4 destinos baratos para estudar inglês no exterior | FinanceOne

Gráficos e cotações de Hoje

Dólar R$3,97
Euro R$4,57
Libra R$5,09
Peso R$0,13
Bitcoin R$25.393,51
Ethereum R$1.115,44
Litecoin R$219,66
Ripple R$1,32
Bovespa 81.533,08
CDI 2,64% a.a
Selic 6,40% a.a
Poupança 0,50% a.a
Conversor de Moeda
Veja a Cotação do
Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

4 destinos baratos para estudar inglês no exterior

Os destinos baratos são o objetivo de muitas pessoas na hora de programar uma viagem. Quando essa viagem é para estudar, então, a economia no destino é mais importante ainda.

O idioma inglês é um dos mais falados no mundo e primordial em qualquer currículo que se preze. Por isso, profissionais correm para ter essa especialização. E nada melhor do que aprender in loco.

A cada ano, aumenta o número de brasileiros em busca da experiência de aperfeiçoar o inglês no exterior. A imersão no idioma e no dia a dia local acaba tornando o aprendizado mais natural. Essa vivência permite que se aprenda com mais intensidade e rapidez.

destinos baratos para estudar inglês

Se você está à procura de um destino para estudar inglês e, mais do que isso, procura destinos baratos, fique atento! Há boas opções de lugares mais acessíveis para fazer intercâmbio e ganhar fluência no inglês. Com a lista que preparamos abaixo, é só escolher e arrumar as malas!

. Vai viajar? Saiba que moeda levar!

. Conheça os melhores lugares para fazer intercâmbio

Canadá

destinos baratos

O custo do intercâmbio no Canadá é menor se comparado aos Estados Unidos e Reino Unido. A cidade mais procurada é Vancouver, que mistura uma estrutura bem desenvolvida com natureza e paisagens incríveis.

O custo de programas para estudar inglês pode variar de R$1.400 a R$6.800, incluindo curso e estadia. Em alguns casos o aluno pode trabalhar por até 20 horas semanais durante o período do curso.

A qualidade de vida é altíssima e mundialmente reconhecida. Há muitos parques verdes e opções de entretenimento. Vale lembrar que o dólar canadense tem o câmbio mais favorável para os brasileiros do que o americano.

O país, e sobretudo a cidade, se destacam pela excelência no ensino, qualidade de vida e boa infraestrutura. O Canadá também é conhecido pela facilidade na emissão do visto. Lá, você também pode aprender o francês, uma das línguas oficiais do país.

Irlanda

irlanda

A Irlanda é um dos destinos baratos mais procurados por quem quer estudar inglês no exterior. A capital Dublin é mundialmente conhecida pelas paisagens verdes de cenários de séries e filmes. Os tradicionais pubs dão a alegria ao local.

Os irlandeses possuem a fama de serem bastante hospitaleiros. A Irlanda oferece visto de estudante que permite que o aluno trabalhe no país durante o período do seu curso.

Os cursos de inglês normalmente são mais baratos do que a maioria dos cursos pela Europa. Em Dublin, há cursos de duas semanas por cerca de R$1.500, mas eles podem variar entre R$9.700 e R$13.000.

Dublin se destaca pela excelência em educação, economia e localização.

África do Sul

intercambio africa do sul

A África do Sul não é um destino comum. Mas que vem sendo procurado por quem deseja aprender inglês no exterior. Os cursos mais baratos têm valores entre R$6.000 e R$9.000 para quatro semanas, incluindo acomodação.

A moeda local é bem desvalorizada, o que gera um custo de vida menor. Não é preciso ter visto para permanecer no país por até 90 dias.

A Cidade do Cabo, segunda mais populosa do país, possui bons bares, restaurantes e casas noturnas. Também há atrações como safaris, esportes radicais, praias e montanhas.

O inglês é uma das 11 línguas oficiais da África do Sul. Renomadas escolas de idioma se instalaram na Cidade do Cabo nos últimos anos. Por isso, aumentou o número de intercambistas de diversas partes do mundo.

Nova Zelândia

intercambio nova zelandia

A Nova Zelândia é mais um país que reúne qualidade de vida com educação. Paraíso dos esportes radicais, não exige visto para permanecer no país até 90 dias. Os cursos de inglês custam de R$1.642 a R$8.294, com acomodação e alimentação.

O país concede uma permissão de 20 horas de trabalho semanais. Mas somente no caso dos cursos superiores a 14 semanas.

Na Nova Zelândia, é possível estudar inglês e explorar as diversas belezas naturais locais. Há cidades, por exemplo, Queenstown, que reúnem paisagens naturais exuberantes e, ao mesmo tempo, continuam com a característica pacata de cidade pequena.

O país é conhecido pela prática de esportes radicais, segurança e qualidade de vida. O clima é tropical, bom para brasileiros.







Mais lidos

Trabalhar em casa: 28 profissões para ganhar dinheiro
Trabalhar em casa e ganhar dinheiro no conforto do lar é um sonho para muitas pessoas. No Brasil, o ...
Cartões de crédito sem anuidade: veja os 10 melhores
Procurando cartões de crédito sem anuidade? Eles definitivamente conquistaram o seu espaço na eco ...
10 marcas mais valiosas do mundo em 2018
O ano está chegando na metade e as empresas não param de crescer. Esse é o resultado da pesquisa ...
Os jogadores mais bem pagos do mundo em 2018
Quem são os jogadores mais bem pagos do mundo? Muito provavelmente você vai responder Cristiano Ro ...
Cartão de crédito com aprovação imediata existe?
Quem não quer ter um cartão de crédito hoje em dia para realizar as compras? Muitas instituiçõe ...




Publicidade