Mais
    InícioNotíciasInvestimentosConheça os melhores (e os piores) regimes de previdência do mundo

    Conheça os melhores (e os piores) regimes de previdência do mundo

    5
    (1)

    Você já parou para se perguntar quais são os melhores e piores regimes de previdência do mundo? Tem curiosidade em saber? Se respondeu que sim, saiba que a Holanda e a Dinamarca são os países que têm os melhores sistemas do mundo.

    Foi o que mostrou um estudo realizado pela consultoria Mercer, que analisou 37 regimes de previdência em todo o mundo. Vale ressaltar que o resultado dessa pesquisa foi divulgado no segundo semestre do ano passado.

    Tanto a Dinamarca quanto a Holanda ficaram em primeiro lugar porque tiraram nota A para o nível de segurança financeira proporcionado para a aposentadoria.

    Isso, é claro, levando em consideração o Índice Global da Previdência Melbourne Mercer.

    bandeira da previdência social
    A Dinamarca e Holanda são os países com os melhores regimes de previdência

    Top 10 dos melhores regimes de previdência

    1º lugar: Holanda

    2º lugar: Dinamarca

    3º lugar: Austrália

    4º lugar: Finlândia

    5º lugar: Suécia

    6º lugar: Noruega

    7º lugar: Singapura

    8º lugar: Nova Zelândia

    9º lugar: Canadá

    10º lugar: Chile

    A Austrália, que ficou em terceiro lugar, teve nota B+ no ranking do Índice Global de Previdência Melbourne Mercer.

    Enquanto os demais países tiraram B e completaram a lista dos dez melhores países com regimes de previdência.

    A Holanda voltou para o primeiro lugar em 2019, com mais trabalhadores favorecidos por planos de benefícios definidos. Tendo como base o salário médio ao longo da vida deles.

    Regimes de previdência no mundo: Brasil teve queda na posição

    Você já deve ter reparado que o Brasil não está entre os 10 melhores regimes de previdência do mundo. Então em qual posição ele está?

    Atualmente, o Brasil se encontra na 23ª posição no índice, anteriormente a posição era a 21ª.

    Com isso, a nota geral do país baixou levemente, de 56,5, em 2018, para 55,9 no ano passado. Enquanto a média global é de 59,3.

    De acordo com Felipe Bruno, da Mercer Brasil, a queda no ranking está relacionada mais à melhora de Hong Kong e Polônia, do que a perda de pontuação. Que são os índices de integridade, sustentabilidade e adequação.

    “Nossa avaliação é que o Brasil ficou estagnado no ranking. Com a aprovação da reforma da previdência, o país deve melhorar substancialmente no quesito sustentabilidade, que é sua maior deficiência e está entre os mais mal avaliados do mundo, 27,7.”

    Entre os piores regimes, Argentina aparece no penúltimo lugar

    Agora que você já conheceu os melhores regimes de previdência, com os dez primeiros lugares, e já sabe que o Brasil ocupa a 23ª colocação, que tal conhecer como foram classificados os outros países?

    Conhecida dos brasileiros, a Argentina ocupa a penúltima colocação deste ranking, ficando em 36º lugar e acima apenas da Tailândia. Os países tiveram pontuação total de 39,5 e 39,4, respectivamente.

    Vale destacar que a Argentina fica à frente da Tailândia na classificação apenas por conta do critério adequação, pois ficou abaixo da última colocada nos quesitos sustentabilidade e integridade.

    Confira a colocação dos demais países

    11º lugar: Irlanda

    12º lugar: Suíça

    13º lugar: Alemanha

    14º lugar: Reino Unido

    15º lugar: Hong Kong

    16º lugar: Malásia

    17º lugar: Estados Unidos

    18º lugar: França

    19º lugar: Peru

    20º lugar: Colômbia

    21º lugar: Polônia

    22º lugar: Arábia Saudita 

    23º lugar: Brasil

    24º lugar: Espanha

    25º lugar: Áustria

    26º lugar: África do Sul

    27º lugar: Indonesia

    28º lugar: Itália

    29º lugar: Coréia 

    30º lugar: China

    31º lugar: Japão

    32º lugar: Índia

    33º lugar: México

    34º lugar: Filipinas

    35º lugar: Turquia

    36º lugar: Argentina

    37º lugar: Tailândia

    “Os sistemas em todo o mundo estão enfrentando uma expectativa de vida sem precedentes e uma pressão crescente sobre os recursos públicos para apoiar a saúde e o bem-estar dos cidadãos mais velhos. É imperativo que os formuladores de políticas reflitam sobre os pontos fortes e fracos de seus sistemas para garantir resultados mais fortes a longo prazo para os aposentados do futuro”, destacou o consultor sênior da Mercer e autor do estudo, David Knox.

    Você que já está se preparando para aposentar, sabia que existe o melhor plano de previdência para cada perfil? Ficou sem entender? A gente te explica!

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Mateus Carvalho
    Mateus Carvalho
    Jornalista de profissão e apaixonado por Marketing Digital. Já foi redator de jornal impresso, atualmente escrevo para o digital e tenho sede por empreender. Escrever é a minha maior paixão e quando não estou digitando estou pensando em digitar. Carioca, vascaíno e apaixonado por memes.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasInvestimentosConheça os melhores (e os piores) regimes de previdência do mundo

    Conheça os melhores (e os piores) regimes de previdência do mundo

    5
    (1)

    Você já parou para se perguntar quais são os melhores e piores regimes de previdência do mundo? Tem curiosidade em saber? Se respondeu que sim, saiba que a Holanda e a Dinamarca são os países que têm os melhores sistemas do mundo.

    Foi o que mostrou um estudo realizado pela consultoria Mercer, que analisou 37 regimes de previdência em todo o mundo. Vale ressaltar que o resultado dessa pesquisa foi divulgado no segundo semestre do ano passado.

    Tanto a Dinamarca quanto a Holanda ficaram em primeiro lugar porque tiraram nota A para o nível de segurança financeira proporcionado para a aposentadoria.

    Isso, é claro, levando em consideração o Índice Global da Previdência Melbourne Mercer.

    bandeira da previdência social
    A Dinamarca e Holanda são os países com os melhores regimes de previdência

    Top 10 dos melhores regimes de previdência

    1º lugar: Holanda

    2º lugar: Dinamarca

    3º lugar: Austrália

    4º lugar: Finlândia

    5º lugar: Suécia

    6º lugar: Noruega

    7º lugar: Singapura

    8º lugar: Nova Zelândia

    9º lugar: Canadá

    10º lugar: Chile

    A Austrália, que ficou em terceiro lugar, teve nota B+ no ranking do Índice Global de Previdência Melbourne Mercer.

    Enquanto os demais países tiraram B e completaram a lista dos dez melhores países com regimes de previdência.

    A Holanda voltou para o primeiro lugar em 2019, com mais trabalhadores favorecidos por planos de benefícios definidos. Tendo como base o salário médio ao longo da vida deles.

    Regimes de previdência no mundo: Brasil teve queda na posição

    Você já deve ter reparado que o Brasil não está entre os 10 melhores regimes de previdência do mundo. Então em qual posição ele está?

    Atualmente, o Brasil se encontra na 23ª posição no índice, anteriormente a posição era a 21ª.

    Com isso, a nota geral do país baixou levemente, de 56,5, em 2018, para 55,9 no ano passado. Enquanto a média global é de 59,3.

    De acordo com Felipe Bruno, da Mercer Brasil, a queda no ranking está relacionada mais à melhora de Hong Kong e Polônia, do que a perda de pontuação. Que são os índices de integridade, sustentabilidade e adequação.

    “Nossa avaliação é que o Brasil ficou estagnado no ranking. Com a aprovação da reforma da previdência, o país deve melhorar substancialmente no quesito sustentabilidade, que é sua maior deficiência e está entre os mais mal avaliados do mundo, 27,7.”

    Entre os piores regimes, Argentina aparece no penúltimo lugar

    Agora que você já conheceu os melhores regimes de previdência, com os dez primeiros lugares, e já sabe que o Brasil ocupa a 23ª colocação, que tal conhecer como foram classificados os outros países?

    Conhecida dos brasileiros, a Argentina ocupa a penúltima colocação deste ranking, ficando em 36º lugar e acima apenas da Tailândia. Os países tiveram pontuação total de 39,5 e 39,4, respectivamente.

    Vale destacar que a Argentina fica à frente da Tailândia na classificação apenas por conta do critério adequação, pois ficou abaixo da última colocada nos quesitos sustentabilidade e integridade.

    Confira a colocação dos demais países

    11º lugar: Irlanda

    12º lugar: Suíça

    13º lugar: Alemanha

    14º lugar: Reino Unido

    15º lugar: Hong Kong

    16º lugar: Malásia

    17º lugar: Estados Unidos

    18º lugar: França

    19º lugar: Peru

    20º lugar: Colômbia

    21º lugar: Polônia

    22º lugar: Arábia Saudita 

    23º lugar: Brasil

    24º lugar: Espanha

    25º lugar: Áustria

    26º lugar: África do Sul

    27º lugar: Indonesia

    28º lugar: Itália

    29º lugar: Coréia 

    30º lugar: China

    31º lugar: Japão

    32º lugar: Índia

    33º lugar: México

    34º lugar: Filipinas

    35º lugar: Turquia

    36º lugar: Argentina

    37º lugar: Tailândia

    “Os sistemas em todo o mundo estão enfrentando uma expectativa de vida sem precedentes e uma pressão crescente sobre os recursos públicos para apoiar a saúde e o bem-estar dos cidadãos mais velhos. É imperativo que os formuladores de políticas reflitam sobre os pontos fortes e fracos de seus sistemas para garantir resultados mais fortes a longo prazo para os aposentados do futuro”, destacou o consultor sênior da Mercer e autor do estudo, David Knox.

    Você que já está se preparando para aposentar, sabia que existe o melhor plano de previdência para cada perfil? Ficou sem entender? A gente te explica!

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?