Mais
    InícioNotíciasFinanças PessoaisSaiba quais são os 10 carros que mais desvalorizaram na pandemia

    Saiba quais são os 10 carros que mais desvalorizaram na pandemia

    3.4
    (5)

    Levantamento da plataforma Auto Avaliar lista os 10 carros que mais desvalorizaram durante a pandemia do coronavírus.

    O estudo foi realizado com base nas transações realizadas entre 3.500 concessionárias e 30 mil lojistas multimarcas no primeiro semestre do ano.

    De acordo com a plataforma, o valor de mercado do automóvel, em meio à crise econômica, caiu 14% em comparação com o mesmo período de 2019.

    carros que mais desvalorizaram
    Volswagen Fox (ano 2009) é um dos carros que mais desvalorizaram no primeiro semestre do ano, segundo a Auto Avaliar

    No primeiro semestre do ano passado, o preço médio de comercialização do veículo foi de R$12.847, enquanto, em 2020, o valor ficou em R$11.051.

    Quem lidera essa lista é o Volswagen Fox (ano 2009). Ele é é o carro com maior índice de desvalorização no varejo de seminovos no país no primeiro semestre do ano.

    O modelo é seguido pelo Citroën C3 2008 e Peugeot 207 2011, com variação de preço de 13,40% e 13%, respectivamente.

    Os 10 carros que mais desvalorizaram na pandemia

    Confira abaixo a lista dos 10 carros que mais desvalorizaram, de acordo com o levantamento da plataforma Auto Avaliar:

    VeículoValor médio semestre 2019Valor médio semestre 2020Diferença
    Volkswagen Fox 2009 1.0 MI 8V Flex 4P manualR$12.847R$11.051-14,00%
    Citroën C3 2008 1.4 I GLX 8V FLEX 4P manualR$10.673R$9.240-13,40%
    Peugeot 207 2011 1.4 XR 8V FLEX 4P manualR$12.615R$10.977-13,00%
    Citroën C3 2011 1.4 I GLX 8V FLEX 4P manualR$14.368R$12.519-12,90%
    Peugeot 207 2012 1.4 XR 8V FLEX 4P manualR$13.844R$12.090-12,70%
    Citroën C3 2015 – 1.5 Tendance 8V FLEX 4P manualR$27.201R$24.063-11,50%
    Hyundai Tucson 2015 – 2.0 MPFI GLS 16V 143CV 2WD FLEX 4P automáticoR$37.911R$33.555-11,50%
    Ford Fiesta 2013 1.0 Rocam Hatch 8V FLEX 4P manualR$16.677R$14.796-11,30%
    Renault Sandero 2011 1.0 Expression 16V Flex 4P manualR$14.070R$12.485-11,30%
    Chevrolet Cobalt 2012 1.4 SFI LTZ 8V FLEX 4P manualR$23.643R$21.139-10,60%

    Dados mais recentes, de 2021, divulgados pela startup Mobiauto, revelam uma lista de 10 carros que mais valorizaram, diferentemente dos citados acima.

    Confira os carros que mais valorizaram durante a pandemia

    1) Lexus UX 250h Luxury
    Preço 0 km em março de 2020: R$193.990
    Preço usado em março de 2021: R$ 28.057
    Valorização: 17,56%

    2) Lexus UX 250h F-Sport
    Preço 0 km em março de 2020: R$214.990
    Preço usado em março de 2021: R$252.698
    Valorização: 17,54%

    3) Lexus UX 250h Dynamic
    Preço 0 km em março de 2020: R$173.450
    Preço usado em março de 2021: R$203.722
    Valorização: 17,48%

    4) Jeep Wrangler Sahara Overland
    Preço 0 km em março de 2020: R$283.540
    Preço usado em março de 2021: R$332.700
    Valorização: 17,36%

    5) Lexus NX 300h Luxury
    Preço 0 km em março de 2020: R$232.650
    Preço usado em março de 2021: R$268.745
    Valorização: 15,51%

    6) Mercedes-Benz GLC 220d (Diesel)
    Preço 0 km em março de 2020: R$299.580
    Preço usado em março de 2021: R$345.049
    Valorização: 15,18%

    7) Mercedes-Benz GLC 300 Coupé
    Preço 0 km em março de 2020: R$360.580
    Preço usado em março de 2021: R$412.189
    Valorização: 14,31%

    8) Jeep Wrangler Sahara 2.0
    Preço 0 km em março de 2020: R$269.100
    Preço usado em março de 2021: R$306.781
    Valorização: 14%

    9) Toyota RAV4 S Hybrid
    Preço 0 km em março de 2020: R$176.962
    Preço usado em março de 2021: R$201.455
    Valorização: 13,84%

    10) Mercedes-Benz GLC 63S AMG
    Preço 0 km em março de 2020: R$599.720
    Preço usado em março de 2021: R$681.666
    Valorização: 13,66%

    Como funciona a desvalorização?

    Uma das maiores preocupações de quem opta por investir em um carro é a desvalorização.

    Isso porque, além de considerar a marca, o modelo, o ano e, claro, o investimento, é preciso analisar qual a perda de valor de mercado daquele veículo.

    A desvalorização de um carro nada mais é do que o efeito de desgaste provocado, naturalmente, pelo seu uso. Conforme o tempo passa, mais o veículo necessita de manutenção.

    Assim, mais alto é o custo para manter o carro e menor fica o seu valor de mercado. Logo, a desvalorização é o valor que o carro perde ao longo do tempo.

    Outros critérios para saber os carros que mais desvalorizaram

    -> Quanto mais idade tiver o seu carro, menor será o seu valor;

    -> A quilometragem também importa. Logo, quanto mais o carro já rodou, maior será a sua desvalorização;

    -> Amassados e riscos influenciam e podem diminuir o valor o seu carro na hora de revender.

    Para saber quais carros que mais desvalorizaram, normalmente é utilizada como referência a tabela Fipe. Ela é elaborada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas.

    Essa fonte de consulta considera o preço médio de revenda de cada modelo de automóvel disponível no mercado.

    + Tabela Fipe: saiba o que é e como consultar

    O que fazer para reduzir a velocidade dessa desvalorização?

    Lutar contra a desvalorização de um veículo é uma tarefa complicada.

    Como ressaltamos, a partir do instante em que ele ultrapassa a porta da concessionária, o tempo passar a agir, afetando o seu valor. E, por consequência, o bolso do proprietário.

    Ainda assim, existem algumas estratégias para minimizar esse efeito. Confira alguma delas a seguir!

    1 – Escolha modelos mais procurados

    Na hora de efetuar a compra, prefira sempre os modelos mais populares. Quanto maior for a procura por um tipo de veículo, menor será a taxa de desvalorização que ele vai sofrer.

    E o contrário também é válido: carros ou motos com baixa popularidade sofrerão uma desvalorização bem mais rápida.

    2 – Deixe a manutenção sempre em dia

    A manutenção deve ser pensada não apenas para deixar o veículo em condições de rodar, mas também para manter o automóvel em bom estado de conservação.

    Ou seja, visando a preservação do seu valor sempre o mais perto possível do que ele tinha quando foi comprado.

    Para isso, faça a manutenção nos locais indicados pela fabricante. Além disso, levar o veículo na oficina autorizada evita que a garantia concedida pela fabricante seja perdida.

    3 – Seja cuidadoso

    Batidas, amassados e riscos, ainda que reparados posteriormente, prejudicam a percepção do mercado sobre o automóvel. Eles aceleram ainda mais o seu processo de desvalorização.

    Quer comprar um carro com manutenção barata? Separamos algumas dicas. Confira!

    O que achou disso?

    Média da classificação 3.4 / 5. Número de votos: 5

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Rafael Massadar
    Rafael Massadar
    Carioca, amante de esportes e de viagens. Escolhi o jornalismo porque ele vive pelo mundo e conta histórias de pessoas e realidades distintas. Tenho experiência em redação e assessoria de imprensa. Atualmente, trabalho numa agência de marketing digital.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasFinanças PessoaisSaiba quais são os 10 carros que mais desvalorizaram na pandemia

    Saiba quais são os 10 carros que mais desvalorizaram na pandemia

    3.4
    (5)

    Levantamento da plataforma Auto Avaliar lista os 10 carros que mais desvalorizaram durante a pandemia do coronavírus.

    O estudo foi realizado com base nas transações realizadas entre 3.500 concessionárias e 30 mil lojistas multimarcas no primeiro semestre do ano.

    De acordo com a plataforma, o valor de mercado do automóvel, em meio à crise econômica, caiu 14% em comparação com o mesmo período de 2019.

    carros que mais desvalorizaram
    Volswagen Fox (ano 2009) é um dos carros que mais desvalorizaram no primeiro semestre do ano, segundo a Auto Avaliar

    No primeiro semestre do ano passado, o preço médio de comercialização do veículo foi de R$12.847, enquanto, em 2020, o valor ficou em R$11.051.

    Quem lidera essa lista é o Volswagen Fox (ano 2009). Ele é é o carro com maior índice de desvalorização no varejo de seminovos no país no primeiro semestre do ano.

    O modelo é seguido pelo Citroën C3 2008 e Peugeot 207 2011, com variação de preço de 13,40% e 13%, respectivamente.

    Os 10 carros que mais desvalorizaram na pandemia

    Confira abaixo a lista dos 10 carros que mais desvalorizaram, de acordo com o levantamento da plataforma Auto Avaliar:

    VeículoValor médio semestre 2019Valor médio semestre 2020Diferença
    Volkswagen Fox 2009 1.0 MI 8V Flex 4P manualR$12.847R$11.051-14,00%
    Citroën C3 2008 1.4 I GLX 8V FLEX 4P manualR$10.673R$9.240-13,40%
    Peugeot 207 2011 1.4 XR 8V FLEX 4P manualR$12.615R$10.977-13,00%
    Citroën C3 2011 1.4 I GLX 8V FLEX 4P manualR$14.368R$12.519-12,90%
    Peugeot 207 2012 1.4 XR 8V FLEX 4P manualR$13.844R$12.090-12,70%
    Citroën C3 2015 – 1.5 Tendance 8V FLEX 4P manualR$27.201R$24.063-11,50%
    Hyundai Tucson 2015 – 2.0 MPFI GLS 16V 143CV 2WD FLEX 4P automáticoR$37.911R$33.555-11,50%
    Ford Fiesta 2013 1.0 Rocam Hatch 8V FLEX 4P manualR$16.677R$14.796-11,30%
    Renault Sandero 2011 1.0 Expression 16V Flex 4P manualR$14.070R$12.485-11,30%
    Chevrolet Cobalt 2012 1.4 SFI LTZ 8V FLEX 4P manualR$23.643R$21.139-10,60%

    Dados mais recentes, de 2021, divulgados pela startup Mobiauto, revelam uma lista de 10 carros que mais valorizaram, diferentemente dos citados acima.

    Confira os carros que mais valorizaram durante a pandemia

    1) Lexus UX 250h Luxury
    Preço 0 km em março de 2020: R$193.990
    Preço usado em março de 2021: R$ 28.057
    Valorização: 17,56%

    2) Lexus UX 250h F-Sport
    Preço 0 km em março de 2020: R$214.990
    Preço usado em março de 2021: R$252.698
    Valorização: 17,54%

    3) Lexus UX 250h Dynamic
    Preço 0 km em março de 2020: R$173.450
    Preço usado em março de 2021: R$203.722
    Valorização: 17,48%

    4) Jeep Wrangler Sahara Overland
    Preço 0 km em março de 2020: R$283.540
    Preço usado em março de 2021: R$332.700
    Valorização: 17,36%

    5) Lexus NX 300h Luxury
    Preço 0 km em março de 2020: R$232.650
    Preço usado em março de 2021: R$268.745
    Valorização: 15,51%

    6) Mercedes-Benz GLC 220d (Diesel)
    Preço 0 km em março de 2020: R$299.580
    Preço usado em março de 2021: R$345.049
    Valorização: 15,18%

    7) Mercedes-Benz GLC 300 Coupé
    Preço 0 km em março de 2020: R$360.580
    Preço usado em março de 2021: R$412.189
    Valorização: 14,31%

    8) Jeep Wrangler Sahara 2.0
    Preço 0 km em março de 2020: R$269.100
    Preço usado em março de 2021: R$306.781
    Valorização: 14%

    9) Toyota RAV4 S Hybrid
    Preço 0 km em março de 2020: R$176.962
    Preço usado em março de 2021: R$201.455
    Valorização: 13,84%

    10) Mercedes-Benz GLC 63S AMG
    Preço 0 km em março de 2020: R$599.720
    Preço usado em março de 2021: R$681.666
    Valorização: 13,66%

    Como funciona a desvalorização?

    Uma das maiores preocupações de quem opta por investir em um carro é a desvalorização.

    Isso porque, além de considerar a marca, o modelo, o ano e, claro, o investimento, é preciso analisar qual a perda de valor de mercado daquele veículo.

    A desvalorização de um carro nada mais é do que o efeito de desgaste provocado, naturalmente, pelo seu uso. Conforme o tempo passa, mais o veículo necessita de manutenção.

    Assim, mais alto é o custo para manter o carro e menor fica o seu valor de mercado. Logo, a desvalorização é o valor que o carro perde ao longo do tempo.

    Outros critérios para saber os carros que mais desvalorizaram

    -> Quanto mais idade tiver o seu carro, menor será o seu valor;

    -> A quilometragem também importa. Logo, quanto mais o carro já rodou, maior será a sua desvalorização;

    -> Amassados e riscos influenciam e podem diminuir o valor o seu carro na hora de revender.

    Para saber quais carros que mais desvalorizaram, normalmente é utilizada como referência a tabela Fipe. Ela é elaborada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas.

    Essa fonte de consulta considera o preço médio de revenda de cada modelo de automóvel disponível no mercado.

    + Tabela Fipe: saiba o que é e como consultar

    O que fazer para reduzir a velocidade dessa desvalorização?

    Lutar contra a desvalorização de um veículo é uma tarefa complicada.

    Como ressaltamos, a partir do instante em que ele ultrapassa a porta da concessionária, o tempo passar a agir, afetando o seu valor. E, por consequência, o bolso do proprietário.

    Ainda assim, existem algumas estratégias para minimizar esse efeito. Confira alguma delas a seguir!

    1 – Escolha modelos mais procurados

    Na hora de efetuar a compra, prefira sempre os modelos mais populares. Quanto maior for a procura por um tipo de veículo, menor será a taxa de desvalorização que ele vai sofrer.

    E o contrário também é válido: carros ou motos com baixa popularidade sofrerão uma desvalorização bem mais rápida.

    2 – Deixe a manutenção sempre em dia

    A manutenção deve ser pensada não apenas para deixar o veículo em condições de rodar, mas também para manter o automóvel em bom estado de conservação.

    Ou seja, visando a preservação do seu valor sempre o mais perto possível do que ele tinha quando foi comprado.

    Para isso, faça a manutenção nos locais indicados pela fabricante. Além disso, levar o veículo na oficina autorizada evita que a garantia concedida pela fabricante seja perdida.

    3 – Seja cuidadoso

    Batidas, amassados e riscos, ainda que reparados posteriormente, prejudicam a percepção do mercado sobre o automóvel. Eles aceleram ainda mais o seu processo de desvalorização.

    Quer comprar um carro com manutenção barata? Separamos algumas dicas. Confira!

    O que achou disso?

    Média da classificação 3.4 / 5. Número de votos: 5

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?