Início Notícias Empreendedorismo Custos x Despesas: qual a diferença?

Custos x Despesas: qual a diferença?

0
(0)

Independente de sua atividade econômica, a atenção ao dinheiro que sai do caixa é imprescindível para a sustentabilidade do negócio no curto, médio e longo prazo. Isso inclui compreender a diferença entre custos x despesas.

Para evitar que isso ocorra na sua empresa, FinanceOne explica de forma detalhada o que representa cada conta.

A diferença básica entre custos x despesas é a seguinte: os primeiros se relacionam diretamente ao produto ou serviço da empresa. Já os segundos se referem à manutenção da atividade.

Essa definição pode parecer fácil, mas, ao longo da jornada, no dia a dia, esses conceitos se confundem. Especialmente hoje, em um mercado tão dinâmico, que até “produto” ou “serviço” de algumas companhias têm explicação complicada.

Exemplos de custos:

  • Matéria-prima;
  • Salários de quem se envolve na produção;
  • Gasto com logística para a produção.

Exemplos de despesas:

  • Café do escritório de vendas;
  • Gastos com marketing e publicidade;
  • Assinatura de periódicos para o escritório.

Diferença entre custos fixos e variáveis

Além da distinção feita entre custos x despesas, é importante lembrar também que os custos podem ser divididos em outras 2 categorias: os custos fixos e os custos variáveis.

1 – Custos variáveis

​​Os custos variáveis mudam conforme as atividades desempenhadas e o volume de produção se alterem na empresa. S​ão alocados às unidades de produção e registrados como custo dos produtos fabricados e vendidos.

A energia gasta na produção e a hospedagem de um vendedor na cidade onde o cliente o requisitou são exemplos de custos variáveis.

Considere uma manicure que realiza o atendimento em domicílio como exemplo. Os custos com transporte poderão variar conforme as diferentes distâncias entre um cliente e outro. Então isso seria um custo variável.

2 – Custos fixos

Por outro lado, os custos fixos permanecem constantes, independentemente das atividades ou volume de produção. Os custos fixos representam tudo aquilo que não oscila diretamente com o volume de produção e vendas das mercadorias e serviços.

Os custos fixos incluem os custos indiretos e o de fabricação. Um bom exemplo de um custo fixo é o aluguel. Se uma empresa aluga um imóvel, deve pagar o aluguel para o proprietário estando cheio ou completamente vazio.

Ao comparar os custos fixos com os custos variáveis, ou quando se tenta determinar se um custo é fixo ou variável, simplesmente pergunte-se se o custo específico mudaria se a empresa parasse repentinamente a sua produção ou atividades de negócios.

Se a empresa continuar a arcar com os custos, então temos um custo fixo. Ao contrário, se a empresa deixar de arcar com os custos, então é mais provável que tenhamos um custo variável.

O que diferencia despesa fixa de despesa variável?

A seguir, vamos entender cada um dos conceitos e ver as diferenças entre despesas fixas e despesas variáveis.

custos x despesas
Entender a diferença custos x despesas faz com que o empresário tome decisões mais assertivas em relação à produção

1 – Despesas fixas

As despesas fixas são as que não possuem nenhuma relação com o custo do produto. Ou seja, independentemente das vendas mensais ou dos custos de produção, as despesas fixas permanecem as mesmas.

Alguns exemplos de despesas fixas são: taxas bancárias, seguros, entre outros.

2 – Despesas variáveis

As despesas variáveis são as despesas relativas à produção (não confundir com custo). São chamadas, justamente, porque o valor gasto com elas é variável e seu valor total muda conforme as vendas, produção ou alguma outra atividade da empresa.

Exemplos de tipos de despesas variáveis são: os fretes pagos pela entrega dos produtos aos clientes e combustível de veículos. Além de embalagens, comissões de venda, energia elétrica, entre outros.

Diferença custos x despesas ajuda na tomada de decisões

Entender a diferença entre custo e despesa é determinante para ajudar na formação do planejamento estratégico da empresa no longo prazo. Ou seja, a saúde financeira e econômica do negócio depende disso!

Confira como fazer um planejamento estratégico da empresa!

O que achou disso?

Deixei sua classificação

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Rafael Massadar
Carioca, amante de esportes e de viagens. Escolhi o jornalismo porque ele vive pelo mundo e conta histórias de pessoas e realidades distintas. Tenho experiência em redação e assessoria de imprensa. Atualmente, trabalho numa agência de marketing digital.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui