InícioNotíciasEconomiaElon Musk desiste de compra do Twitter: veja os possíveis impactos da...

Elon Musk desiste de compra do Twitter: veja os possíveis impactos da desistência

0
(0)

Elon Musk, o homem mais rico do mundo, anunciou nesta sexta-feira, 13, a suspensão de forma temporária da compra do Twitter. Para quem não sabe, o empresário havia adquirido a rede social por US$44 bilhões, ou seja, cerca de R$215 bilhões, para transformar a plataforma em uma empresa de capital fechado.  

Mas qual teria sido o motivo da suspensão da compra? Elon Musk está esperando os dados sobre a proporção de contas falsas que a plataforma possui. Enquanto essas informações não forem fornecidas, o processo de compra seguirá parado.

O próprio empresário fez o anúncio para os seus seguidores do Twitter, veja o que ele disse:

“O acordo com Twitter está temporariamente suspenso, pendente de detalhes que apoiem o cálculo de que contas falsas/spam de fato representam menos de 5% dos usuários”, disse Musk.

O acordo para adquirir a rede social foi fechado em 15 de abril. Mas ainda faltavam alguns trâmites administrativos para que a mudança de dono fosse de fato efetivada, o que deve ocorrer ainda este ano, caso o empresário feche de vez a compra. 

Além de ser o homem mais rico do mundo, Musk já era, desde março, o maior acionista do Twitter. O bilionário tem um patrimônio avaliado em US$273 bilhões (aproximadamente R$1,3 trilhão), segundo a Bloomberg. 

Tornou-se conhecido pela criação da fabricante de carros elétricos Tesla, em 2003. Musk também é um usuário assíduo da rede social.

Quais são os impactos da suspensão da compra no mercado?

Assim que o empresário anunciou a suspensão da compra do Twitter, o mercado financeiro já sofreu oscilações, tanto com altas quanto baixas. 

Para se ter uma ideia, as próprias ações do Twitter desabaram em 17,7%, o que em valor significa US$37, nas negociações de pré-mercado. Esse é considerado o nível mais baixo desde que o empresário havia tido que compraria a plataforma.

+ Como a Web 3.0 pode melhorar as redes sociais?

Já as ações da Tesla, empresa de Elon Musk, tiveram uma alta de aproximadamente 5%. Vale ressaltar que o Musk utilizou os papéis da empresa como garantia de financiamento de US$6,25 bilhões para comprar a rede social.

Vale ressaltar ainda que na manhã desta sexta-feira, as ações do Twitter estavam sendo negociadas abaixo de US$40. Esse valor é menor que os US$54,20 oferecidos pelo empresário na proposta de compra do Twitter, na época do negócio.

Quanto Elon Musk pagaria pelo Twitter?

De acordo com o Twitter, os acionistas iriam receber US$54,20 (R$264) por cada ação. Ou seja, um valor 38% maior que a cotação das ações em 1º de abril, último dia de negociações antes da participação de Musk na empresa.

Elon Musk
Elon Musk suspende compra do Twitter por causa das contas falsas da plataforma

No total, seriam desembolsados US$44 bilhões, sendo que US$21 bilhões (R$102 bilhões) Musk tiraria de sua fortuna e os outros US$25,5 bilhões (R$124 bilhões) viriam de um empréstimo.

Esse valor é significativamente alto. Para se ter uma ideia, em 2014 o Facebook comprou o WhatsApp por US$22 bilhões.

Mas é importante destacar que Elon Musk ainda não é dono do Twitter. O que havia acontecido era a aprovação do negócio pelo Conselho de Administração da empresa. 

Esse foi um passo muito importante para o fechamento do negócio, mas para que a compra seja concluída ainda falta obter aprovação dos acionistas e dos órgãos regulatórios. 

A previsão é de que a compra do Twitter seja concluída ainda neste ano. Até que isso ocorra, a plataforma segue sendo uma empresa de capital aberto, com ações na bolsa, e sob a presidência de Parag Agrawal, que assumiu o cargo em 2021.

+ Entenda o efeito Elon Musk no mercado das criptomoedas

Quais são os impactos desta compra?

É de se esperar que a possível compra do Twitter por Elon Musk traga alguns impactos, tanto para o mercado quanto para a plataforma. Alguns dos esperados são:

  • Alteração da política de segurança

Depois de comprar uma parcela do Twitter, tornando-se o maior acionista da plataforma, Musk já deu sinais das mudanças que pretendia. De início, o magnata adotou um discurso em prol da liberdade de expressão. 

Inclusive, Musk chegou a declarar que considerava seriamente criar uma nova rede social para garantir esse direito aos usuários da internet. Depois do acordo ser fechado, no último dia 15, ele voltou a tocar neste ponto: 

“A liberdade de expressão é a base de uma democracia em funcionamento e o Twitter é a praça da cidade digital onde assuntos vitais para o futuro da humanidade são debatidos.”

Esse posicionamento do bilionário terá um grande impacto nas alterações de políticas do Twitter. Alguns concordam, mas há quem se preocupe com uma possível maior facilidade para a disseminação de fake news.

  • Mudança no algoritmo do Twitter e atualização de ferramentas 

Musk também quer abrir o código do algoritmo da plataforma e autenticar todos os usuários humanos. Com isso, possivelmente cada pessoa passará a poder ter apenas uma conta no Twitter.

“Quero tornar o Twitter melhor do que nunca, aprimorando o produto com novos recursos, tornando os algoritmos de código aberto para aumentar a confiança, derrotando bots (robôs) de spam e autenticando todos os humanos.”

  • Transformação em empresa de capital fechado

Com a compra, o Twitter também deixará de ser uma empresa de capital aberto e se tornará uma empresa de capital fechado. Ou seja, não poderá negociar ações na bolsa de valores.

Gostou do conteúdo? Então leia também: Recorde de fortuna! Veja como Elon Musk foi o 1º homem a fazer US$300 bilhões

*Colaboração: Juliana Favorito.

O que achou disso?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Tamires Silva
Tamires Silva
Jornalista e Redatora do FinanceOne, onde suas finanças começam.

Assine nossa newsletter!

Páginas Populares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

InícioNotíciasEconomiaElon Musk desiste de compra do Twitter: veja os possíveis impactos da...

Elon Musk desiste de compra do Twitter: veja os possíveis impactos da desistência

0
(0)

Elon Musk, o homem mais rico do mundo, anunciou nesta sexta-feira, 13, a suspensão de forma temporária da compra do Twitter. Para quem não sabe, o empresário havia adquirido a rede social por US$44 bilhões, ou seja, cerca de R$215 bilhões, para transformar a plataforma em uma empresa de capital fechado.  

Mas qual teria sido o motivo da suspensão da compra? Elon Musk está esperando os dados sobre a proporção de contas falsas que a plataforma possui. Enquanto essas informações não forem fornecidas, o processo de compra seguirá parado.

O próprio empresário fez o anúncio para os seus seguidores do Twitter, veja o que ele disse:

“O acordo com Twitter está temporariamente suspenso, pendente de detalhes que apoiem o cálculo de que contas falsas/spam de fato representam menos de 5% dos usuários”, disse Musk.

O acordo para adquirir a rede social foi fechado em 15 de abril. Mas ainda faltavam alguns trâmites administrativos para que a mudança de dono fosse de fato efetivada, o que deve ocorrer ainda este ano, caso o empresário feche de vez a compra. 

Além de ser o homem mais rico do mundo, Musk já era, desde março, o maior acionista do Twitter. O bilionário tem um patrimônio avaliado em US$273 bilhões (aproximadamente R$1,3 trilhão), segundo a Bloomberg. 

Tornou-se conhecido pela criação da fabricante de carros elétricos Tesla, em 2003. Musk também é um usuário assíduo da rede social.

Quais são os impactos da suspensão da compra no mercado?

Assim que o empresário anunciou a suspensão da compra do Twitter, o mercado financeiro já sofreu oscilações, tanto com altas quanto baixas. 

Para se ter uma ideia, as próprias ações do Twitter desabaram em 17,7%, o que em valor significa US$37, nas negociações de pré-mercado. Esse é considerado o nível mais baixo desde que o empresário havia tido que compraria a plataforma.

+ Como a Web 3.0 pode melhorar as redes sociais?

Já as ações da Tesla, empresa de Elon Musk, tiveram uma alta de aproximadamente 5%. Vale ressaltar que o Musk utilizou os papéis da empresa como garantia de financiamento de US$6,25 bilhões para comprar a rede social.

Vale ressaltar ainda que na manhã desta sexta-feira, as ações do Twitter estavam sendo negociadas abaixo de US$40. Esse valor é menor que os US$54,20 oferecidos pelo empresário na proposta de compra do Twitter, na época do negócio.

Quanto Elon Musk pagaria pelo Twitter?

De acordo com o Twitter, os acionistas iriam receber US$54,20 (R$264) por cada ação. Ou seja, um valor 38% maior que a cotação das ações em 1º de abril, último dia de negociações antes da participação de Musk na empresa.

Elon Musk
Elon Musk suspende compra do Twitter por causa das contas falsas da plataforma

No total, seriam desembolsados US$44 bilhões, sendo que US$21 bilhões (R$102 bilhões) Musk tiraria de sua fortuna e os outros US$25,5 bilhões (R$124 bilhões) viriam de um empréstimo.

Esse valor é significativamente alto. Para se ter uma ideia, em 2014 o Facebook comprou o WhatsApp por US$22 bilhões.

Mas é importante destacar que Elon Musk ainda não é dono do Twitter. O que havia acontecido era a aprovação do negócio pelo Conselho de Administração da empresa. 

Esse foi um passo muito importante para o fechamento do negócio, mas para que a compra seja concluída ainda falta obter aprovação dos acionistas e dos órgãos regulatórios. 

A previsão é de que a compra do Twitter seja concluída ainda neste ano. Até que isso ocorra, a plataforma segue sendo uma empresa de capital aberto, com ações na bolsa, e sob a presidência de Parag Agrawal, que assumiu o cargo em 2021.

+ Entenda o efeito Elon Musk no mercado das criptomoedas

Quais são os impactos desta compra?

É de se esperar que a possível compra do Twitter por Elon Musk traga alguns impactos, tanto para o mercado quanto para a plataforma. Alguns dos esperados são:

  • Alteração da política de segurança

Depois de comprar uma parcela do Twitter, tornando-se o maior acionista da plataforma, Musk já deu sinais das mudanças que pretendia. De início, o magnata adotou um discurso em prol da liberdade de expressão. 

Inclusive, Musk chegou a declarar que considerava seriamente criar uma nova rede social para garantir esse direito aos usuários da internet. Depois do acordo ser fechado, no último dia 15, ele voltou a tocar neste ponto: 

“A liberdade de expressão é a base de uma democracia em funcionamento e o Twitter é a praça da cidade digital onde assuntos vitais para o futuro da humanidade são debatidos.”

Esse posicionamento do bilionário terá um grande impacto nas alterações de políticas do Twitter. Alguns concordam, mas há quem se preocupe com uma possível maior facilidade para a disseminação de fake news.

  • Mudança no algoritmo do Twitter e atualização de ferramentas 

Musk também quer abrir o código do algoritmo da plataforma e autenticar todos os usuários humanos. Com isso, possivelmente cada pessoa passará a poder ter apenas uma conta no Twitter.

“Quero tornar o Twitter melhor do que nunca, aprimorando o produto com novos recursos, tornando os algoritmos de código aberto para aumentar a confiança, derrotando bots (robôs) de spam e autenticando todos os humanos.”

  • Transformação em empresa de capital fechado

Com a compra, o Twitter também deixará de ser uma empresa de capital aberto e se tornará uma empresa de capital fechado. Ou seja, não poderá negociar ações na bolsa de valores.

Gostou do conteúdo? Então leia também: Recorde de fortuna! Veja como Elon Musk foi o 1º homem a fazer US$300 bilhões

*Colaboração: Juliana Favorito.

O que achou disso?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?