InícioNotíciasFinanças PessoaisConta de luz: Aneel reajusta bandeira e taxa sobe para 52%

Conta de luz: Aneel reajusta bandeira e taxa sobe para 52%

5
(1)

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu nesta terça-feira, 29, aumentar em 52% o valor da bandeira vermelha patamar 2, taxa extra cobrada na conta de luz. A partir de julho, a taxa passa de R$6,24 para R$9,49 por 100 kWh consumidos.

O novo valor da tarifa que entrará em vigor foi confirmado pela Aneel, após previsão na última semana. O último reajuste do sistema de bandeiras tarifárias foi feito em 2019.

Na reunião que decidiu pelo aumento, os diretores da Aneel afirmaram que a situação é “excepcional” e pode piorar.

“Há grande probabilidade de termos, no segundo semestre de 2021, cenários mais críticos do que os até aqui conhecidos”, disse Sandoval Feitosa, diretor da Aneel.

Na última segunda-feira, 28, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, fez um pronunciamento em rede nacional. Ele afirmou que o país passa por um momento de crise hídrica e pediu o uso “consciente e responsável” de água e energia por parte da população.

+ Programa Tarifa social oferece desconto na conta de luz

Como ficam as bandeiras tarifárias com o aumento da conta de luz

As bandeiras tarifárias são cobradas na conta de luz de acordo com as condições de geração de energia no país. Quando as condições são favoráveis, não há cobrança. Ou seja, a conta permanece na bandeira verde.

Mas quando há problemas, por exemplo, são cobradas as bandeiras amarela, vermelha ou vermelha patamar 2 – ou seja, a mais alta.

Por isso, as demais bandeiras tarifárias que sofreram ajustes foram:

  • Verde – não há nenhuma cobrança extra
  • Amarela – passou de R$1,34 para R$1,874;
  • Vermelha 1 – passou de R$4,16 para R$3,97;
  • Vermelha patamar 2 – passou de R$6,24 para R$9,49 por 100kWh consumidos.

Área técnica da Aneel propôs aumento maior na conta de luz

A área técnica da Aneel havia defendido um aumento maior na bandeira vermelha patamar 2. O aumento seria de 84%, o que elevaria a taxa para R$11,50 por 100 kWh consumidos.

O acréscimo, de acordo com a área técnica, envolveria uma mudança na metodologia de cálculo das bandeiras tarifárias. Por essa razão, a agência decidiu adotar um aumento menor agora e convocar uma consulta pública para debater as alterações de metodologia. Ou seja, há a possibilidade de a bandeira subir novamente após a consulta pública.

conta de luz: lâmpada acesa com moedas atrás
Aneel aumenta conta de luz em 52%. Bandeira vermelha patamar 2 passa a valer a partir de julho

Relator do processo na Aneel, o diretor Sandoval Feitosa sugeriu que a bandeira vermelha patamar 2 fosse elevada em apenas R$0,25. Dessa forma, passando de R$6,24 para R$6,49.

A ideia do diretor era submeter o aumento mais significativo a consulta pública, o que levaria a uma nova discussão em agosto.

Crise hídrica é o principal motivo para aumento na luz

A causa do reajuste é a escassez de chuvas nas regiões nas principais bacias hidrográficas. Segundo dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), o Brasil passa neste momento pela pior estiagem dos últimos 91 anos.

Isso faz com que seja necessário o acionamento das usinas termelétricas para suprir a queda de oferta em relação à demanda. O que faz com que o custo de geração de energia seja maior.

Os reservatórios das hidrelétricas do Sudeste e Centro-Oeste – que correspondem por 70% da capacidade de geração de energia do país – estão com 29,4% da capacidade de armazenamento, e não há perspectiva de chuva forte nessas regiões até meados de outubro.

Gostou do nosso texto? Então assine a nossa newsletter e continue recebendo atualizações sobre finanças! E que tal continuar navegando em nosso site? Leia agora mesmo: com a luz mais cara, como economizar energia elétrica?

O que achou disso?

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Assine nossa newsletter!

Páginas Populares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui