Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioNotíciasEconomiaBolsa de Iniciação Científica Júnior: veja como funciona e quem pode receber

    Bolsa de Iniciação Científica Júnior: veja como funciona e quem pode receber

    5
    (2)

    A  Bolsa de Iniciação Científica Júnior está entre os nove benefícios que são concedidos aos cidadãos por meio do Auxílio Brasil. Mas afinal de contas, do que se trata?

    Publicidade

    Esse auxílio, que se soma à parcela do programa do governo federal, é um benefício complementar. Ou seja, não são todos os beneficiários que vão receber.

    Na verdade, ele é voltado para estudantes. O objetivo é incentivá-los a se dedicarem aos estudos e a desenvolverem potencialidades na ciência.

    De acordo com o governo federal, o benefício começou a ser pago em dezembro e cerca de três mil alunos receberam a primeira parcela.

    Quem tem direito à Bolsa de Iniciação Científica Júnior do Auxílio Brasil?

    A Bolsa de Iniciação Científica Júnior é concedida somente aos estudantes cujas famílias são beneficiárias do Auxílio Brasil, conforme estabelece a portaria nº 719/2021

    Além disso, o aluno precisa ter se destacado em competições acadêmicas e científicas, de abrangência nacional, vinculadas a temas da educação básica realizadas no ano anterior. 

    Publicidade

    Ou seja, precisa ter conquistado medalhas de ouro, prata ou bronze entre janeiro e dezembro do ano anterior à concessão do benefício.

    Porém, as competições precisam ser as credenciadas (que recebem apoio, de qualquer natureza, do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações) e que foram lançadas em 2020. 

    De acordo com o CNPq, foram 15 Olimpíadas Científicas:

    • IX Olimpíada Brasileira de Neurociências – OBN
    • IV Olimpíada Brasileira de Cartografia: Ciência e Arte – OBRAC
    • Olimpíada Brasileira de Robótica 2021 – OBR
    • 5ª Olimpíada Nacional de Aplicativos – ONDA
    • Olimpíada Brasileira de Soluções Sustentáveis para Água e Energia – OBSSAE
    • 3ª Olimpíada Científica Nacional sobre Oceanos e Ambientes Polares and 3rd Hackathon for new technologies for Marine and Polar research
    • Olimpíada Brasileira de Matemática – OBM
    • IPhCO – Olimpíada Internacional de Física e Cultura – FASE NACIONAL
    • 24ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica OBA
    • 10ª Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas – OBFEP
    • 11ª Olimpíada Brasileira de Agropecuária – OBAP
    • Olimpíada de Matemática dos Institutos Federais – OMIF
    • Olimpíada Brasileira de Informática 2021 – OBI
    • Programa Nacional Olimpíadas de Química – OBQ
    • XVII Olimpíada Brasileira de Biologia – OBB

    Qual o valor da Bolsa?

    A Bolsa de Iniciação Científica Júnior do Auxílio Brasil, ao contrário de outros benefícios do programa, não é vitalícia. Ou seja, ela tem um limite de tempo. 

    Os contemplados vão receber 12 parcelas no valor de R$100. Além disso, a família do estudante receberá a parcela única de R$1 mil

    Publicidade

    Portanto, o valor total da bolsa é de R$2.200, sendo R$1.200 divididos em parcelas para o estudante e R$1 mil pagos de uma única vez para o grupo familiar.

    Logo federal da Bolsa de Iniciação Científica Júnior
    Bolsa de Iniciação Científica Júnior paga parcelas de R$100 para estudantes que se destacam

    Como receber a Bolsa de Iniciação Científica Júnior do Auxílio Brasil?

    Como faz parte da grade de programas complementares do Auxílio Brasil, a forma de pagamento e inscrição é a mesma. Para receber a Bolsa de Iniciação Científica Júnior é preciso estar inscrito no CadÚnico

    O pagamento segue o mesmo calendário do Auxílio Brasil e será depositado no cartão do programa, somado ao valor restante da parcela referente ao mês. Veja os dias de pagamento:

    tabela

    A identificação das famílias que têm direito à bolsa é feita de forma automática pelo governo, por meio do cruzamento de dados da base dos estudantes com as bases de dados do CadÚnico. 

    Publicidade

    Por isso não é necessário fazer nada além de estar com a inscrição no CadÚnico em dia. As famílias selecionadas para receber a bolsa serão informadas por meio do extrato bancário do Auxílio Brasil. 

    Quais são os outros nove benefícios do Auxílio Brasil?

    Além da Bolsa de Iniciação Científica Júnior, os beneficiários do Auxílio Brasil podem acessar mais oito tipos de benefícios. Desse total, três são os benefícios básicos do programa:

    tabela

    Os outros cinco auxílios são:

    O conteúdo foi útil? Então compartilhe com os estudantes de baixa renda que você conhece!

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Tamires Silva
    Tamires Silva
    Jornalista e Redatora do FinanceOne, onde suas finanças começam.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    2 COMENTÁRIOS

    1. Seria muito bom mesmo se fosse verdade se caísse juntamente com o auxílio Brasil mais não acontece…meu filho é beneficiário e tenho que ir no banco do Brasil enfrentando fila pra sacar e quando está liberado, pq diziam que era todo dia 25 de cada mês, vamo e não tá lá já há 2 meses não entendi foi nada

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasEconomiaBolsa de Iniciação Científica Júnior: veja como funciona e quem pode receber

    Bolsa de Iniciação Científica Júnior: veja como funciona e quem pode receber

    5
    (2)

    A  Bolsa de Iniciação Científica Júnior está entre os nove benefícios que são concedidos aos cidadãos por meio do Auxílio Brasil. Mas afinal de contas, do que se trata?

    Publicidade

    Esse auxílio, que se soma à parcela do programa do governo federal, é um benefício complementar. Ou seja, não são todos os beneficiários que vão receber.

    Na verdade, ele é voltado para estudantes. O objetivo é incentivá-los a se dedicarem aos estudos e a desenvolverem potencialidades na ciência.

    De acordo com o governo federal, o benefício começou a ser pago em dezembro e cerca de três mil alunos receberam a primeira parcela.

    Quem tem direito à Bolsa de Iniciação Científica Júnior do Auxílio Brasil?

    A Bolsa de Iniciação Científica Júnior é concedida somente aos estudantes cujas famílias são beneficiárias do Auxílio Brasil, conforme estabelece a portaria nº 719/2021

    Além disso, o aluno precisa ter se destacado em competições acadêmicas e científicas, de abrangência nacional, vinculadas a temas da educação básica realizadas no ano anterior. 

    Publicidade

    Ou seja, precisa ter conquistado medalhas de ouro, prata ou bronze entre janeiro e dezembro do ano anterior à concessão do benefício.

    Porém, as competições precisam ser as credenciadas (que recebem apoio, de qualquer natureza, do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações) e que foram lançadas em 2020. 

    De acordo com o CNPq, foram 15 Olimpíadas Científicas:

    • IX Olimpíada Brasileira de Neurociências – OBN
    • IV Olimpíada Brasileira de Cartografia: Ciência e Arte – OBRAC
    • Olimpíada Brasileira de Robótica 2021 – OBR
    • 5ª Olimpíada Nacional de Aplicativos – ONDA
    • Olimpíada Brasileira de Soluções Sustentáveis para Água e Energia – OBSSAE
    • 3ª Olimpíada Científica Nacional sobre Oceanos e Ambientes Polares and 3rd Hackathon for new technologies for Marine and Polar research
    • Olimpíada Brasileira de Matemática – OBM
    • IPhCO – Olimpíada Internacional de Física e Cultura – FASE NACIONAL
    • 24ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica OBA
    • 10ª Olimpíada Brasileira de Física das Escolas Públicas – OBFEP
    • 11ª Olimpíada Brasileira de Agropecuária – OBAP
    • Olimpíada de Matemática dos Institutos Federais – OMIF
    • Olimpíada Brasileira de Informática 2021 – OBI
    • Programa Nacional Olimpíadas de Química – OBQ
    • XVII Olimpíada Brasileira de Biologia – OBB

    Qual o valor da Bolsa?

    A Bolsa de Iniciação Científica Júnior do Auxílio Brasil, ao contrário de outros benefícios do programa, não é vitalícia. Ou seja, ela tem um limite de tempo. 

    Os contemplados vão receber 12 parcelas no valor de R$100. Além disso, a família do estudante receberá a parcela única de R$1 mil

    Publicidade

    Portanto, o valor total da bolsa é de R$2.200, sendo R$1.200 divididos em parcelas para o estudante e R$1 mil pagos de uma única vez para o grupo familiar.

    Logo federal da Bolsa de Iniciação Científica Júnior
    Bolsa de Iniciação Científica Júnior paga parcelas de R$100 para estudantes que se destacam

    Como receber a Bolsa de Iniciação Científica Júnior do Auxílio Brasil?

    Como faz parte da grade de programas complementares do Auxílio Brasil, a forma de pagamento e inscrição é a mesma. Para receber a Bolsa de Iniciação Científica Júnior é preciso estar inscrito no CadÚnico

    O pagamento segue o mesmo calendário do Auxílio Brasil e será depositado no cartão do programa, somado ao valor restante da parcela referente ao mês. Veja os dias de pagamento:

    tabela

    A identificação das famílias que têm direito à bolsa é feita de forma automática pelo governo, por meio do cruzamento de dados da base dos estudantes com as bases de dados do CadÚnico. 

    Publicidade

    Por isso não é necessário fazer nada além de estar com a inscrição no CadÚnico em dia. As famílias selecionadas para receber a bolsa serão informadas por meio do extrato bancário do Auxílio Brasil. 

    Quais são os outros nove benefícios do Auxílio Brasil?

    Além da Bolsa de Iniciação Científica Júnior, os beneficiários do Auxílio Brasil podem acessar mais oito tipos de benefícios. Desse total, três são os benefícios básicos do programa:

    tabela

    Os outros cinco auxílios são:

    O conteúdo foi útil? Então compartilhe com os estudantes de baixa renda que você conhece!

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?