Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioNotíciasInvestimentosAções ordinárias: entenda o que são e veja dicas de como investir

    Ações ordinárias: entenda o que são e veja dicas de como investir

    0
    (0)

    Se você é um investidor ou está começando a pensar nessa possibilidade, então você já deve ter ouvido falar em ações ordinárias. Esse é um tipo de papel negociado em bolsas de valores e que possui muita popularidade. Confira a seguir como investir nesse ativo.

    Publicidade

    As ações ordinárias, conhecidas também pelo nome ON, são títulos emitidos por sociedades anônimas de capital aberto (S/A) em bolsas de valores, como a B3, por exemplo. Esse é o tipo mais comum de ações adquiridas por investidores.

    Ao comprar uma ação ordinária, esse investidor passa automaticamente a ser um acionista. Ou seja, ele também passa a deter uma parte da empresa. E o pagamento dessas ações são realizadas na forma de dividendos ou de juros sobre capital próprio.

    Um outro importante fato a ressaltar é que os investidores que aplicam seu dinheiro em ações ordinárias correm o risco de perder seu capital aplicado no papel. Porém, esses donos de pequenos pedaço da empresa possuem direito a voto e participam de decisões da S/A.

    Ficou curioso para saber um pouco mais sobre esse assunto? Então continue a leitura. Vamos explicar para você o que é uma ação ordinária e como investir nesse papel. Confira!

    Tela com várias ações
    As ações ordinárias (ON) são negociadas através de bolsas de valores como a B3

    Diferenças entre as ações ON e PN

    Para quem está habituado a esse tipo de assunto, sabe que existem seis diferentes modos de classificar ações. Entre elas, as mais populares são: as ações ordinárias e ações preferenciais.

    Publicidade

    Enquanto nas ações ordinárias o investidor corre esse risco de perder capital, nas ações preferenciais os investidores são priorizados no momento de receber seus dividendos.

    Além disso, há outras diferenças como:

    • investidores de ações ON possuem direito a voto, enquanto os detentores de ações PN não;
    • ações ON costumam ser mais baratas que ações PN;
    • ações ordinárias concedem mais poder ao investidor.

    Como investir em ações ordinárias?

    Para adquirir esse tipo de ação, é necessário que o investidor se cadastre em corretoras registradas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Esse é um trâmite bem simples que solicita apenas informações básicas de quem pretende aplicar.

    Após a aprovação do cadastro, o investidor terá que escolher entre as opções oferecidas pela corretora. É muito frequente encontrar opções como fundos e clubes de investimentos.

    Os fundos, por exemplo, são recomendados por aqueles que possuem receio, já que nesta opção existe um gestor profissional para direcionar você na jornada pelo mundo de ações.

    Publicidade

    Outra opção realizada por muitos investidores também a compra e venda de ações de forma autônoma e independente. Nesse sentido, o investidor utiliza como apoio uma ferramenta chamada home broker, que analisa os dados e ajuda o usuário a optar pela melhor forma de investimento.

    Por isso, antes de qualquer coisa, é necessário aprender um pouco mais sobre o funcionamento desse mercado. Afinal, decisões precipitadas podem atrapalhar o rumo do seu dinheiro e, como consequência, você pode perder tudo aquilo que aplicou.

    + Quando não vale a pena investir em ações

    Dicas para escolher ações ordinárias:

    Em primeiro lugar, é importante ter em mente o seu perfil de investidor. Normalmente, para investir em ações é necessário que seu perfil seja pelo menos moderado.

    Mas, caso você seja um investidor conservador que deseja se aventurar nesse mercado, vale a pena correr em busca de auxílio profissional como a de um gestor de fundos.

    Outra dica fundamental para quem optar por investir em ações ordinárias é justamente as empresas. É necessário conhecer a história da empresa de modo profundo, entender sobre sua política, entre outros fatos relevantes que possam influenciar no seu dinheiro.

    Publicidade

    Agora que você já sabe como investir em ações ordinárias, que tal entender melhor a como analisar esses papéis?

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Loyane Lapa
    Loyane Lapa
    Carioquíssima de Campo Grande, com um pézinho em São Paulo. Jornalista, Produtora de Conteúdo e [insira aqui outras funcionalidades de um jornalista]. Apaixonada por livros, filmes e pelo universo cultural. Curiosa e antenada nas novidades do mercado financeiro.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasInvestimentosAções ordinárias: entenda o que são e veja dicas de como investir

    Ações ordinárias: entenda o que são e veja dicas de como investir

    0
    (0)

    Se você é um investidor ou está começando a pensar nessa possibilidade, então você já deve ter ouvido falar em ações ordinárias. Esse é um tipo de papel negociado em bolsas de valores e que possui muita popularidade. Confira a seguir como investir nesse ativo.

    Publicidade

    As ações ordinárias, conhecidas também pelo nome ON, são títulos emitidos por sociedades anônimas de capital aberto (S/A) em bolsas de valores, como a B3, por exemplo. Esse é o tipo mais comum de ações adquiridas por investidores.

    Ao comprar uma ação ordinária, esse investidor passa automaticamente a ser um acionista. Ou seja, ele também passa a deter uma parte da empresa. E o pagamento dessas ações são realizadas na forma de dividendos ou de juros sobre capital próprio.

    Um outro importante fato a ressaltar é que os investidores que aplicam seu dinheiro em ações ordinárias correm o risco de perder seu capital aplicado no papel. Porém, esses donos de pequenos pedaço da empresa possuem direito a voto e participam de decisões da S/A.

    Ficou curioso para saber um pouco mais sobre esse assunto? Então continue a leitura. Vamos explicar para você o que é uma ação ordinária e como investir nesse papel. Confira!

    Tela com várias ações
    As ações ordinárias (ON) são negociadas através de bolsas de valores como a B3

    Diferenças entre as ações ON e PN

    Para quem está habituado a esse tipo de assunto, sabe que existem seis diferentes modos de classificar ações. Entre elas, as mais populares são: as ações ordinárias e ações preferenciais.

    Publicidade

    Enquanto nas ações ordinárias o investidor corre esse risco de perder capital, nas ações preferenciais os investidores são priorizados no momento de receber seus dividendos.

    Além disso, há outras diferenças como:

    • investidores de ações ON possuem direito a voto, enquanto os detentores de ações PN não;
    • ações ON costumam ser mais baratas que ações PN;
    • ações ordinárias concedem mais poder ao investidor.

    Como investir em ações ordinárias?

    Para adquirir esse tipo de ação, é necessário que o investidor se cadastre em corretoras registradas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Esse é um trâmite bem simples que solicita apenas informações básicas de quem pretende aplicar.

    Após a aprovação do cadastro, o investidor terá que escolher entre as opções oferecidas pela corretora. É muito frequente encontrar opções como fundos e clubes de investimentos.

    Os fundos, por exemplo, são recomendados por aqueles que possuem receio, já que nesta opção existe um gestor profissional para direcionar você na jornada pelo mundo de ações.

    Publicidade

    Outra opção realizada por muitos investidores também a compra e venda de ações de forma autônoma e independente. Nesse sentido, o investidor utiliza como apoio uma ferramenta chamada home broker, que analisa os dados e ajuda o usuário a optar pela melhor forma de investimento.

    Por isso, antes de qualquer coisa, é necessário aprender um pouco mais sobre o funcionamento desse mercado. Afinal, decisões precipitadas podem atrapalhar o rumo do seu dinheiro e, como consequência, você pode perder tudo aquilo que aplicou.

    + Quando não vale a pena investir em ações

    Dicas para escolher ações ordinárias:

    Em primeiro lugar, é importante ter em mente o seu perfil de investidor. Normalmente, para investir em ações é necessário que seu perfil seja pelo menos moderado.

    Mas, caso você seja um investidor conservador que deseja se aventurar nesse mercado, vale a pena correr em busca de auxílio profissional como a de um gestor de fundos.

    Outra dica fundamental para quem optar por investir em ações ordinárias é justamente as empresas. É necessário conhecer a história da empresa de modo profundo, entender sobre sua política, entre outros fatos relevantes que possam influenciar no seu dinheiro.

    Publicidade

    Agora que você já sabe como investir em ações ordinárias, que tal entender melhor a como analisar esses papéis?

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?