Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Como usar celular no exterior: dicas para não gastar demais

Escrito por: Rafael Massadar em 10 de abril de 2019

Usar o celular no exterior é cada vez mais recorrente entre os viajantes.

Uma das preocupações é manter o celular conectado. A maioria na busca por exibir fotos ou vídeos nas redes sociais.

No entanto, e se você for para algum país e precisar fazer uma ligação para o Brasil? Como fazer isso sem gastar no serviço de roaming internacional?

Economizar é a ordem em um ambiente de economia estagnada e um câmbio desfavorável.

A solução pode ser simples! Uma opção é comprar um chip quando chegar no destino. Em alguns países isso é fácil, mas em outros, infelizmente, mais complicado.

Outra possibilidade é comprar esse chip no Brasil, antes de viajar.

Há empresas no mercado que disponibilizam a compra pelo site. Os pacotes são pré pagos e possuem diferentes preços de acordo com a quantidade de gigabytes de acesso à internet e minutos de ligações.

Além disso, elas disponibilizam um aplicativo que faz a conexão do número do seu chip no exterior com o seu número no Brasil. Assim, você pode atender ligações recebidas pelo seu número brasileiro, sem pagar roaming.

Há muitas empresas no mercado que entregam SIM Cards internacionais no Brasil.

usar celular no exterior

Operadora local é outra opção para usar celular no exterior

Comprar um chip (SIM Card) ao chegar ao seu destino tem sido a opção mais escolhida pelos turistas que usam celular no exterior. No entanto, você deve escolher se prefere comprar um chip pré ou pós-pago.

A escolha vai te garantir alguns benefícios como internet ilimitada, ligações nacionais e internacionais. É importante destacar que seu celular precisa ser desbloqueado para usar qualquer chip internacional.

A Vodafone é bastante utilizada por turistas que viajam pela Europa. A aderência deve-se ao serviço de roaming na União Europeia e por ter planos baratos.

Ao adquirir um chip no exterior, sua economia pode ser de até 70%. O valor inclui o custo que você teria caso contratasse o serviço de roaming internacional.

WiFi é uma possibilidade barata

O wi-fi é uma opção gratuita, mas nem sempre disponível. Ainda assim, vale a pena aproveitar a conexão em hotéis, restaurantes e outros lugares que oferecem o serviço.

Caso você não faça tanta questão de se comunicar o tempo todo, o wi-fi é suficiente. Ele permite ler e responder mensagens, fazer ligações e atualizar as redes sociais algumas vezes durante o dia.

A única desvantagem é que você pode ficar na mão caso aconteça uma emergência, em locais onde não há wi-fi.

Roaming de dados é última opção

As operadoras de telefonia oferecem esse serviço para quem está fora da sua cidade de origem e quer usar celular no exterior: fazer ligações e acessar a internet. O roaming internacional tem mais restrições do que o nacional.

Antes de partir para o exterior, você precisa tomar alguns cuidados para evitar surpresas no final do mês.

Um deles é verificar o que as operadoras ofertam para definir se vale a pena contratar um pacote de roaming e o que deve ser levado em consideração na escolha.

As operadoras brasileiras Oi, Claro, Tim e Vivo oferecem esse serviço, mas é preciso solicitá-lo antes. Ainda assim, ao desembarcar no país de destino, é preciso ligar o celular e aguardar a operadora enviar um SMS oferecendo o plano de roaming internacional (dados e voz).

No entanto, os planos são cobrados por cada dia utilizado e você pode ativá-los apenas quando precisar.

Vale lembrar, no entanto, que uma forma de facilitar a comunicação com os amigos, parentes e colegas de trabalho do Brasil é usar as mensagens de texto (SMS).

No roaming de dados, o recebimento de mensagens não é cobrado, mas o envio, sim.

Rafael Massadar

Jornalista com experiência em redação com pós-graduação em Comunicação Empresarial e Transmídia. Atualmente trabalho como assessor de imprensa.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

viagem de Natal e Ano Novo
A inexperiência com o dinheiro e a falta de planejamento podem levar ao descontrole financeiro
Aéreas de baixo custo
Black Friday chegando: como não cair em ciladas
Adeus, consumismo: dicas para fazer compras em brechó