Início Arquivo 10 carros que mais desvalorizaram na pandemia

10 carros que mais desvalorizaram na pandemia

0
(0)

Levantamento da plataforma Auto Avaliar lista os 10 carros que mais desvalorizaram durante a pandemia do coronavírus.

O estudo foi realizado com base nas transações realizadas entre 3.500 concessionárias e 30 mil lojistas multimarcas no primeiro semestre do ano.

De acordo com a plataforma, o valor de mercado do automóvel, em meio à crise econômica, caiu 14% em comparação com o mesmo período de 2019.

carros que mais desvalorizaram
Volswagen Fox (ano 2009) é um dos carros que mais desvalorizaram no primeiro semestre do ano, segundo a Auto Avaliar

No primeiro semestre do ano passado, o preço médio de comercialização do veículo foi de R$12.847, enquanto, em 2020, o valor ficou em R$11.051.

Quem lidera essa lista é o Volswagen Fox (ano 2009). Ele é é o carro com maior índice de desvalorização no varejo de seminovos no país no primeiro semestre do ano.

O modelo é seguido pelo Citroën C3 2008 e Peugeot 207 2011, com variação de preço de 13,40% e 13%, respectivamente.

Os 10 carros que mais desvalorizaram na pandemia

Confira abaixo a lista dos 10 carros que mais desvalorizaram, de acordo com o levantamento da plataforma Auto Avaliar:

Veículo / Valor médio semestre 2019 / Valor médio semestre 2020 / Diferença

1 – Volkswagen Fox 2009 1.0 MI 8V Flex 4P manual – R$12.847 / R$11.051 / -14,00%
2 – Citroën C3 2008 1.4 I GLX 8V FLEX 4P manual – R$10.673 / R$9.240 / -13,40%
3 – Peugeot 207 2011 1.4 XR 8V FLEX 4P manual – R$12.615 / R$10.977 / -13,00%
4 – Citroën C3 2011 1.4 I GLX 8V FLEX 4P manual – R$14.368 / R$12.519 / -12,90%
5 – Peugeot 207 2012 1.4 XR 8V FLEX 4P manual – R$13.844 / R$12.090 / -12,70%
6 – Citroën C3 2015 – 1.5 Tendance 8V FLEX 4P manual – R$27.201 / R$24.063 / -11,50%
7 – Hyundai Tucson 2015 – 2.0 MPFI GLS 16V 143CV 2WD FLEX 4P automático – R$37.911 / R$33.555 / -11,50%
8 – Ford Fiesta 2013 1.0 Rocam Hatch 8V FLEX 4P manual – R$16.677 / R$14.796 / -11,30%
9 – Renault Sandero 2011 1.0 Expression 16V Flex 4P manual – R$14.070 / R$12.485 / -11,30%
10 – Chevrolet Cobalt 2012 1.4 SFI LTZ 8V FLEX 4P manual – R$23.643 / R$21.139 / -10,60%

Como funciona a desvalorização?

Uma das maiores preocupações de quem opta por investir em um carro é a desvalorização.

Isso porque, além de considerar a marca, o modelo, o ano e, claro, o investimento, é preciso analisar qual a perda de valor de mercado daquele veículo.

A desvalorização de um carro nada mais é do que o efeito de desgaste provocado, naturalmente, pelo seu uso. Conforme o tempo passa, mais o veículo necessita de manutenção.

Assim, mais alto é o custo para manter o carro e menor fica o seu valor de mercado. Logo, a desvalorização é o valor que o carro perde ao longo do tempo.

Outros critérios para saber os carros que mais desvalorizaram

– Quanto mais idade tiver o seu carro, menor será o seu valor;

-A quilometragem também importa. Logo, quanto mais o carro já rodou, maior será a sua desvalorização;

– Amassados e riscos influenciam e podem diminuir o valor o seu carro na hora de revender.

Para saber quais carros que mais desvalorizaram, normalmente é utilizada como referência a tabela Fipe. Ela é elaborada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas.

Essa fonte de consulta considera o preço médio de revenda de cada modelo de automóvel disponível no mercado.

O que fazer para reduzir a velocidade dessa desvalorização?

Lutar contra a desvalorização de um veículo é uma tarefa complicada.

Como ressaltamos, a partir do instante em que ele ultrapassa a porta da concessionária, o tempo passar a agir, afetando o seu valor. E, por consequência, o bolso do proprietário.

Ainda assim, existem algumas estratégias para minimizar esse efeito. Confira alguma delas a seguir!

1 – Escolha modelos mais procurados

Na hora de efetuar a compra, prefira sempre os modelos mais populares. Quanto maior for a procura por um tipo de veículo, menor será a taxa de desvalorização que ele vai sofrer.

E o contrário também é válido: carros ou motos com baixa popularidade sofrerão uma desvalorização bem mais rápida.

2 – Deixe a manutenção sempre em dia

A manutenção deve ser pensada não apenas para deixar o veículo em condições de rodar, mas também para manter o automóvel em bom estado de conservação.

Ou seja, visando a preservação do seu valor sempre o mais perto possível do que ele tinha quando foi comprado.

Para isso, faça a manutenção nos locais indicados pela fabricante. Além disso, levar o veículo na oficina autorizada evita que a garantia concedida pela fabricante seja perdida.

3 – Seja cuidadoso

Batidas, amassados e riscos, ainda que reparados posteriormente, prejudicam a percepção do mercado sobre o automóvel. Eles aceleram ainda mais o seu processo de desvalorização.

Quer comprar um carro com manutenção barata? FinanceOne separou algumas dicas. Confira!

O que achou disso?

Deixei sua classificação

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Rafael Massadar
Carioca, amante de esportes e de viagens. Escolhi o jornalismo porque ele vive pelo mundo e conta histórias de pessoas e realidades distintas. Tenho experiência em redação e assessoria de imprensa. Atualmente, trabalho numa agência de marketing digital.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Conheça 10 franquias com investimentos de até R$10 mil

A pandemia do novo coronavírus fez com que a procura por microfranquias aumentasse. Em especial, as franquias de até R$10 mil.

Quais são os gastos para manter um carro próprio?

Muitos brasileiros sonham em ter o carro próprio, mas esquecem dos gastos que um veículo pode trazer. E isso acontece porque a...

Como escolher a rede social para seu negócio?

Você sabe como escolher a rede social ideal para o seu negócio? Qual irá fazer a sua empresa crescer e se tornar...

Cartões de crédito sem anuidade: veja os 14 melhores

Procurando por cartões de crédito sem anuidade? Eles conquistaram, definitivamente, espaço na economia brasileira. De acordo com a pesquisa realizada pelo SPC Brasil, cerca de...

Empreendedorismo feminino: o que é e quais os desafios

Falar sobre empreendedorismo faz com que muitas pessoas pensem em empresas grandes ou projetos inovadores. No entanto, empreender vai além disso: é...

5 motivos para investir em Bitcoin em 2020

Diversificar é uma das estratégias mais usadas por investidores de sucesso. Por isso, investir em Bitcoin pode ser uma boa ideia.