InícioNotíciasFinanças PessoaisConheça os 3 tipos de saques do FGTS. Confira!

Conheça os 3 tipos de saques do FGTS. Confira!

4.9
(9)

Você já reparou que existem diversos tipos de saques do FGTS atualmente? Sabia que existe diferença para cada um deles e que até as datas para ter acesso ao dinheiro são diferentes?

No momento, são três opções existentes: o saque emergencial, saque aniversário e saque digital.

Mas o que significa cada um deles? Quem pode receber qual? Com tantas opções é comum surgir esse tipo de dúvida quando se fala sobre FGTS.

Porém, antes de falar dos tipos de saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, é preciso explicar o que ele é.

Dinheiro de saque do FGTS com carteira de trabalho
Atualmente, existem três opções de saque do FGTS disponíveis

Para quem não sabe, o FGTS foi criado com o objetivo de proteger o trabalhador que é demitido sem justa causa. E para isso, é necessária abertura de uma conta vinculada ao contrato de trabalho.

No início de cada mês, os empregadores precisam depositar o dinheiro nas contas abertas na Caixa Econômica, em nome dos trabalhadores. Vale ressaltar que o valor deve ser correspondente a 8% do salário de cada funcionário.

O FGTS é constituído pelo total desses depósitos mensais e os valores pertencem aos empregados. Em algumas situações, eles podem ter direito ao valor total do que foi depositado.

Quer conhecer mais os tipos de saques do FGTS? Ficou curioso para saber a diferença de cada um deles? Confira abaixo!

Saque emergencial FGTS

O saque emergencial do FGTS foi autorizado por meio da Medida Provisória nº946 de 07/04/2020. Esse tipo de saque é para todo titular de contas do FGTS com saldo, incluindo as ativas e inativas, no valor de até R$1.045 por trabalhador. 

O pagamento do saque emergencial é realizado exclusivamente por meio de uma poupança social digital. Ela é aberta automaticamente pela Caixa em nome dos trabalhadores.

A movimentação do dinheiro desse tipo de saque deve ser realizada por meio digital, no aplicativo do CAIXA Tem, sem custo para o trabalhador. Isso foi feito para evitar o deslocamento das pessoas até as agências, em meio à pandemia do coronavírus.

Vale ressaltar que o dinheiro deve ser sacado até 31 de dezembro deste ano. Depois de o dinheiro ser creditado na poupança social, o trabalhador pode pagar boletos ou contas.

Até mesmo utilizar o cartão de débito virtual e QR Code para realizar compras em padarias, supermercados, farmácias, entre outros estabelecimentos.

A partir da data disponibilizada para realizar o saque ou transferência, de acordo com o mês de nascimento, os trabalhadores poderão transferir para outras contas de qualquer banco. Sem custos a mais para isso.

Também é possível realizar o saque nos terminais de autoatendimento da Caixa, casas lotéricas e banco 24 Horas. Isso tudo utilizando o código que deve ser gerado no aplicativo da CAIXA Tem.

Saque-Aniversário FGTS

Outro tipo de saque do FGTS que já é bastante conhecido pelos trabalhadores é o saque-aniversário. 

Essa é uma modalidade onde o trabalhador consegue retirar parte do saldo do fundo, anualmente. Mas, esse saque ocorre acrescido de uma parcela adicional – cobrada próxima ao mês do aniversário do trabalhador brasileiro.

No entanto, o trabalhador que tiver a intenção de realizar o saque-aniversário precisa fazer um requerimento junto à Caixa Econômica. Além disso, o saque-aniversário impede que o trabalhador saque a totalidade do dinheiro do fundo, em caso de demissão.

O trabalhador que aderir ao saque-aniversário do FGTS pode sacar um percentual do dinheiro que há na conta. E, é importante destacar que quanto maior o valor sacado menor será a porcentagem.

-> Até R$500: 50% do valor;

-> R$500,01 a R$1.000: 40% do valor, com parcela adicional de R$50;

->R$1.000,01 a R$5.000: 30% do valor, com parcela adicional de R$150; 

-> R$5.000,01 a R$10.000: 20% do valor, com parcela adicional de R$650;

-> R$10.000,01 a R$15.000: 15% do valor, com parcela adicional de R$1.150;

-> R$15.000,01 a R$20.000: 10% do valor, com parcela adicional de R$1.900;

-> Acima de R$20.000: 5% do valor, com parcela adicional de R$2.900.

Saque digital do FGTS

Além dos dois tipos de saques do FGTS já mencionados, há, ainda, o saque digital. Este é um serviço novo criado pela Caixa com o objetivo do trabalhador sacar o Fundo de Garantia de forma confortável, ágil, com segurança e comodidade.

Como funciona esse modelo de saque? É bem fácil, basta você acessar o aplicativo do FGTS e consultar os valores que já estão liberados.

Feito isso, a próxima etapa é solicitar o saque, indicando para qual conta gostaria de enviar, podendo ser escolhido qualquer banco.

Todo o processo é 100% digital e você pode resolver no conforto do seu lar, sem precisar ir até uma agência. A nova modalidade está habilitada desde janeiro de 2020.

Quer saber se você pode sacar o FGTS para quitar as suas dívidas? Essa é uma pergunta que o FinanceOne te responde e trazendo possíveis soluções. Confira!

O que achou disso?

Média da classificação 4.9 / 5. Número de votos: 9

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Mateus Carvalho
Mateus Carvalho
Jornalista de profissão e apaixonado por Marketing Digital. Já foi redator de jornal impresso, atualmente escrevo para o digital e tenho sede por empreender. Escrever é a minha maior paixão e quando não estou digitando estou pensando em digitar. Carioca, vascaíno e apaixonado por memes.

Assine nossa newsletter!

Páginas Populares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

InícioNotíciasFinanças PessoaisConheça os 3 tipos de saques do FGTS. Confira!

Conheça os 3 tipos de saques do FGTS. Confira!

4.9
(9)

Você já reparou que existem diversos tipos de saques do FGTS atualmente? Sabia que existe diferença para cada um deles e que até as datas para ter acesso ao dinheiro são diferentes?

No momento, são três opções existentes: o saque emergencial, saque aniversário e saque digital.

Mas o que significa cada um deles? Quem pode receber qual? Com tantas opções é comum surgir esse tipo de dúvida quando se fala sobre FGTS.

Porém, antes de falar dos tipos de saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, é preciso explicar o que ele é.

Dinheiro de saque do FGTS com carteira de trabalho
Atualmente, existem três opções de saque do FGTS disponíveis

Para quem não sabe, o FGTS foi criado com o objetivo de proteger o trabalhador que é demitido sem justa causa. E para isso, é necessária abertura de uma conta vinculada ao contrato de trabalho.

No início de cada mês, os empregadores precisam depositar o dinheiro nas contas abertas na Caixa Econômica, em nome dos trabalhadores. Vale ressaltar que o valor deve ser correspondente a 8% do salário de cada funcionário.

O FGTS é constituído pelo total desses depósitos mensais e os valores pertencem aos empregados. Em algumas situações, eles podem ter direito ao valor total do que foi depositado.

Quer conhecer mais os tipos de saques do FGTS? Ficou curioso para saber a diferença de cada um deles? Confira abaixo!

Saque emergencial FGTS

O saque emergencial do FGTS foi autorizado por meio da Medida Provisória nº946 de 07/04/2020. Esse tipo de saque é para todo titular de contas do FGTS com saldo, incluindo as ativas e inativas, no valor de até R$1.045 por trabalhador. 

O pagamento do saque emergencial é realizado exclusivamente por meio de uma poupança social digital. Ela é aberta automaticamente pela Caixa em nome dos trabalhadores.

A movimentação do dinheiro desse tipo de saque deve ser realizada por meio digital, no aplicativo do CAIXA Tem, sem custo para o trabalhador. Isso foi feito para evitar o deslocamento das pessoas até as agências, em meio à pandemia do coronavírus.

Vale ressaltar que o dinheiro deve ser sacado até 31 de dezembro deste ano. Depois de o dinheiro ser creditado na poupança social, o trabalhador pode pagar boletos ou contas.

Até mesmo utilizar o cartão de débito virtual e QR Code para realizar compras em padarias, supermercados, farmácias, entre outros estabelecimentos.

A partir da data disponibilizada para realizar o saque ou transferência, de acordo com o mês de nascimento, os trabalhadores poderão transferir para outras contas de qualquer banco. Sem custos a mais para isso.

Também é possível realizar o saque nos terminais de autoatendimento da Caixa, casas lotéricas e banco 24 Horas. Isso tudo utilizando o código que deve ser gerado no aplicativo da CAIXA Tem.

Saque-Aniversário FGTS

Outro tipo de saque do FGTS que já é bastante conhecido pelos trabalhadores é o saque-aniversário. 

Essa é uma modalidade onde o trabalhador consegue retirar parte do saldo do fundo, anualmente. Mas, esse saque ocorre acrescido de uma parcela adicional – cobrada próxima ao mês do aniversário do trabalhador brasileiro.

No entanto, o trabalhador que tiver a intenção de realizar o saque-aniversário precisa fazer um requerimento junto à Caixa Econômica. Além disso, o saque-aniversário impede que o trabalhador saque a totalidade do dinheiro do fundo, em caso de demissão.

O trabalhador que aderir ao saque-aniversário do FGTS pode sacar um percentual do dinheiro que há na conta. E, é importante destacar que quanto maior o valor sacado menor será a porcentagem.

-> Até R$500: 50% do valor;

-> R$500,01 a R$1.000: 40% do valor, com parcela adicional de R$50;

->R$1.000,01 a R$5.000: 30% do valor, com parcela adicional de R$150; 

-> R$5.000,01 a R$10.000: 20% do valor, com parcela adicional de R$650;

-> R$10.000,01 a R$15.000: 15% do valor, com parcela adicional de R$1.150;

-> R$15.000,01 a R$20.000: 10% do valor, com parcela adicional de R$1.900;

-> Acima de R$20.000: 5% do valor, com parcela adicional de R$2.900.

Saque digital do FGTS

Além dos dois tipos de saques do FGTS já mencionados, há, ainda, o saque digital. Este é um serviço novo criado pela Caixa com o objetivo do trabalhador sacar o Fundo de Garantia de forma confortável, ágil, com segurança e comodidade.

Como funciona esse modelo de saque? É bem fácil, basta você acessar o aplicativo do FGTS e consultar os valores que já estão liberados.

Feito isso, a próxima etapa é solicitar o saque, indicando para qual conta gostaria de enviar, podendo ser escolhido qualquer banco.

Todo o processo é 100% digital e você pode resolver no conforto do seu lar, sem precisar ir até uma agência. A nova modalidade está habilitada desde janeiro de 2020.

Quer saber se você pode sacar o FGTS para quitar as suas dívidas? Essa é uma pergunta que o FinanceOne te responde e trazendo possíveis soluções. Confira!

O que achou disso?

Média da classificação 4.9 / 5. Número de votos: 9

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?