Mais
    InícioFGTSPosso sacar meu FGTS para pagar dívidas? Confira!

    Posso sacar meu FGTS para pagar dívidas? Confira!

    3.6
    (84)

    Você já retirou o dinheiro do FGTS? Sabe o que vai fazer com o dinheiro? Está pensando em sacar FGTS para pagar dívidas? Será que isso é possível?

    Publicidade

    A resposta é sim. Você pode e deve utilizar o dinheiro do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço para quitar as suas dívidas.

    É importante ressaltar que antes de você decidir o destino do seu saldo do FGTS, é válido realizar as contas e verificar quanto está pagando de juros com a dívida em aberto.

    Se o rendimento do seu dinheiro guardado não superar os juros que você paga em uma dívida, continuará perdendo dinheiro.

    + Com corte, FGTS rende mais que a Selic

    Isso porque o dinheiro guardado em uma conta do FGTS rende menos que a poupança. Enquanto os juros do cheque especial chegam a mais de 150% ao ano. 

    Publicidade
    Pessoa segurando dinheiro do saque de FGTS para pagar dívidas
    Você pode sacar o FGTS para pagar dívidas

    Sacar FGTS para pagar dívidas: é possível?

    Apesar de não ser permitido realizar o saque valor do total da conta do FGTS imediato, você consegue retirar o dinheiro para quitar as dívidas. O que ajuda milhares de brasileiros que estão endividados.

    Para se ter uma ideia, 66,5% das famílias brasileiras estão endividadas, de acordo com uma pesquisa realizada pela CNC em maio deste ano. Um dos motivos é a pandemia causada pelo novo coronavírus que está afetando a economia do país.

    Sacar FGTS para pagar dívidas é uma alternativa desses brasileiros. Até mesmo porque ninguém gosta de estar com contas atrasadas e ter o nome sujo no SPC e Serasa. 

    + Como saber se tenho FGTS para receber?

    E lembre-se que quanto mais atrasada ficar a conta, mais juros você irá pagar. Por isso, quanto antes elas forem quitadas melhor será para a sua saúde financeira.

    Publicidade

    Outra dica é você sacar o FGTS para pagar dívidas do banco. Está no vermelho no cheque especial? Com cartão de crédito ou empréstimo pessoal atrasados? Dê prioridade para pagar essas contas.

    Isso porque são essas despesas que contam com as taxas de juros mais altas, em casos de atrasos. Por isso, se você está dentro dos que podem sacar o FGTS, esse dinheiro pode ser um alívio para as suas finanças.

    + É possível sacar FGTS para quitar parcelas atrasadas da casa própria?

    FGTS poderá ser usado para quitar parcelas atrasadas do imóvel

    Os trabalhadores que estiverem com as parcelas atrasadas de um financiamento imobiliário poderão usar o FGTS para quitar as dívidas. Essa informação foi decidida pelo Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço.

    Agora, será possível utilizar o saldo do FGTS para pagar até 12 parcelas do financiamento que estão em atraso. Vale lembrar que essa decisão é para aqueles que têm o financiamento contratado no Sistema Financeiro da Habitação – ou SFH como é conhecido.

    Essa medida para quitar as parcelas do imóvel utilizando o FGTS vale até o dia 31 de dezembro. De acordo com a resolução publicada no Diário Oficial da União, o limite será de até 12 parcelas em atraso.

    Publicidade

    Atualmente, o FGTS pode ser usado em duas maneiras para ter a casa própria: na compra do imóvel ou na construção e amortização das parcelas de financiamentos imobiliários. Apesar de já ser usado para reduzir o valor do financiamento, o recurso de usar o FGTS para quitação de dívidas em atraso é uma novidade.

    Já que é possível sacar, é uma boa opção pagar as dívidas?

    Para essa pergunta a resposta também é sim. E as estatísticas mostram que isso é cada vez mais necessário. Afinal, o número de inadimplente, tem crescido de forma expressiva.

    De acordo com dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), 37,4% dos brasileiros inadimplentes têm dívidas de até R$500,00. Ainda, 15,9% das dívidas variam de R$500 a R$1.000 e 20,34%, de R$1.000 a R$2.500.

    Mas, é importante sempre relembrar que você não pode sacar todo o dinheiro do Fundo de Garantia para pagar as suas dívidas. É importante ter uma noção do que é mais urgente.

    Existem alguns tipos de saque. O imediato e o saque-aniversário, além do emergencial criado pelo governo para conter os impactos da pandemia do coronavírus. Fora estes, você só pode sacar o FGTS quando: 

    • Demissão sem justa causa;
    • Aposentadoria;
    • Compra de casa própria;
    • Fechamento da empresa empregadora;
    • Término do contrato de trabalho de um trabalhador temporário;
    • Rescisão de contrato por comum acordo entre empregador e trabalhador – nesse caso, é possível sacar somente 80% do saldo da conta vinculada;
    • Falta de atividade remunerada para trabalhador avulso por 90 dias ou mais;
    • Ter idade igual ou superior a 70 anos;
    • Doenças graves (como Aids ou câncer) do trabalhador, esposa(o) ou filho, ou em caso de estágio terminal de qualquer doença.

    Tenha um planejamento financeiro para sanar dívidas

    Por isso, que tal você começar um planejamento para alinhar as suas dívidas?

    Isso mesmo, ter em mente o que é mais prioritário e o valor da cada uma te dará um parâmetro de quanto gastar e de como ficará a sua situação depois.

    Além disso, você precisa saber o quanto de juros será cobrado em cada uma e de quando essas dívidas são. 

    “A melhor estratégia é priorizar aquelas com as maiores taxas – que geralmente são as do cartão de crédito e do cheque especial –, que venceram há muito tempo e cujo valor total é maior”, diz o Nubank.

    A fintech ainda pede que haja a priorização daquelas dívidas com taxas maiores, de acordo com a fintech. Segundo o banco, em maio de 2020, os juros do crédito rotativo estavam em 298,6%, de acordo com o Banco Central.

    “Mesmo que o dinheiro do saque imediato do FGTS não dê para quitar todas as dívidas, é essencial entrar em contato com a empresa para renegociar as contas em atraso com o valor que você tem em mãos.”

    Você sabe como funcionam os juros do rotativo? Então confira mais um conteúdo exclusivo do FinanceOne!

    O que achou disso?

    Média da classificação 3.6 / 5. Número de votos: 84

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Redação
    Redação
    O FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde 2003, publicamos conteúdos que buscam traduzir desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa. Nossa missão é mostrar que qualquer pessoa pode ter controle financeiro e fazer as escolhas certas. Assim como ter no dinheiro um aliado para viver bem e conquistar seus sonhos.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    34 COMENTÁRIOS

    1. Eu consigo sacar pelo menos uma parte do fundo de garantia pra pagar aluguel o juros por atraso é muito alto e como faço por favor

      • Oi, Wagner. Tudo bem?
        Que bom que nosso conteúdo te ajudou. Acompanhe o FinanceOne que sempre trazemos informações sobre FGTS.

    2. Boa noite!!
      Eu estou afastada do meu emprego pelo inss , eu teria direito de sacar o meu fgts ?
      Obs: não fiz a perícia médica ainda.
      Desde já agradeço.

    3. Olá,
      Então na verdade não podemos sacar, esta seria a resposta, pois para sacar pelas modalidades descritas tirando a demissão e acordo, só será possivel sacar trocando a modalidade para saque aniversário que é um valor muito baixo para quitar dividas preocupantes.

      • Olá, Edmilson. Tudo bem?
        A legislação do FGTS não permite a retirada para financiamento de carro. Dessa forma, você não poderá comprar um veículo por meio de recursos do Fundo de Garantia, a permissão é somente para a compra da casa própria.

      • Olá, Renê. Tudo bem?
        Caso você se enquadre em uma das possibilidades de saque do FGTS, poderá usar o dinheiro para pagar as dívidas.

    4. Olá,tenho dois fundos de garantia inativos e tenho dúvidas em duas questões,a primeira se posso comprar material de construção,e a outra se posso pagar uma dívida de uma empresa de construção que estou em débito, obrigado

      • Olá, Cleidson. Tudo bem?
        Quem tem o desejo de construir ou reformar um imóvel pode utilizar o saldo do FGTS e efetuar um pagamento parcial ou integral. O financiamento é realizado através do Sistema Financeiro de Habitação e sua garantia é a alienação fiduciária que tem como base a transferência de bens como pagamento de dívidas. Saiba mais em: Como usar o FGTS para construção e reforma?

    5. Já fiz a antecipação de 5 parcelas do saque aniversário, mais tem consignado na caixa economica, posso usar meu FGTS para pagar meu consignado na caixa?

      • Olá, Luciana! Tudo bem?
        Você pode usar o FGTS em empréstimo consignado, ele servirá de garantia para operações de crédito em até 10% do valor total. Ou, no caso de demissão sem justa causa, é possível utilizar até 100% do FGTS como garantia do empréstimo consignado.

      • Olá, Luciana! Tudo bem?
        Você pode usar o FGTS em empréstimo consignado, ele servirá de garantia para operações de crédito em até 10% do valor total. Ou, no caso de demissão sem justa causa, é possível utilizar até 100% do FGTS como garantia do empréstimo consignado.

    6. Olá boa tarde!
      Posso usar o meu FGTS para pagar conta de luz e água, estão atrasadas?Estou desempregada por isso preciso do meu FGTS.
      Desde de já agradeço a atenção!

    7. Prezados, boa tarde.

      Estou com uma dívida nas parcelas do meu carro e a financeira me ofereceu este recurso para pagamento.
      Por favor, sabem se isto é seguro?
      Obrigado

    8. Olá, bom dia!

      Estou com meu nome negativado. Eu poderia usar uma parte do FGTS para quitar essa dívida?
      Se sim, onde devo ir ou quem devo procurar?

      Desde já, muito obrigado e parabéns pelo conteúdo.

    9. Não tenho dinheiro para pagar a dívida da escola de meu filho das mensalidades de 2021. E por isso, não consigo matricular ele. Posso usar o dinheiro do FGTS para renegociar com o colégio e pagar a matricula?

    10. Bom Dia! Tenho um crédito imobiliário (não está em atraso) no qual gostaria de quitar pois me consome uma parcela considerável dos meus ganhos mensais. Pelo que sei essa modalidade de crédito não está inserido no SFH, mas está sendo uma pedra no meu sapato. Mesmo tendo recursos no FGTS para quitar, não sei se posso utilizar. Obrigado.

      • Oi, Alexandre! Tudo bem?
        FGTS pode ser utilizado para quitar crédito imobiliário fora do SFH, conforme a Lei n 13.932/2019.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioFGTSPosso sacar meu FGTS para pagar dívidas? Confira!

    Posso sacar meu FGTS para pagar dívidas? Confira!

    3.6
    (84)

    Você já retirou o dinheiro do FGTS? Sabe o que vai fazer com o dinheiro? Está pensando em sacar FGTS para pagar dívidas? Será que isso é possível?

    Publicidade

    A resposta é sim. Você pode e deve utilizar o dinheiro do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço para quitar as suas dívidas.

    É importante ressaltar que antes de você decidir o destino do seu saldo do FGTS, é válido realizar as contas e verificar quanto está pagando de juros com a dívida em aberto.

    Se o rendimento do seu dinheiro guardado não superar os juros que você paga em uma dívida, continuará perdendo dinheiro.

    + Com corte, FGTS rende mais que a Selic

    Isso porque o dinheiro guardado em uma conta do FGTS rende menos que a poupança. Enquanto os juros do cheque especial chegam a mais de 150% ao ano. 

    Publicidade
    Pessoa segurando dinheiro do saque de FGTS para pagar dívidas
    Você pode sacar o FGTS para pagar dívidas

    Sacar FGTS para pagar dívidas: é possível?

    Apesar de não ser permitido realizar o saque valor do total da conta do FGTS imediato, você consegue retirar o dinheiro para quitar as dívidas. O que ajuda milhares de brasileiros que estão endividados.

    Para se ter uma ideia, 66,5% das famílias brasileiras estão endividadas, de acordo com uma pesquisa realizada pela CNC em maio deste ano. Um dos motivos é a pandemia causada pelo novo coronavírus que está afetando a economia do país.

    Sacar FGTS para pagar dívidas é uma alternativa desses brasileiros. Até mesmo porque ninguém gosta de estar com contas atrasadas e ter o nome sujo no SPC e Serasa. 

    + Como saber se tenho FGTS para receber?

    E lembre-se que quanto mais atrasada ficar a conta, mais juros você irá pagar. Por isso, quanto antes elas forem quitadas melhor será para a sua saúde financeira.

    Publicidade

    Outra dica é você sacar o FGTS para pagar dívidas do banco. Está no vermelho no cheque especial? Com cartão de crédito ou empréstimo pessoal atrasados? Dê prioridade para pagar essas contas.

    Isso porque são essas despesas que contam com as taxas de juros mais altas, em casos de atrasos. Por isso, se você está dentro dos que podem sacar o FGTS, esse dinheiro pode ser um alívio para as suas finanças.

    + É possível sacar FGTS para quitar parcelas atrasadas da casa própria?

    FGTS poderá ser usado para quitar parcelas atrasadas do imóvel

    Os trabalhadores que estiverem com as parcelas atrasadas de um financiamento imobiliário poderão usar o FGTS para quitar as dívidas. Essa informação foi decidida pelo Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço.

    Agora, será possível utilizar o saldo do FGTS para pagar até 12 parcelas do financiamento que estão em atraso. Vale lembrar que essa decisão é para aqueles que têm o financiamento contratado no Sistema Financeiro da Habitação – ou SFH como é conhecido.

    Essa medida para quitar as parcelas do imóvel utilizando o FGTS vale até o dia 31 de dezembro. De acordo com a resolução publicada no Diário Oficial da União, o limite será de até 12 parcelas em atraso.

    Publicidade

    Atualmente, o FGTS pode ser usado em duas maneiras para ter a casa própria: na compra do imóvel ou na construção e amortização das parcelas de financiamentos imobiliários. Apesar de já ser usado para reduzir o valor do financiamento, o recurso de usar o FGTS para quitação de dívidas em atraso é uma novidade.

    Já que é possível sacar, é uma boa opção pagar as dívidas?

    Para essa pergunta a resposta também é sim. E as estatísticas mostram que isso é cada vez mais necessário. Afinal, o número de inadimplente, tem crescido de forma expressiva.

    De acordo com dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), 37,4% dos brasileiros inadimplentes têm dívidas de até R$500,00. Ainda, 15,9% das dívidas variam de R$500 a R$1.000 e 20,34%, de R$1.000 a R$2.500.

    Mas, é importante sempre relembrar que você não pode sacar todo o dinheiro do Fundo de Garantia para pagar as suas dívidas. É importante ter uma noção do que é mais urgente.

    Existem alguns tipos de saque. O imediato e o saque-aniversário, além do emergencial criado pelo governo para conter os impactos da pandemia do coronavírus. Fora estes, você só pode sacar o FGTS quando: 

    • Demissão sem justa causa;
    • Aposentadoria;
    • Compra de casa própria;
    • Fechamento da empresa empregadora;
    • Término do contrato de trabalho de um trabalhador temporário;
    • Rescisão de contrato por comum acordo entre empregador e trabalhador – nesse caso, é possível sacar somente 80% do saldo da conta vinculada;
    • Falta de atividade remunerada para trabalhador avulso por 90 dias ou mais;
    • Ter idade igual ou superior a 70 anos;
    • Doenças graves (como Aids ou câncer) do trabalhador, esposa(o) ou filho, ou em caso de estágio terminal de qualquer doença.

    Tenha um planejamento financeiro para sanar dívidas

    Por isso, que tal você começar um planejamento para alinhar as suas dívidas?

    Isso mesmo, ter em mente o que é mais prioritário e o valor da cada uma te dará um parâmetro de quanto gastar e de como ficará a sua situação depois.

    Além disso, você precisa saber o quanto de juros será cobrado em cada uma e de quando essas dívidas são. 

    “A melhor estratégia é priorizar aquelas com as maiores taxas – que geralmente são as do cartão de crédito e do cheque especial –, que venceram há muito tempo e cujo valor total é maior”, diz o Nubank.

    A fintech ainda pede que haja a priorização daquelas dívidas com taxas maiores, de acordo com a fintech. Segundo o banco, em maio de 2020, os juros do crédito rotativo estavam em 298,6%, de acordo com o Banco Central.

    “Mesmo que o dinheiro do saque imediato do FGTS não dê para quitar todas as dívidas, é essencial entrar em contato com a empresa para renegociar as contas em atraso com o valor que você tem em mãos.”

    Você sabe como funcionam os juros do rotativo? Então confira mais um conteúdo exclusivo do FinanceOne!

    O que achou disso?

    Média da classificação 3.6 / 5. Número de votos: 84

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?