma do Imposto de Renda para pessoas físicas prevê algumas mudanças. Para começar, a tabela será alterada e todas as faixas salariais tributáveis terão diminuição de impostos.

    Renda mensalImposto
    até R$2.500Isento
    R$2.500,01 até R$3.2007,5%
    R$3.200,01 até R$4.25015%
    R$4.250,01 até R$5.30022,5%
    acima de R$5.300,0127,5%
    Reforma do Imposto de Renda para pessoas físicas

    Além disso, como é possível notar na tabela, o limite para isenção do IR vai subir. O texto atual do projeto prevê que trabalhadores formais que recebem até R$2,5 mil de salário mensal ficarão isentos de qualquer contribuição.

    Publicidade

    Atualmente, esse limite é de R$1,9 mil. Os trabalhadores formais com renda mensal acima de R$2,5 mil que optarem pela declaração simplificada terão a possibilidade de abater 20% do IR, desde que não ultrapasse R$10.563,60.

    De acordo com o Governo Federal, a nova tabela isentará 5,6 milhões de contribuintes. Saiba mais sobre a Reforma do Imposto de Renda na avaliação de um especialista:

    O placar da votação na Câmara foi de 398 votos a favor da reforma e 77 votos contra. O próximo passo será a aprovação no Senado Federal.

    Gostou do conteúdo? Então compartilhe com seus amigos que declaram Imposto de Renda!

    O que achou disso?

    Publicidade

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?