InícioNotíciasFinanças PessoaisÉ possível comprar um imóvel sem entrada?

É possível comprar um imóvel sem entrada?

Tempo de leitura: 6 minutos

()

Todo brasileiro sonha com a casa própria, porém um grande impasse para a realização desse sonho é o dinheiro da entrada do imóvel.

E é nessa hora que surge a dúvida: “é possível comprar um imóvel sem entrada?”. A resposta é sim. Quer saber como?

Comprar um imóvel à vista é raro. Por isso, a maioria das pessoas opta pelo financiamento.

O que acaba envolvendo os bancos ou as construtoras. E é nessa hora que surge a exigência do pagamento da entrada do imóvel.

A alternativa de comprar um imóvel sem entrada é para quem não tem o valor da entrada da casa e/ou apartamento.

Mas, para isso, é necessário financiar o valor total das parcelas. Estes valores variam de acordo com a renda mensal familiar.

É importante ressaltar que essa possibilidade é apenas para beneficiários do programa “Minha Casa, Minha Vida” que estão nas faixas 1 e 1,5. O programa vai até a faixa 3.

Quem pode comprar um imóvel sem entrada pelo “Minha Casa, Minha Vida”?

O programa “Minha Casa, Minha Vida” tem como objetivo diminuir o déficit habitacional no país. Por isso, só as pessoas contempladas na faixa 1 têm a possibilidade de comprar um imóvel sem entrada, já que essas famílias apresentam situações de renda mais precárias.

Já para os beneficiários da faixa 1,5, o programa oferece um subsídio para ajudar a quitar o valor da entrada. Em alguns casos, dependendo do preço do imóvel desejado, essa vantagem consegue pagar todo o montante inicial.

Além disso, aqueles que são contemplados nessas faixas do programa ainda têm a possibilidade de comprar o imóvel mesmo estando com o nome sujoIsso porque tanto o Banco do Brasil quanto a Caixa Econômica não realizam consultas nos órgãos de proteção ao crédito.

Para facilitar a compra do imóvel, as pessoas que estão nas faixas 1 e 2 não precisam comprovar a renda mensal.

Mas porque isso ocorre? O motivo principal é que em muitos casos as pessoas têm o pedido de aprovação de financiamento do imóvel negado. O motivo na grande parte das vezes é porque não conseguem comprovar renda.

Como comprar um imóvel sem entrada pelo “Minha Casa, Minha Vida”

Você já sabe que para comprar um imóvel sem entrada é preciso estar enquadrado na faixa 1 do programa, além disso também é preciso considerar outros fatores para financiar o imóvel.

Um desses fatores é que o banco analisa o valor do bem e a região onde está localizado. De acordo com o programa “Minha Casa, Minha Vida”, o valor das parcelas não pode ultrapassar 30% da renda bruta da família.

Por isso, é importante escolher um imóvel que tenha um valor adequado para não ultrapassar este limite. Além disso, também é necessário participar de uma espécie de processo seletivo no município que vai contemplar as pessoas que poderão comprar um imóvel sem entrada.

Nessa modalidade é possível realizar o financiamento em, no máximo, 240 meses. Para participar do sorteio, é preciso estar cadastrado na Prefeitura, já que o programa consiste em uma parceria entre o Governo Federal, a Caixa Econômica e o município.

vender-imóvel-financiado-pelo-Minha-Casa-Minha-Vida
É possível comprar imóvel sem entrada

Dessa forma, a primeira coisa a ser feita é procurar a Prefeitura da sua cidade. Depois, se informe como é realizado o cadastramento para a participação dos programas habitacionais do município.

O procedimento específico vai depender de cada cidade. Vale lembrar que todo o processo poderá levar um tempo e, por isso, é fundamental fazer um planejamento financeiro.

Serão necessários documentos pessoais e da família, além do que a prefeitura exigir de acordo com o programa e o imóvel a ser financiado.

Como funciona o programa e como fazer parte

Este é um programa do governo feito para facilitar a compra do primeiro imóvel para milhares de habitantes do país, que sonham em construir o seu lar com a sua família.

Dito isso, foram formadas parcerias entre instituições públicas e privadas. Essa parceria teve como finalidade construir residências a serem adquiridas pelos beneficiários por meio de um financiamento subsidiado.

Conforme a renda familiar mensal, o programa conta com quatro tipos de benefícios:

  • pagamento de parte do valor de compra do imóvel;
  • pagamento de parte do valor de entrada do financiamento imobiliário;
  • redução do valor cobrado pelo seguro do financiamento;
  • redução da taxa de juros cobrada.

Mas, como fazer parte do programa?

É importante destacar que a principal restrição é a renda familiar. Isso porque há consenso de que as famílias com as piores condições financeiras se encontram em situação mais precária.

Dentro dessa perspectiva, somente quem tem faturamento mensal menor que R$9 mil consegue fazer parte do programa. Mas, quanto menor for a renda familiar, mais benefícios a família terá direito.

Para conseguir ser contemplado, é preciso atender aos seguintes requisitos:

  • o valor da parcela do financiamento não poderá ser superior a 30% da renda mensal familiar;
  • a renda mensal familiar não poderá ser superior a R$ 9.000,00;
  • o imóvel a ser adquirido deverá ser a moradia da família beneficiária;
  • a família beneficiária não poderá receber qualquer outro benefício de moradia do Governo Federal;
  • o titular do financiamento não poderá possuir outro imóvel em seu nome;
  • o titular do financiamento não poderá ter utilizado o FGTS para financiamento nos últimos cinco anos;
  • o titular do financiamento não poderá apresentar restrições de crédito — isso é válido apenas nas faixas 2 e 3 do programa;
  • o imóvel financiado não poderá ser alugado;
  • o imóvel poderá ser vendido apenas após a quitação do financiamento;
  • o imóvel deverá estar localizado na cidade em que o titular mora ou trabalha.

Pré-requisitos para comprar um imóvel sem entrada

Se você se interessou e se encaixa no perfil para comprar um imóvel sem entrada, ainda precisará preencher os pré-requisitos, conforme mencionado acima.

Para que você conheça melhor e fique por dentro de tudo, o FinanceOne detalhou alguns e pontuou as principais confeições para que você saiba os detalhes.

Ter mais de 18 anos

Esse é um dos principais pré-requisitos para comprar um imóvel sem entrada pelo “Minha Casa, Minha Vida”.

Se você não for maior de idade, não se desespere. Existe ainda outra alternativa, que é ter sido emancipado legalmente pelos pais.

Não ter outro imóvel próprio

Para comprar uma casa ou um apartamento pelo programa, o requerente não pode ter outro imóvel em seu nome nem ser proprietário.

Além de não poder ser cessionário ou detentor de outro financiamento em nenhum tipo de residência.

Utilizar o imóvel para morar

Essa é uma das regras fundamentais do programa “Minha Casa, Minha Vida”.

Para comprar um imóvel sem entrada é necessário que essa moradia seja adquirida exclusivamente para moradia.

Sendo assim, a pessoa não pode comprar a propriedade para ter rendimentos com a locação, por exemplo.

Ao comprar um imóvel pelo programa, você não poderá vendê-lo até que o financiamento esteja totalmente pago.

Não ter usado outros programas

Não é possível comprar um imóvel sem entrada se o solicitante tiver sido beneficiado, em um outro momento, por outros programas habitacionais.

Essa é uma forma de tentar ajudar mais pessoas.

Sendo assim, os favorecidos não podem ter recebido qualquer outro benefício vindo de recursos orçamentais com o intuito voltado para a habitação.

Morar ou trabalhar na cidade do imóvel

Esse é um pré-requisito que poucas pessoas conhecem.

Mas para comprar um imóvel sem entrada é necessário que a pessoa more ou trabalhe na cidade em que o imóvel está localizado pelo período de, no mínimo, três anos.

Gostou desse conteúdo? Ele te ajudou a saber se é possível comprar um imóvel sem entrada? Então confira mais artigos como este no site do FinanceOne e compartilhe com outras pessoas para que elas também fiquem por dentro de tudo.

O que achou disso?

Média da classificação / 5. Número de votos:

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Tempo de leitura: 6 minutos
Mateus Carvalho
Jornalista de profissão e apaixonado por Marketing Digital. Já foi redator de jornal impresso, atualmente escrevo para o digital e tenho sede por empreender. Escrever é a minha maior paixão e quando não estou digitando estou pensando em digitar. Carioca, vascaíno e apaixonado por memes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui