Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioNotíciasInvestimentosDinheiro esquecido nos bancos: veja 6 investimentos para rendê-lo mais

    Dinheiro esquecido nos bancos: veja 6 investimentos para rendê-lo mais

    0
    (0)

    Teve início nesta segunda-feira, dia 7, a consulta dos valores para aqueles que têm dinheiro esquecido nos bancos ou instituições financeiras, comunicados pelo Sistema Valores a Receber (SVR).

    Publicidade

    Neste primeiro momento, somente pessoas que nasceram antes de 1968 ou que criaram empresas anteriormente a esse ano vão poder conferir o saldo disponível para resgate. Essa primeira fase, de acordo com o Banco Central (BC), vai até o dia 11 de março.

    A partir da semana seguinte, será a vez daqueles que nasceram entre 1968 e 1983 realizarem a consulta e, uma semana depois, os demais usuários com dinheiro esquecido.

    No total, estima-se que pelo menos 38,92 milhões de brasileiros têm valores esquecidos em contas antigas. Nesta primeira fase dos saques, serão cerca de R$4 bilhões devolvidos a 28 milhões de pessoas físicas e jurídicas.

    Os brasileiros e empresas com recursos a receber vão ter que esperar até 12 dias úteis para receber o dinheiro.

    Esse é o prazo que as instituições terão para realizar o depósito caso a modalidade de pagamento escolhida for o Pix (para que os bancos consigam fazer o Pix, o correntista precisa informar uma das suas chaves cadastradas).

    Publicidade

    + Como sacar o dinheiro esquecido nos bancos? Veja o passo a passo

    Entretanto, o que fazer com o dinheiro esquecido nos bancos? O C6 Bank tem opções de investimento em renda fixa disponíveis no app com mínimo de até R$100. Confira!

    1 – CDB C6 Pós-Fixado Liquidez Diária

    Uma opção para quem possui dinheiro esquecido nos bancos é o CDB C6 Pós-Fixado Liquidez Diária. Ele tem aplicação mínima de R$20 e rentabilidade de 101% do CDI

    O vencimento é de 3 anos (quando o dinheiro retorna para sua conta, caso você não resgate antes) e o resgate com disponibilidade diária. Vale destacar que essa opção não tem taxa de administração.

    2 – CDB C6 Pós-Fixado 3 anos

    Outra modalidade sem taxa de administração no C6 Bank é o CDB C6 Pós-Fixado 3 anos. Ele no entanto, tem uma aplicação mínima de R$100 e rentabilidade de 110% do CDI

    Publicidade

    Seu vencimento também é de 3 anos e o resgate acontece somente no vencimento.

    3 – CDB C6 Prefixado 2 anos

    Também com aplicação mínima de R$100, o CDB C6 Prefixado 2 anos, tem rentabilidade de 12,9% ao ano. O vencimento é de 2 anos e não possui taxa de administração.

    4 – DB C6 IPCA+ Pós-fixado 1 ano

    O 6C Bank também é a modalidade de IPCA+ Pós-fixado de 1 ano. Ela requer uma aplicação mínima de R$100. Sua rentabilidade é de: IPCA + 7%.

    Entretanto, vale destacar que o resgaste acontece no vencimento de 1 ano e não possui taxa de administração.

    Moedas sendo empilhadas por um aparelho em cima de um papel
    Valores não esperados podem ser usados para quitar dívidas ou compor uma reserva de emergência

    5 – Carbon FIC FIRF Referenciado DI

    A instituição também a opção Carbon FIC FIRF Referenciado DI. Ela necessita de uma aplicação inicial mínima de R$20.

    Publicidade

    Contudo, ainda não tem histórico de rentabilidade. Afinal, ela foi criada no dia 6 de dezembro de 2021. Sua taxa de administração é de 0,25%.

    6 – BNP Paribas Match DI FI RF Referenciado CP

    Nos últimos 12 meses, sua rentabilidade tem sido de 6,75%. Ela é destinada para aplicações iniciais de R$100 e registra uma taxa de administração 0,35%.

    + Confira 7 investimentos com menos de R$100 para iniciantes

    Quitação de dívidas

    O dinheiro esquecido nos bancos também pode servir para a quitação de dívidas.

    Neste caso, o coordenador do MBA de gestão financeira da FGV, Ricardo Teixeira, afirma que, caso os valores a receber sejam muito baixos, é recomendado tentar quitar parte dos débitos e tentar renegociar pagamentos pendentes.

    De acordo com Teixeira, a pessoa não deve ter receio de propor renegociações, pois os bancos estão dispostos a negociar dívidas mesmo com valores de parcelas mais baixas.

    “Cada dívida permite um tipo de abatimento diferente. Para quem tiver valores de pelo menos 20% da dívida a receber, é recomendado abrir uma renegociação para ver se com o novo dinheiro é possível acabar com a pendência”, aconselha o professor da FGV.

    Quer continuar por dentro de todas as atualizações sobre finanças? Então assine a nossa newsletter e receba, diretamente em seu e-mail, todas as novidades do mercado.

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Rafael Massadar
    Rafael Massadar
    Carioca, amante de esportes e de viagens. Escolhi o jornalismo porque ele vive pelo mundo e conta histórias de pessoas e realidades distintas. Tenho experiência em redação e assessoria de imprensa. Atualmente, trabalho numa agência de marketing digital.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasInvestimentosDinheiro esquecido nos bancos: veja 6 investimentos para rendê-lo mais

    Dinheiro esquecido nos bancos: veja 6 investimentos para rendê-lo mais

    0
    (0)

    Teve início nesta segunda-feira, dia 7, a consulta dos valores para aqueles que têm dinheiro esquecido nos bancos ou instituições financeiras, comunicados pelo Sistema Valores a Receber (SVR).

    Publicidade

    Neste primeiro momento, somente pessoas que nasceram antes de 1968 ou que criaram empresas anteriormente a esse ano vão poder conferir o saldo disponível para resgate. Essa primeira fase, de acordo com o Banco Central (BC), vai até o dia 11 de março.

    A partir da semana seguinte, será a vez daqueles que nasceram entre 1968 e 1983 realizarem a consulta e, uma semana depois, os demais usuários com dinheiro esquecido.

    No total, estima-se que pelo menos 38,92 milhões de brasileiros têm valores esquecidos em contas antigas. Nesta primeira fase dos saques, serão cerca de R$4 bilhões devolvidos a 28 milhões de pessoas físicas e jurídicas.

    Os brasileiros e empresas com recursos a receber vão ter que esperar até 12 dias úteis para receber o dinheiro.

    Esse é o prazo que as instituições terão para realizar o depósito caso a modalidade de pagamento escolhida for o Pix (para que os bancos consigam fazer o Pix, o correntista precisa informar uma das suas chaves cadastradas).

    Publicidade

    + Como sacar o dinheiro esquecido nos bancos? Veja o passo a passo

    Entretanto, o que fazer com o dinheiro esquecido nos bancos? O C6 Bank tem opções de investimento em renda fixa disponíveis no app com mínimo de até R$100. Confira!

    1 – CDB C6 Pós-Fixado Liquidez Diária

    Uma opção para quem possui dinheiro esquecido nos bancos é o CDB C6 Pós-Fixado Liquidez Diária. Ele tem aplicação mínima de R$20 e rentabilidade de 101% do CDI

    O vencimento é de 3 anos (quando o dinheiro retorna para sua conta, caso você não resgate antes) e o resgate com disponibilidade diária. Vale destacar que essa opção não tem taxa de administração.

    2 – CDB C6 Pós-Fixado 3 anos

    Outra modalidade sem taxa de administração no C6 Bank é o CDB C6 Pós-Fixado 3 anos. Ele no entanto, tem uma aplicação mínima de R$100 e rentabilidade de 110% do CDI

    Publicidade

    Seu vencimento também é de 3 anos e o resgate acontece somente no vencimento.

    3 – CDB C6 Prefixado 2 anos

    Também com aplicação mínima de R$100, o CDB C6 Prefixado 2 anos, tem rentabilidade de 12,9% ao ano. O vencimento é de 2 anos e não possui taxa de administração.

    4 – DB C6 IPCA+ Pós-fixado 1 ano

    O 6C Bank também é a modalidade de IPCA+ Pós-fixado de 1 ano. Ela requer uma aplicação mínima de R$100. Sua rentabilidade é de: IPCA + 7%.

    Entretanto, vale destacar que o resgaste acontece no vencimento de 1 ano e não possui taxa de administração.

    Moedas sendo empilhadas por um aparelho em cima de um papel
    Valores não esperados podem ser usados para quitar dívidas ou compor uma reserva de emergência

    5 – Carbon FIC FIRF Referenciado DI

    A instituição também a opção Carbon FIC FIRF Referenciado DI. Ela necessita de uma aplicação inicial mínima de R$20.

    Publicidade

    Contudo, ainda não tem histórico de rentabilidade. Afinal, ela foi criada no dia 6 de dezembro de 2021. Sua taxa de administração é de 0,25%.

    6 – BNP Paribas Match DI FI RF Referenciado CP

    Nos últimos 12 meses, sua rentabilidade tem sido de 6,75%. Ela é destinada para aplicações iniciais de R$100 e registra uma taxa de administração 0,35%.

    + Confira 7 investimentos com menos de R$100 para iniciantes

    Quitação de dívidas

    O dinheiro esquecido nos bancos também pode servir para a quitação de dívidas.

    Neste caso, o coordenador do MBA de gestão financeira da FGV, Ricardo Teixeira, afirma que, caso os valores a receber sejam muito baixos, é recomendado tentar quitar parte dos débitos e tentar renegociar pagamentos pendentes.

    De acordo com Teixeira, a pessoa não deve ter receio de propor renegociações, pois os bancos estão dispostos a negociar dívidas mesmo com valores de parcelas mais baixas.

    “Cada dívida permite um tipo de abatimento diferente. Para quem tiver valores de pelo menos 20% da dívida a receber, é recomendado abrir uma renegociação para ver se com o novo dinheiro é possível acabar com a pendência”, aconselha o professor da FGV.

    Quer continuar por dentro de todas as atualizações sobre finanças? Então assine a nossa newsletter e receba, diretamente em seu e-mail, todas as novidades do mercado.

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?