InícioNotíciasFinanças PessoaisImposto de Renda 2021: confira 7 perguntas e respostas

Imposto de Renda 2021: confira 7 perguntas e respostas

Tempo de leitura: 4 minutos
()

Antes de mais nada, sabemos que a pandemia de covid-19 mudou o rumo de muita coisa no Brasil. Sobretudo, na hora da declaração do Imposto de Renda 2021.

Uma vez ao ano, o Governo Federal realiza a cobrança desse tributo, que normalmente ocorre nos meses de março e abril. Para isso, é preciso preencher uma declaração de acerto de contas, mostrando como a sua renda variou nos últimos 12 meses.

A Receita Federal, órgão responsável pelo Imposto de Renda, liberou um documento com todas as dúvidas. Por isso, reunimos as principais perguntas e respostas sobre como funcionará a declaração do IRPF esse ano. Então, confira abaixo as novidades!

imposto de Renda 2021
A declaração do Imposto de Renda 2021 pode ser feita pelo celular ou por computador

1- Quem precisa declarar o Imposto de Renda 2021?

Neste ano, será obrigatório declarar o imposto, principalmente quem:

  • Recebeu rendimentos tributáveis, sujeitos ao ajuste na declaração, cuja soma foi superior a R$28.559,70;
  • Recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$40.000,00;
  • Tenha sido beneficiário do auxílio emergencial para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus (covid-19), e que tenha recebido outros rendimentos tributáveis superiores a R$22.847,76.

Em outras palavras, quem se beneficiou do auxílio emergencial deve devolver o valor a receita se obteve ganhos superiores a R$22.847,76. Sendo assim, para quem não solicitou o auxílio, deve declarar o imposto quem obteve rendimentos acima de R$28.559,70.

2- Por onde devo realizar a declaração?

  • Computador, mediante a utilização do Programa Gerador da Declaração (PGD). O link para download está disponível no site da Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil, na Internet;
  • Computador, mediante acesso ao serviço “Meu Imposto de Renda (Extrato da DIRPF)”,
    disponível no Centro Virtual de Atendimento (e-CAC) no site da Receita Federal;
  • Dispositivos móveis, (como tablets e smartphones), mediante acesso ao aplicativo “Meu Imposto de Renda”, disponível nas lojas de aplicativos da Google Play ou App Store.

A princípio, há ainda quem prefira pagar um contador ou alguém de sua confiança para fazer a Declaração de Ajuste Anual. Nesse sentido, esses prestadores de serviço utilizam a mesma ferramenta que a Receita Federal informa como seguras.

3- Sou titular ou sócio de uma empresa. Devo declarar o Imposto de Renda 2021?

Em primeiro lugar, não necessariamente. Ou seja, o fato de ser titular ou sócio de empresa não impõe uma obrigatoriedade na hora de declarar o Imposto de Renda 2021. Conforme a Receita, só deve apresentar a Declaração de Ajuste Anual as pessoas que receberam rendimentos tributáveis enquadrados na pergunta 1.

4- Existe um limite de idade para declarar o Imposto? E o contribuinte com doença grave?

Não há limite de idade para realizar a declaração. Assim como ter uma doença grave também não desobriga o contribuinte a declarar o imposto.

Perguntas sobre o desconto simplificado no Imposto de Renda 2021:

5- O que se considera como opção pelo desconto simplificado?

A opção pelo desconto simplificado implica a substituição de todas as deduções admitidas na legislação tributária, correspondente à dedução de 20% do valor dos rendimentos tributáveis na Declaração de Ajuste Anual, limitado a R$16.754,34.

Não necessita de comprovação e pode ser utilizado independentemente do montante dos rendimentos recebidos e do número de fontes pagadoras. O valor utilizado a título de desconto simplificado não justifica variação patrimonial, sendo considerado rendimento consumido.

6- Quem pode optar pelo desconto simplificado no Imposto de Renda?

Qualquer pessoa pode optar pelo desconto simplificado. Entretanto, após o prazo para a apresentação da declaração, não será admitida a mudança na forma de tributação da declaração já apresentada.

7- E se eu cair na malha fina?

“Cair na malha fina” é uma expressão muito utilizada entre quem declara o Imposto de Renda. Isso significa que sua declaração ficará retida na Receita Federal por algum problema detectado, por exemplo, valores ou informações cadastrais incorretas, bem como, a omissão de rendimentos.

Sendo assim, você pode ficar sem receber a restituição até que envie uma retificação à Receita esclarecendo os erros na declaração ou apresente os documentos que comprovem a veracidade da sua declaração. Por isso, caso não entre em nenhum dos sete lotes de restituição, desconfie.

Para resolver a situação, basta acessar seu extrato de declaração. Entre na seção “Pendências de malha” e lá constará por quais motivos sua declaração foi retida e, portanto, onde estão os erros ou quais informações devem ser comprovadas.

Gostou do nosso conteúdo? Confira agora as orientações para declarar o Benefício Emergencial (BEm) no Imposto de Renda 2021.

 

O que achou disso?

Média da classificação / 5. Número de votos:

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Tempo de leitura: 4 minutos
Loyane Lapa
Carioquíssima de Campo Grande, com um pézinho em São Paulo. Jornalista, Produtora de Conteúdo e [insira aqui outras funcionalidades de um jornalista]. Apaixonada por livros, filmes e pelo universo cultural. Curiosa e antenada nas novidades do mercado financeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui