Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Financiamento de imóvel cresce 33%. Como comprar o seu?

Escrito por: Rafael Massadar em 7 de agosto de 2019

O financiamento de imóvel no país cresceu. A informação é da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip).

Os dados da associação apontam um aumento de 33,3% no primeiro semestre de 2019 em relação ao mesmo período de 2018.

Os valores chegam a R$ 57,4 bilhões, sendo que esse foi o primeiro aumento em três anos.

locador e locatário direitos e deveres

O Bradesco liderou o ranking de financiamento de aquisições e construções. A instituição teve um desembolso de R$ 15,121 bilhões.

Na sequência, apareceram Caixa (R$ 13,264 bilhões) e o Itaú Unibanco (R$ 12,097 bilhões). Por fim, o Santander (R$ 10,170 bilhões) e o Banco do Brasil (5,086 bilhões).

Segundo a Abecip, no ano passado, foram financiadas aquisições e construções de 228,4 mil imóveis. Isso representa um crescimento de 30% na comparação com 2017.

A associação diz ainda que se o ritmo for mantido, o financiamento de imóvel pode retomar níveis pré-crise a partir de 2020.

Onde encontrar um financiamento de imóvel?

O financiamento de imóvel é uma forma de pagamento que facilita a compra de um imóvel. Cada instituição financeira tem seus tipos de serviços voltados a esse propósito.

No entanto, uma das instituições mais procuradas é a Caixa Econômica Federal. Recentemente a instituição anunciou a redução nos juros no financiamento da casa própria.

A maior taxa cobrada caiu de 11% mais Taxa Referencial (TR, atualmente em zero) para 9,75% mais TR.

A menor taxa, que é paga por quem tem relacionamento com a instituição, foi reduzida de 8,75% mais TR para 8,5% mais TR.

No Banco do Brasil, as taxas começam em 8,49% ao ano mais TR, para o SFH. O banco não opera pelo SFI e financia até 80% do valor do imóvel.

No Itaú Unibanco, a taxa mais baixa é de 8,3% ao ano mais TR, para SFH e SFI, e o financiamento é de até 82% do preço do imóvel.

Os financiamentos no Bradesco, por sua vez, partem de 8,95% ao ano mais TR, para imóveis de até R$ 1,5 milhão, e de 9,45% mais TR para os que custam acima disso. O banco financia até 80% do valor do imóvel.

Já no Santander, as taxas começam em 8,99% ao ano mais TR (SFH) e 9,49% ao ano mais TR (SFI) e é financiado até 80% do valor, podendo ser incluídos os custos do imposto de transmissão, o ITBI, e de registro.

Tipos de financiamento

Atualmente, no Brasil, são dois tipos mais comuns de financiamento.

1 – Sistema Price: as parcelas são fixas e a maior parte da primeira prestação é formada por juros.

2 – SAC – Sistema de Amortização Constante: o valor das parcelas diminui gradativamente ao longo do tempo.

Na prática, a principal diferença é que as primeiras parcelas do Price são mais baixas em relação às do SAC.

Entretanto, se considerarmos que as parcelas pelo SAC vão diminuindo, em determinado momento a parcela dessa modalidade fica menor.

E no saldo final, o financiamento global sai mais barato no SAC.

Preços residenciais ficam estáveis

O financiamento de imóvel pode ser facilitado por causa da queda dos juros e porque os preços de imóveis residenciais anunciados ficaram praticamente estáveis em julho. A informação é do Índice FipeZap.

O preço médio de venda residencial em junho de 2019 foi de R$ 7.182/m² entre as 50 cidades monitoradas pelo Índice FipeZap.

Dentre elas, Rio de Janeiro se manteve como a capital monitorada com o preço do m² mais elevado (R$ 9.431/m²).

A capital fluminense é seguida por São Paulo (R$ 8.935/m²) e Brasília (R$ 7.295/m²).

Já entre as capitais monitoradas com menor valor médio de venda residencial por m² destacaram-se: Campo Grande (R$ 4.120/m²), Goiânia (R$ 4.268/m²) e João Pessoa (R$ 4.484/m²).

Simulador de financiamento imobiliário 

Não deixe de comparar as taxas de juros, condições e formas de pagamento em diferentes instituições bancárias. Isso é possível através dos simuladores de financiamento imobiliário.

Através deles você pode saber previamente mais detalhes das condições do financiamento desejado.

O simulador de financiamento imobiliário é fácil e rápido de utilizar. Basta que você preencha os campos com as informações suas e do financiamento desejado.

Todos os grandes bancos oferecem simulador de financiamento imobiliário online, sem qualquer obrigação.

Rafael Massadar

Jornalista com experiência em redação com pós-graduação em Comunicação Empresarial e Transmídia. Atualmente trabalho como assessor de imprensa.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

7 dicas para economizar dinheiro no dia a dia
vender-imóvel-financiado-pelo-Minha-Casa-Minha-Vida
férias de fim de ano
Dicas para economizar no supermercado
Seu cartão de crédito vale a pena? Saiba avaliar