Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioCriptomoedaBrasil dentro do metaverso? Cidade virtual é inspirada na cultura brasileira

    Brasil dentro do metaverso? Cidade virtual é inspirada na cultura brasileira

    0
    (0)

    O Brasil já tem seu terreno garantido no metaverso! Uma cidade inspirada na cultura do país será criada dentro do universo virtual, no jogo play to earn The Sandbox. 

    Publicidade

    Calma, a gente explica! Acontece que o game firmou uma parceria com o estúdio brasileiro de jogos Hermit Crab, que possibilitará o novo lançamento.

    A ideia é construir uma cidade brasileira no metaverso, totalmente focada em uma experiência esportiva para os jogadores. Segundo a Hermit Crab, os desenvolvedores já estão criando a cidade inspirada na cultura brasileira.

    Quer saber como será a novidade e como jogar? Então continue lendo o artigo!

    Como será o Brasil no metaverso da The Sandbox?

    Na verdade, a cidade virtual terá um visual característico do Rio de Janeiro, como as praias e as favelas. Mas o foco do universo estará na oferta de experiências esportivas aos jogadores.

    O nome da cidade será “Sports Land”. Nela, os jogadores poderão interagir no mundo aberto e praticar uma variedade de esportes com outros usuários. Como se trata de um jogo play-to-earn, será possível lucrar ativos digitais, como explicamos ao longo do artigo.

    Publicidade

    Em entrevista ao Portal do Bitcoin, o CEO da Hermit Crab, Matheus Vivian explicou a ideia e falou um pouco sobre o funcionamento:

    “Nosso objetivo sempre foi de unir game e esporte, tentando criar uma comunidade, um engajamento entre as pessoas para os conteúdos, e é isso que vamos fazer no Sandbox. Nós seremos proprietários de um terreno virtual lá dentro onde vai ser construída a Sports Land e ali nós vamos criar as experiências voltadas ao esporte. O nosso universo vai ser inspirado no Brasil, nas cores da América do Sul, mas bastante voltado ao Rio de Janeiro.”

    De acordo com o anúncio oficial do The Sandbox, a previsão é que Sports Land esteja aberto para os jogadores no segundo semestre de 2022. Mas a empresa já busca o licenciamento de marcas, além de parcerias com clubes e atletas para disponibilizar ativos como NFTs.

    Confira a seguir o teaser de como será a cidade inspirada no Brasil no metaverso, divulgado no último dia 17 de fevereiro.

    Como vai funcionar o jogo do Brasil no metaverso?

    Sports Land, o jogo que vai incorporar o Brasil dentro do metaverso, será um jogo focado em experiências esportivas. Ou seja, os jogadores poderão interagir e praticar várias modalidades de esportes com outros usuários.

    Entre as modalidades que estarão no game já se sabe: futebol, basquete, golpe, escalada, skate, tênis e parkour. Mas outros jogos também estarão presentes. 

    Publicidade

    O jogador poderá competir no seu esporte favorito ou participar de missões especiais. O prêmio é a possibilidade de colecionar tokens não-fungíveis ligados ao mundo dos esportes. 

    Isso mesmo: o jogador poderá ganhar NFTs de clubes de futebol, atletas e ligas esportivas, por exemplo. Os próprios clubes e atletas poderão vender itens colecionáveis na forma desses tokens dentro do Sports Land.

    “Como somos os proprietários do terreno, nós criamos os NFTs que serão colocados à venda, fazendo toda a gestão. Mas nosso desejo é trabalhar com grandes marcas e trazer a melhor experiência para o usuário, como permitir que ele compre a camiseta do seu clube preferido, ou o avatar de algum atleta”, diz Vivian.

    Entenda como funciona o The Sandbox

    Para quem ainda não conhece. The Sandbox é um jogo colaborativo do metaverso (do tipo play to earn ou jogue para ganhar), que já fez parcerias com gigantes como Adidas e a Tesla. 

    Só em novembro do ano passado o ativo digital do jogo, o token SAND, disparou 387%, passando de US$1,66 no dia 1º para US$8,10 no dia 25 do mesmo mês.

    Publicidade

    O jogo é construído no blockchain da Ethereum, de modo que os jogadores podem monetizar a experiência de jogo utilizando tokens não-fungíveis.

    Ele combina diversas tecnologias, como o blockchain DeFi, além das NFTs, em um metaverso 3D. Nele, os jogadores podem comprar lotes de terrenos digitais, criar os seus próprios avatares e acessar ambientes no metaverso.

    Os jogadores podem monetizar: criando ou vendendo ativos, os chamados ASSET tokens; com as vendas de LAND; especulando com o token SAND, nativo do The Sandbox; alugando terras etc.

    Gostou de saber sobre o jogo do Brasil no metaverso? Então compartilhe com outros amigos que curtem esse universo!

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Tamires Silva
    Tamires Silva
    Jornalista e Redatora do FinanceOne, onde suas finanças começam.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioCriptomoedaBrasil dentro do metaverso? Cidade virtual é inspirada na cultura brasileira

    Brasil dentro do metaverso? Cidade virtual é inspirada na cultura brasileira

    0
    (0)

    O Brasil já tem seu terreno garantido no metaverso! Uma cidade inspirada na cultura do país será criada dentro do universo virtual, no jogo play to earn The Sandbox. 

    Publicidade

    Calma, a gente explica! Acontece que o game firmou uma parceria com o estúdio brasileiro de jogos Hermit Crab, que possibilitará o novo lançamento.

    A ideia é construir uma cidade brasileira no metaverso, totalmente focada em uma experiência esportiva para os jogadores. Segundo a Hermit Crab, os desenvolvedores já estão criando a cidade inspirada na cultura brasileira.

    Quer saber como será a novidade e como jogar? Então continue lendo o artigo!

    Como será o Brasil no metaverso da The Sandbox?

    Na verdade, a cidade virtual terá um visual característico do Rio de Janeiro, como as praias e as favelas. Mas o foco do universo estará na oferta de experiências esportivas aos jogadores.

    O nome da cidade será “Sports Land”. Nela, os jogadores poderão interagir no mundo aberto e praticar uma variedade de esportes com outros usuários. Como se trata de um jogo play-to-earn, será possível lucrar ativos digitais, como explicamos ao longo do artigo.

    Publicidade

    Em entrevista ao Portal do Bitcoin, o CEO da Hermit Crab, Matheus Vivian explicou a ideia e falou um pouco sobre o funcionamento:

    “Nosso objetivo sempre foi de unir game e esporte, tentando criar uma comunidade, um engajamento entre as pessoas para os conteúdos, e é isso que vamos fazer no Sandbox. Nós seremos proprietários de um terreno virtual lá dentro onde vai ser construída a Sports Land e ali nós vamos criar as experiências voltadas ao esporte. O nosso universo vai ser inspirado no Brasil, nas cores da América do Sul, mas bastante voltado ao Rio de Janeiro.”

    De acordo com o anúncio oficial do The Sandbox, a previsão é que Sports Land esteja aberto para os jogadores no segundo semestre de 2022. Mas a empresa já busca o licenciamento de marcas, além de parcerias com clubes e atletas para disponibilizar ativos como NFTs.

    Confira a seguir o teaser de como será a cidade inspirada no Brasil no metaverso, divulgado no último dia 17 de fevereiro.

    Como vai funcionar o jogo do Brasil no metaverso?

    Sports Land, o jogo que vai incorporar o Brasil dentro do metaverso, será um jogo focado em experiências esportivas. Ou seja, os jogadores poderão interagir e praticar várias modalidades de esportes com outros usuários.

    Entre as modalidades que estarão no game já se sabe: futebol, basquete, golpe, escalada, skate, tênis e parkour. Mas outros jogos também estarão presentes. 

    Publicidade

    O jogador poderá competir no seu esporte favorito ou participar de missões especiais. O prêmio é a possibilidade de colecionar tokens não-fungíveis ligados ao mundo dos esportes. 

    Isso mesmo: o jogador poderá ganhar NFTs de clubes de futebol, atletas e ligas esportivas, por exemplo. Os próprios clubes e atletas poderão vender itens colecionáveis na forma desses tokens dentro do Sports Land.

    “Como somos os proprietários do terreno, nós criamos os NFTs que serão colocados à venda, fazendo toda a gestão. Mas nosso desejo é trabalhar com grandes marcas e trazer a melhor experiência para o usuário, como permitir que ele compre a camiseta do seu clube preferido, ou o avatar de algum atleta”, diz Vivian.

    Entenda como funciona o The Sandbox

    Para quem ainda não conhece. The Sandbox é um jogo colaborativo do metaverso (do tipo play to earn ou jogue para ganhar), que já fez parcerias com gigantes como Adidas e a Tesla. 

    Só em novembro do ano passado o ativo digital do jogo, o token SAND, disparou 387%, passando de US$1,66 no dia 1º para US$8,10 no dia 25 do mesmo mês.

    Publicidade

    O jogo é construído no blockchain da Ethereum, de modo que os jogadores podem monetizar a experiência de jogo utilizando tokens não-fungíveis.

    Ele combina diversas tecnologias, como o blockchain DeFi, além das NFTs, em um metaverso 3D. Nele, os jogadores podem comprar lotes de terrenos digitais, criar os seus próprios avatares e acessar ambientes no metaverso.

    Os jogadores podem monetizar: criando ou vendendo ativos, os chamados ASSET tokens; com as vendas de LAND; especulando com o token SAND, nativo do The Sandbox; alugando terras etc.

    Gostou de saber sobre o jogo do Brasil no metaverso? Então compartilhe com outros amigos que curtem esse universo!

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?