Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioNotíciasEmpreendedorismoDelivery: adapte seu negócio e atraia mais clientes

    Delivery: adapte seu negócio e atraia mais clientes

    0
    (0)

    As medidas necessárias para conter o avanço do Coronavírus acertam em cheio os negócios, sobretudo os restaurantes. Negócios que antes atendiam somente em pontos físicos, agora estão precisando recorrer às entregas via delivery para seguir vendendo e manter clientes.

    Publicidade

    Além disso, quem já fazia entregas precisou redobrar a atenção para dar conta de todos os pedidos. Por isso, montar um negócio que entrega via delivery requer planejamento.

    Atualmente, o delivery se apresenta como uma solução muito interessante para todos os tipos de negócio, que querem abrir novas frentes de venda e, ao mesmo tempo, conquistar clientes.

    Por isso, elaboramos este texto com dicas interessantes sobre como conquistar clientes no delivery. Continue a leitura para saber mais!

    Dicas para conseguir clientes no delivery

    A seguir, confira as dicas de como conseguir adaptar seu negócio para o delivery e atrair mais clientes.

    Defina como você vai entregar

    Antes de mais nada, vale explicar que delivery não é tudo igual! Por isso, é importante escolher qual será a forma de atendimento. As três mais comuns são:

    Publicidade
    • delivery tradicional: o cliente faz o pedido e recebe em casa;
    • take away ou retirada: o cliente realiza o pedido em casa, mas retira na loja;
    • drive thru: o cliente pode fazer o pedido em casa ou na loja, e retira sem nem precisar descer do carro.

    Portanto, antes de definir sobre as vendas, deixe bem claro aos clientes como será o delivery. Isso evitará confusões.

    Escolha as melhores plataformas

    Há poucos anos, não havia muitas empresas oferecendo serviços de entrega de comida entre clientes e restaurantes.

    No entanto, com a facilidade de acesso à internet, hoje há uma grande variedade, como o iFood ou Uber Eats, duas plataformas muito conhecidas.

    + Uber Eats ou iFood: qual o melhor para seu negócio?

    Por isso, antes de entrar em uma delas, veja as porcentagens das comissões sobre as vendas, pois isso vai impactar na sua lucratividade. Além disso, analise se há a possibilidade de diminuir custos para não repassá-los ao cliente final, de forma a manter o seu restaurante competitivo.

    Publicidade
    entregador de pizza delivery em uma moto amarela
    Delivery tem se apresentado como solução para empresas em tempos de pandemia

    Foque nos seus produtos mais vendidos

    Toda empresa tem os produtos que são considerados “os melhores” e “carros-chefes” do negócio. Ou seja, os queridinhos dos clientes.

    Por isso, dê foco para os produtos mais vendidos! Isso é uma grande vantagem estratégica e o ideal é dar uma atenção especial a eles, já que geram mais receita para o negócio.

    Tire fotos profissionais dos produtos

    Quem é que nunca “comeu com os olhos”? De fato, os olhos comem primeiro. Dito isso, considere fazer fotos profissionais para o seu negócio.

    A relação custo-benefício vale a pena. O seu restaurante, por exemplo, pode produzir imagens de alta qualidade dos pratos oferecidos, deixando os clientes com água na boca.

    Ofereça horários mais flexíveis

    De acordo com o Sebrae, o novo coronavírus pode criar demandas em horários alternativos. Por isso, faz sentido que o seu negócio esteja disponível nos horários certos!

    Publicidade

    Em tempos de normalidade perder um cliente é ruim. Mas em tempos de crise o prejuízo é ainda mais significativo. Sendo assim, ajuste seus horários de acordo com o movimento.

    Disponibilize várias formas de pagamento

    Por fim, mas não menos importante, uma das formas de garantir a satisfação dos seus clientes, ainda mais no delivery, é oferecer uma boa variedade de formas de pagamento.

    Além de oferecer as formas mais tradicionais, como dinheiro e cartões, hoje existem plataformas como PicPay, em que o consumidor pode pagar por produtos e serviços e ainda receber cashback.

    E que tal também oferecer vale-refeição? Algumas empresas, por exemplo, já estão adotando o iFood Refeição, que tem como funcionalidade ser um vale-refeição digital para funcionários.

    Pela perspectiva do estabelecimento pode não parecer tão vantajoso, mas para os clientes isso significa mais versatilidade e mostra que a sua empresa está atualizada em relação às tendências de consumo.

    Gostou do nosso texto? Acha que ele pode ser útil para alguém? Então compartilhe em suas redes sociais e ajude outras pessoas!

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Redação
    Redação
    O FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde 2003, publicamos conteúdos que buscam traduzir desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa. Nossa missão é mostrar que qualquer pessoa pode ter controle financeiro e fazer as escolhas certas. Assim como ter no dinheiro um aliado para viver bem e conquistar seus sonhos.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasEmpreendedorismoDelivery: adapte seu negócio e atraia mais clientes

    Delivery: adapte seu negócio e atraia mais clientes

    0
    (0)

    As medidas necessárias para conter o avanço do Coronavírus acertam em cheio os negócios, sobretudo os restaurantes. Negócios que antes atendiam somente em pontos físicos, agora estão precisando recorrer às entregas via delivery para seguir vendendo e manter clientes.

    Publicidade

    Além disso, quem já fazia entregas precisou redobrar a atenção para dar conta de todos os pedidos. Por isso, montar um negócio que entrega via delivery requer planejamento.

    Atualmente, o delivery se apresenta como uma solução muito interessante para todos os tipos de negócio, que querem abrir novas frentes de venda e, ao mesmo tempo, conquistar clientes.

    Por isso, elaboramos este texto com dicas interessantes sobre como conquistar clientes no delivery. Continue a leitura para saber mais!

    Dicas para conseguir clientes no delivery

    A seguir, confira as dicas de como conseguir adaptar seu negócio para o delivery e atrair mais clientes.

    Defina como você vai entregar

    Antes de mais nada, vale explicar que delivery não é tudo igual! Por isso, é importante escolher qual será a forma de atendimento. As três mais comuns são:

    Publicidade
    • delivery tradicional: o cliente faz o pedido e recebe em casa;
    • take away ou retirada: o cliente realiza o pedido em casa, mas retira na loja;
    • drive thru: o cliente pode fazer o pedido em casa ou na loja, e retira sem nem precisar descer do carro.

    Portanto, antes de definir sobre as vendas, deixe bem claro aos clientes como será o delivery. Isso evitará confusões.

    Escolha as melhores plataformas

    Há poucos anos, não havia muitas empresas oferecendo serviços de entrega de comida entre clientes e restaurantes.

    No entanto, com a facilidade de acesso à internet, hoje há uma grande variedade, como o iFood ou Uber Eats, duas plataformas muito conhecidas.

    + Uber Eats ou iFood: qual o melhor para seu negócio?

    Por isso, antes de entrar em uma delas, veja as porcentagens das comissões sobre as vendas, pois isso vai impactar na sua lucratividade. Além disso, analise se há a possibilidade de diminuir custos para não repassá-los ao cliente final, de forma a manter o seu restaurante competitivo.

    Publicidade
    entregador de pizza delivery em uma moto amarela
    Delivery tem se apresentado como solução para empresas em tempos de pandemia

    Foque nos seus produtos mais vendidos

    Toda empresa tem os produtos que são considerados “os melhores” e “carros-chefes” do negócio. Ou seja, os queridinhos dos clientes.

    Por isso, dê foco para os produtos mais vendidos! Isso é uma grande vantagem estratégica e o ideal é dar uma atenção especial a eles, já que geram mais receita para o negócio.

    Tire fotos profissionais dos produtos

    Quem é que nunca “comeu com os olhos”? De fato, os olhos comem primeiro. Dito isso, considere fazer fotos profissionais para o seu negócio.

    A relação custo-benefício vale a pena. O seu restaurante, por exemplo, pode produzir imagens de alta qualidade dos pratos oferecidos, deixando os clientes com água na boca.

    Ofereça horários mais flexíveis

    De acordo com o Sebrae, o novo coronavírus pode criar demandas em horários alternativos. Por isso, faz sentido que o seu negócio esteja disponível nos horários certos!

    Publicidade

    Em tempos de normalidade perder um cliente é ruim. Mas em tempos de crise o prejuízo é ainda mais significativo. Sendo assim, ajuste seus horários de acordo com o movimento.

    Disponibilize várias formas de pagamento

    Por fim, mas não menos importante, uma das formas de garantir a satisfação dos seus clientes, ainda mais no delivery, é oferecer uma boa variedade de formas de pagamento.

    Além de oferecer as formas mais tradicionais, como dinheiro e cartões, hoje existem plataformas como PicPay, em que o consumidor pode pagar por produtos e serviços e ainda receber cashback.

    E que tal também oferecer vale-refeição? Algumas empresas, por exemplo, já estão adotando o iFood Refeição, que tem como funcionalidade ser um vale-refeição digital para funcionários.

    Pela perspectiva do estabelecimento pode não parecer tão vantajoso, mas para os clientes isso significa mais versatilidade e mostra que a sua empresa está atualizada em relação às tendências de consumo.

    Gostou do nosso texto? Acha que ele pode ser útil para alguém? Então compartilhe em suas redes sociais e ajude outras pessoas!

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?