Início Notícias Finanças Pessoais Cashback: entenda o sistema que devolve seu dinheiro em compras

Cashback: entenda o sistema que devolve seu dinheiro em compras

0
(0)

Em sua forma literal, cashback significa “dinheiro de volta”. E é, na prática, quando o consumidor faz uma compra e recebe alguma quantia ou percentual de volta. Quer entender mais sobre o sistema que devolve seu dinheiro em compras? Explicamos tudo sobre Cashback.

cashback
Entenda mais sobre o sistema que devolve seu dinheiro em compras: o cashback

Como funciona o Cashback

Normalmente mais utilizado por meio do cartão de crédito, o cashback funciona assim: o cliente faz compras em sites e programas filiados e recebem um percentual em cima do valor total gasto pelo consumidor.

Mas ao contrário do que parece, o cashback não é a mesma coisa que desconto porque, no fim das contas, o cliente recebe uma comissão. A média desse retorno é por volta de 1% a 4%, sendo devolvido em bônus nas lojas inscritas ou até mesmo por meio de crédito em conta corrente. Este valor é previamente estabelecido pelo banco ou instituição que emitiu o cartão.

É como se ele, o consumidor, ganhasse uma recompensa por participar do cashback. Essas recompensas podem ser acumuladas aos poucos, fazendo com que se consiga grandes descontos nas futuras aquisições. O cashback é, basicamente, um esquema de pontos.

Neste sistema, os sites e lojas de e-commerce em geral atraem os clientes e recebem uma comissão por este trabalho. A partir deste trabalho, os consumidores são redirecionados às empresas parceiras. Em lojas físicas é possível participar do cashback pela máquina de cartão apropriada.

Para você entender melhor, suponha que fez uma compra de R$ 150 todos os meses do ano em lojas conveniadas. Se o cashback for de 2%, o cliente tem um retorno de R$ 36 (R$ 150 x 12 meses x 0,02 = R$ 36).

Cuidados com o uso do cashback

Um dos cuidados a se ter com este sistema é que frequentemente é utilizado por meio do cartão de crédito.

Quanto maior e mais frequente for o uso, maiores são as taxas de cashback. Também é preciso estar de olho nas demais taxas, como a anuidade do cartão.

Os encargos, portanto, podem ser mais altos que as vantagens. Por isso, o planejamento e organização das finanças são importantes nesse sentido.

Se não usar o cartão o suficiente, talvez não valha a pena solicitar um que tenha vantagem do cashback.

Vantagens para empresas e consumidores

Muitos cartões de crédito premium oferecem a possibilidade do cashback. Caso prefira fazer compras desta forma, o usuário pode receber determinada percentagem de volta no mês seguinte. É como se fosse um programa de fidelidade

Para o consumidor pode parecer pouco dinheiro inicialmente, mas ele pode ir se acumulando aos poucos servindo para fazer grandes compras ou conseguir pequenos descontos nas próximas mercadorias.

As empresas não ficam para trás no sentido de benefícios porque parte desta devolução também é enviada a elas. Os sites e programas que estão neste sistema funcionam por comissão, portanto, sempre que alguma compra é feita a partir deles (ou seja: que direcionam clientes), recebem um percentual em cima do que o consumidor gasta lá.

Ferramentas mais utilizadas do cachback

Existem diversas plataformas que utilizam o programa de cashback. Os maiores, mais conhecidos, usados e confiáveis são: Méliuz, BeBlue e Poup. Entenda mais sobre os três queridinhos.

Méliuz

Desde sua criação, em 2011, o Méliuz faz sucesso, oferecendo descontos nos produtos e dando a possibilidade de utilizar cupons para pagar menos.

É preciso fazer um cadastro no Méliuz para poder participar do programa, seja em lojas físicas ou de e-commerce. Assim que estiver cadastrado, busque a loja ou produto de interesse. Na opção da compra online, acione a opção do cashback e compre normalmente. Quando for confirmada a compra, receberá o valor combinado de volta.

No caso das compras presenciais, com o cadastro já feito, procure a loja física que pretende fazer compras. Digite o número do celular no pagamento e no momento em que a loja confirmar a compra você terá de volta a percentagem em dinheiro ou bônus no site.

BeBlue

Brasileira, a Beblue é um aplicativo para cashback. Funciona assim: é necessário baixar o aplicativo no celular ou tablet (disponível em Android ou iOS). Antes de finalizar a compra, solicite fazer o pagamento por meio do crédito da própria plataforma. Deste modo, receberá o o valor de volta para compras seguintes em até 48h.

Ela também funciona em lojas físicas. O bônus mínimo oferecido pela BeBlue é de 2%. Neste caso, não é possível sacar o valor do cashback. Ele fica disponível na plataforma para que o consumidor utilize em forma de desconto.

Poup

O Poup também é brasileira e oferece parceria com diversas grandes lojas como Americanas, Ponto Frio, Submarino, Magazine Luiza e muitas outras. Nesta opção de cashback, o usuário escolhe a loja que deseja realizar compras e, após a compra, também recebe o valor de volta.

Apesar de não ser ainda muito conhecida, recentemente foi adquirida pelo Digio – plataforma digital de crédito do Banco CBSS, cuja principal proposta é ser simples, online e sem maiores complicações.

Conclusão

O cashback pode ser uma ótima alternativa para quem possui gastos grandes no cartão de crédito. Mas é necessário ter planejamento para que não se perca o controle nas compras com o objetivo de ganhar mais vantagens.

O objetivo do cashback, portanto, é aproveitar os benefícios e não se tornar um problema para as finanças. Não gastar mais do que pode pagar é sempre a melhor opção.

O que achou disso?

Deixei sua classificação

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Priscila Gomes
Jornalista. Gosto de abraços, aniversários e do Natal. Atualmente produzo conteúdo para internet e faço assessoria sindical.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Calendário auxílio emergencial: veja datas até final do ano

Se você está esperando o pagamento de alguma parcela do auxílio, fique atento e veja o calendário auxílio emergencial da Caixa. Começou...

Como fica o 13º salário de quem teve jornada de trabalho reduzida?

O fim do ano chegou e com ele a época do pagamento do 13º salário também. Porém, durante 2020 ocorreram algumas mudanças...

O que esperar do mercado financeiro em 2021?

Tudo indica que 2021 seja menos turbulento para o mercado financeiro que este ano. Afinal, notícias indicam de que algumas vacinas para...

Como abrir conta digital para crianças? Confira 3 passos

Pensando no futuro das crianças, muitos responsáveis decidem criar uma reserva financeira para elas. Alguns, no entanto, não sabem que é possível...

Como é calculado o reajuste de aluguel? Confira!

Todo ano, os locatários são informados sobre o reajuste de aluguel. E, para não ficar no prejuízo, é essencial que você saiba...

Quais as barreiras para inclusão de negros no mercado financeiro?

"Não se aceitam pessoas de cor". Essa frase era bastante comum em anúncios de emprego até 1950, como descreve Abdias do Nascimento...