Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioNotíciasFinanças PessoaisConsumo consciente de energia: confira 11 dicas para aderir e economizar

    Consumo consciente de energia: confira 11 dicas para aderir e economizar

    5
    (1)

    O consumo consciente de energia elétrica, além de ser benéfico para o meio-ambiente, pode trazer economias significativas. E isso é ainda mais necessário neste momento de aumento na conta de luz.

    Publicidade

    Não é à toa que o Governo Federal, na última semana, lançou a Campanha de Uso Consciente de Energia, também realizada em anos anteriores.

    O objetivo é conscientizar a população sobre a importância de economizar energia elétrica, evitando desperdícios.

    Quem promove a ação é a Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee), junto da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e do Ministério de Minas e Energia (MME).

    Como ter consumo consciente de energia? Veja dicas!

    Ter um consumo consciente significa usufruir desse bem de forma a gerar um melhor impacto. Ou seja, sem excessos ou desperdícios.

    Isso é possível por meio de escolhas corretas que podemos tomar no dia a dia, mudanças de hábitos que contribuem para a sustentabilidade do planeta, para que haja o suficiente para todos para sempre.

    Publicidade

    E o consumo consciente de energia também. Alcançá-lo é possível com a adoção de alguns comportamentos simples.

    Confira as dicas da Campanha de Uso Consciente de Energia e saiba como reduzir a conta de luz!

    1 Atente-se ao tipo de iluminação

    Substitua lâmpadas halógenas e fluorescentes pelas do tipo LED. Sim, essas lâmpadas podem ser mais caras no supermercado, mas o custo inicial é compensado com a economia de energia.

    Acontece que o LED – diferentemente das lâmpadas fluorescentes que funcionam por meio dos filamentos metálicos – transforma diretamente a energia recebida em luz. Isso proporciona um aproveitamento maior dessa energia.

    2 Pinte as paredes do teto com cores claras

    Essas cores refletem melhor a luz natural e isso fará diminuir a necessidade de iluminação artificial. Ou seja, vai contribuir para um consumo consciente de energia.

    Publicidade

    Lembre-se também de aproveitar mais a luz da janela e apagar as lâmpadas que não estiver utilizando. Exceto por aquelas que contribuem para a sua segurança quando acesas.

    3 Lave as roupas de forma otimizada

    Dependendo da disponibilidade e espaço que você tem para estender, procure lavar o máximo de roupas possível de uma só vez. Além de energia, vai economizar tempo e água.

    Manter o filtro da máquina sempre limpo também ajuda, não sendo necessário repetir a operação “enxaguar”.

    Além disso, utilize sempre o ciclo mais adequado para as lavagens e escolha máquinas com selo Procel ou classificação A do Inmetro.

    4 Passe roupas de forma inteligente

    Até no ato corriqueiro de passar roupa é possível economizar. Assim como na lavagem, juntar uma boa quantidade para desamarrotar todas de uma vez propicia um consumo de energia mais consciente.

    Publicidade

    Também ajuda: utilizar a temperatura indicada de acordo com cada tipo de tecido, desligar o ferro sempre que pausar o serviço e escolher o ferro de menor potência.

    Conta de luz
    Consumo consciente de energia pode reduzir a conta de luz em mais de 30%

    5 Tome banhos mais breves

    Evite tomar banhos mais longos que o necessário. Em geral, cinco minutos são o suficiente para realizar uma higiene adequada do corpo.

    E sempre que possível, ajuste a temperatura para a posição “verão”, pois em “inverno” o consumo é 30% maior. Mudar a temperatura com o chuveiro ligado também pode consumir mais.

    + Confira 5 dicas para economizar energia elétrica no inverno

    6 Utilize o sistema elétrico adequadamente

    Se possível, dê preferência aos sistemas solares para o aquecimento de água. Além de serem mais econômicos, ajudam a preservar o meio ambiente.

    Além disso, evite reaproveitar resistências queimadas! Isso provoca o aumento de consumo e coloca em risco a sua segurança.

    7 Faça consumo consciente da geladeira

    Se você é brasileiro, deve conhecer o hábito de colocar roupa para secar atrás da geladeira. Mas isso sobrecarrega o aparelho e aumenta o consumo de energia. Além de gerar risco de acidentes com choques elétricos.

    Também faz diferença regular o termostato adequadamente de acordo com a estação do ano, não abrir a porta a todo momento, não forrar as prateleiras e não armazenar alimentos quentes em seu interior.

    8 Faça a manutenção do eletrodoméstico

    Sendo um dos principais eletrodomésticos que utilizamos, a geladeira tem um gasto significativo. Por isso a atenção ao estado dela pode fazer toda a diferença para um consumo consciente de energia.

    Verifique regularmente o estado das borrachas de vedação, pois isso auxilia no desperdício de energia. E descongele e limpe a sua geladeira com frequência.

    Além disso, escolha as com selo Procel ou com classificação A do Inmetro.

    Dica bônus: instale sua geladeira em um local ventilado, afastada da parede, dos raios solares, fogões e estufas. Isso a ajudará a ter um funcionamento melhor.

    9 Tenha atenção ao ar-condicionado

    A tarefa começa em escolher corretamente o equipamento de acordo com o tamanho do ambiente. E os aparelhos para as áreas externas devem ter proteção contra o sol. Tenha cuidado para não bloquear a ventilação.

    O uso correto neste caso também faz toda a diferença. Portanto deixe os filtros do aparelho limpos, regule adequadamente a temperatura e mantenha as janelas e portas fechadas sempre que estiver com ele ligado.

    10 Adote o consumo consciente no home office

    Você sabia que o notebook pode ser mais econômico que um computador de mesa? Para quem está trabalhando de casa, principalmente neste momento de pandemia, escolher o primeiro aparelho pode ser mais vantajoso.

    E, sempre que possível, após 20 minutos sem usá-lo coloque na função “dormir” ou “hibernar”. Ou desligue o computador da tomada quando não estiver usando

    11 Não deixe a TV ligada sem necessidade

    Infelizmente, esse é um hábito comum nas casas de muitas famílias brasileiras. Há, inclusive, pessoas que deixam o aparelho ligado para dormir.

    Mas se você é um desses que usa a televisão como canção de ninar, uma dica é usar a função “dormir”, presente em praticamente todos os aparelhos.

    É uma espécie de timer, com o qual você consegue programar a TV para desligar sozinha depois de alguns minutos.

    Não é a mesma coisa que o stand by (descanso de tela). Aliás, fique alerta ao utilizar esse modo, pois alguns aparelhos consomem energia mesmo quando estão desligados.

    Se não estiver utilizando recursos de programação, desligue-os da tomada

    Por que o governo criou a campanha para consumo consciente de energia?

    Como já mencionado, não é a primeira vez que a campanha é realizada, porque o consumo consciente é sempre importante. Mas este ano especificamente ela tem um peso maior.

    Isso porque coincide com a pior crise hídrica do país dos últimos 91 anos. Acontece que desde o fim de 2020 o volume de chuvas em regiões tem ficado abaixo da média histórica para o período.

    O problema é que isso afeta os reservatórios de água e, consequentemente, a produção de energia hidrelétrica.

    Ou seja, o acionamento do parque termelétrico, o que encarece a produção, se torna essencial.

    Este ano, com o mote ‘Energia Elétrica: se Desperdiçar, vai Faltar’, a campanha busca conscientizar a população brasileira sobre a situação.

    Em nota à Agência Brasil, a diretora de comunicação da Abradee, Sigrid Guimarães, falou sobre.

    “A divulgação da campanha foi estrategicamente pensada de forma a atingir o público em geral, de forma segmentada e com uma cobertura precisa. Para isso, a iniciativa procura acompanhar a rotina diária e comportamento da população, segmentando as divulgações conforme cada um destes diferentes targets (público).”

    A campanha conta com um site chamado Consumo Consciente Já, que dá dicas sobre como economizar energia no dia a dia. Ela é realizada com recursos federais do Programa de Eficiência Energética da Aneel.

    Gostou do conteúdo? Então compartilhe com seus amigos que também perceberam aumento na conta de luz!

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Tamires Silva
    Tamires Silva
    Jornalista e Redatora do FinanceOne, onde suas finanças começam.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasFinanças PessoaisConsumo consciente de energia: confira 11 dicas para aderir e economizar

    Consumo consciente de energia: confira 11 dicas para aderir e economizar

    5
    (1)

    O consumo consciente de energia elétrica, além de ser benéfico para o meio-ambiente, pode trazer economias significativas. E isso é ainda mais necessário neste momento de aumento na conta de luz.

    Publicidade

    Não é à toa que o Governo Federal, na última semana, lançou a Campanha de Uso Consciente de Energia, também realizada em anos anteriores.

    O objetivo é conscientizar a população sobre a importância de economizar energia elétrica, evitando desperdícios.

    Quem promove a ação é a Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee), junto da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e do Ministério de Minas e Energia (MME).

    Como ter consumo consciente de energia? Veja dicas!

    Ter um consumo consciente significa usufruir desse bem de forma a gerar um melhor impacto. Ou seja, sem excessos ou desperdícios.

    Isso é possível por meio de escolhas corretas que podemos tomar no dia a dia, mudanças de hábitos que contribuem para a sustentabilidade do planeta, para que haja o suficiente para todos para sempre.

    Publicidade

    E o consumo consciente de energia também. Alcançá-lo é possível com a adoção de alguns comportamentos simples.

    Confira as dicas da Campanha de Uso Consciente de Energia e saiba como reduzir a conta de luz!

    1 Atente-se ao tipo de iluminação

    Substitua lâmpadas halógenas e fluorescentes pelas do tipo LED. Sim, essas lâmpadas podem ser mais caras no supermercado, mas o custo inicial é compensado com a economia de energia.

    Acontece que o LED – diferentemente das lâmpadas fluorescentes que funcionam por meio dos filamentos metálicos – transforma diretamente a energia recebida em luz. Isso proporciona um aproveitamento maior dessa energia.

    2 Pinte as paredes do teto com cores claras

    Essas cores refletem melhor a luz natural e isso fará diminuir a necessidade de iluminação artificial. Ou seja, vai contribuir para um consumo consciente de energia.

    Publicidade

    Lembre-se também de aproveitar mais a luz da janela e apagar as lâmpadas que não estiver utilizando. Exceto por aquelas que contribuem para a sua segurança quando acesas.

    3 Lave as roupas de forma otimizada

    Dependendo da disponibilidade e espaço que você tem para estender, procure lavar o máximo de roupas possível de uma só vez. Além de energia, vai economizar tempo e água.

    Manter o filtro da máquina sempre limpo também ajuda, não sendo necessário repetir a operação “enxaguar”.

    Além disso, utilize sempre o ciclo mais adequado para as lavagens e escolha máquinas com selo Procel ou classificação A do Inmetro.

    4 Passe roupas de forma inteligente

    Até no ato corriqueiro de passar roupa é possível economizar. Assim como na lavagem, juntar uma boa quantidade para desamarrotar todas de uma vez propicia um consumo de energia mais consciente.

    Publicidade

    Também ajuda: utilizar a temperatura indicada de acordo com cada tipo de tecido, desligar o ferro sempre que pausar o serviço e escolher o ferro de menor potência.

    Conta de luz
    Consumo consciente de energia pode reduzir a conta de luz em mais de 30%

    5 Tome banhos mais breves

    Evite tomar banhos mais longos que o necessário. Em geral, cinco minutos são o suficiente para realizar uma higiene adequada do corpo.

    E sempre que possível, ajuste a temperatura para a posição “verão”, pois em “inverno” o consumo é 30% maior. Mudar a temperatura com o chuveiro ligado também pode consumir mais.

    + Confira 5 dicas para economizar energia elétrica no inverno

    6 Utilize o sistema elétrico adequadamente

    Se possível, dê preferência aos sistemas solares para o aquecimento de água. Além de serem mais econômicos, ajudam a preservar o meio ambiente.

    Além disso, evite reaproveitar resistências queimadas! Isso provoca o aumento de consumo e coloca em risco a sua segurança.

    7 Faça consumo consciente da geladeira

    Se você é brasileiro, deve conhecer o hábito de colocar roupa para secar atrás da geladeira. Mas isso sobrecarrega o aparelho e aumenta o consumo de energia. Além de gerar risco de acidentes com choques elétricos.

    Também faz diferença regular o termostato adequadamente de acordo com a estação do ano, não abrir a porta a todo momento, não forrar as prateleiras e não armazenar alimentos quentes em seu interior.

    8 Faça a manutenção do eletrodoméstico

    Sendo um dos principais eletrodomésticos que utilizamos, a geladeira tem um gasto significativo. Por isso a atenção ao estado dela pode fazer toda a diferença para um consumo consciente de energia.

    Verifique regularmente o estado das borrachas de vedação, pois isso auxilia no desperdício de energia. E descongele e limpe a sua geladeira com frequência.

    Além disso, escolha as com selo Procel ou com classificação A do Inmetro.

    Dica bônus: instale sua geladeira em um local ventilado, afastada da parede, dos raios solares, fogões e estufas. Isso a ajudará a ter um funcionamento melhor.

    9 Tenha atenção ao ar-condicionado

    A tarefa começa em escolher corretamente o equipamento de acordo com o tamanho do ambiente. E os aparelhos para as áreas externas devem ter proteção contra o sol. Tenha cuidado para não bloquear a ventilação.

    O uso correto neste caso também faz toda a diferença. Portanto deixe os filtros do aparelho limpos, regule adequadamente a temperatura e mantenha as janelas e portas fechadas sempre que estiver com ele ligado.

    10 Adote o consumo consciente no home office

    Você sabia que o notebook pode ser mais econômico que um computador de mesa? Para quem está trabalhando de casa, principalmente neste momento de pandemia, escolher o primeiro aparelho pode ser mais vantajoso.

    E, sempre que possível, após 20 minutos sem usá-lo coloque na função “dormir” ou “hibernar”. Ou desligue o computador da tomada quando não estiver usando

    11 Não deixe a TV ligada sem necessidade

    Infelizmente, esse é um hábito comum nas casas de muitas famílias brasileiras. Há, inclusive, pessoas que deixam o aparelho ligado para dormir.

    Mas se você é um desses que usa a televisão como canção de ninar, uma dica é usar a função “dormir”, presente em praticamente todos os aparelhos.

    É uma espécie de timer, com o qual você consegue programar a TV para desligar sozinha depois de alguns minutos.

    Não é a mesma coisa que o stand by (descanso de tela). Aliás, fique alerta ao utilizar esse modo, pois alguns aparelhos consomem energia mesmo quando estão desligados.

    Se não estiver utilizando recursos de programação, desligue-os da tomada

    Por que o governo criou a campanha para consumo consciente de energia?

    Como já mencionado, não é a primeira vez que a campanha é realizada, porque o consumo consciente é sempre importante. Mas este ano especificamente ela tem um peso maior.

    Isso porque coincide com a pior crise hídrica do país dos últimos 91 anos. Acontece que desde o fim de 2020 o volume de chuvas em regiões tem ficado abaixo da média histórica para o período.

    O problema é que isso afeta os reservatórios de água e, consequentemente, a produção de energia hidrelétrica.

    Ou seja, o acionamento do parque termelétrico, o que encarece a produção, se torna essencial.

    Este ano, com o mote ‘Energia Elétrica: se Desperdiçar, vai Faltar’, a campanha busca conscientizar a população brasileira sobre a situação.

    Em nota à Agência Brasil, a diretora de comunicação da Abradee, Sigrid Guimarães, falou sobre.

    “A divulgação da campanha foi estrategicamente pensada de forma a atingir o público em geral, de forma segmentada e com uma cobertura precisa. Para isso, a iniciativa procura acompanhar a rotina diária e comportamento da população, segmentando as divulgações conforme cada um destes diferentes targets (público).”

    A campanha conta com um site chamado Consumo Consciente Já, que dá dicas sobre como economizar energia no dia a dia. Ela é realizada com recursos federais do Programa de Eficiência Energética da Aneel.

    Gostou do conteúdo? Então compartilhe com seus amigos que também perceberam aumento na conta de luz!

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?