Mais
    InícioNotíciasFinanças PessoaisSaiba qual o melhor investimento para reserva de emergência

    Saiba qual o melhor investimento para reserva de emergência

    0
    (0)

    Uma reserva de emergência é importante porque imprevistos acontecem: a geladeira pode pifar, o celular quebrar, alguém da família ficar doente e, o pior, seu chefe demitir você.

    São nessas situações que devemos estar preparados financeiramente para enfrentar as dificuldades. 

    No entanto, de acordo com a Associação Brasileira dos Mercados Financeiro e de Capitais, cerca de 52% dos brasileiros não têm nenhuma reserva financeira. 

    Ou seja, mais da metade da população não tem uma renda extra para as despesas inesperadas. 

    Pensando nisso, ter uma reserva de emergência é fundamental para todas as pessoas. Afinal, não podemos prever o futuro. Neste conteúdo, vamos listar qual o melhor investimento para você montar sua reserva de emergência. Continue a leitura para saber mais!

    Pessoa depositando moeda num pote com várias delas e ao lado, algumas empilhadas em formato de gráfico
    Montar uma reserva de emergência é uma forma de prevenção para apertos financeiros no futuro

    Como escolher o melhor investimento?

    Antes de sair investindo por aí, o primeiro passo que você precisa levar em conta é: a aplicação para reserva emergencial deve ter liquidez diária. 

    Mas o que isso significa? Quer dizer que você pode sacar o seu dinheiro a qualquer momento. Afinal de contas, estamos falando de situações atípicas. 

    O segundo aspecto que você precisa avaliar é sobre a rentabilidade. Isto é, a quantia que você terá de volta em relação ao valor que foi aplicado. 

    Por exemplo: vamos supor que você separou R$1 mil para a sua reserva emergencial. Após um tempo, seu saldo foi para R$1.250. Com isso, seu investimento rendeu R$250. Portanto, a rentabilidade foi de 25% em cima da quantia investida. 

    O último fator que você precisa levar em consideração antes de escolher qual o melhor investimento é a segurança. Afinal, é imprescindível que haja uma garantia de que o dinheiro estará na conta quando você precisar. 

    Agora que você já sabe os fatores necessários antes de escolher o investimento, chegou a hora de conhecer as opções para guardar o seu dinheiro.

    Qual a melhor aplicação para reserva de emergência?

    Guardar o dinheiro na poupança é uma boa opção? Existem outras alternativas? Vamos responder essas perguntas agora mesmo! A seguir, confira os cinco tipos de investimentos e escolha o seu.

    Poupança

    A poupança é a alternativa mais comum entre os brasileiros e também é o investimento mais simples, embora ela tenha uma baixa rentabilidade. 

    Atualmente, o cálculo de rendimento da poupança é feito da seguinte maneira: 

    -> Quando a Selic for menor que 8,5% ao ano, o rendimento da poupança será de 70% da taxa, mais a Taxa Referencial (TR); 

    -> Se a Selic estiver maior que 8,5%, então a poupança terá um rendimento de 0,5% ao mês, além da TR.

    Fundos de renda fixa

    Essa é uma boa possibilidade para pessoas que não têm muito dinheiro na hora de investir em uma reserva emergencial. O valor inicial para aplicar em fundos é, na maioria das vezes, de R$50. 

    Todavia, é importante ter cautela com a taxa de administração — valor que as empresas cobram para “cuidar” do seu dinheiro —, uma vez que costuma ser alta. 

    Outra questão para ter atenção é o pagamento de cotas. Ou seja, o pagamento do Imposto de Renda a cada semestre. 

    CDB 

    Já o Certificado de Depósitos Bancários (CDB), são títulos emitidos pelos bancos a fim de captar dinheiro das pessoas e fazer empréstimos para outras com juros maiores. 

    Ou seja, os bancos emitem o título para quem está aplicando e o investidor recebe os juros — que podem ser prefixados ou pós-fixados. 

    Entretanto, nem todo CDB oferece uma liquidez diária. Por isso, preste atenção na hora de investir no Certificado de Depósitos Bancários. 

    E lembre-se do que já falamos: a liquidez diária é um elemento fundamental para a reserva de emergência. 

    Tesouro Selic

    O Tesouro Selic pode ser considerado mais seguro que o CDB, visto que é um título público com renda fixa emitido pelo governo federal. 

    Essa opção consiste no empréstimo do seu dinheiro para o financiamento das seguintes áreas: 

    • educação; 
    • saúde; 
    • infraestrutura. 

    Em troca, você obtém uma taxa de rentabilidade por emprestar o seu dinheiro. Neste caso, a taxa é a própria Selic anual. 

    Além da rentabilidade, o Tesouro Selic também possui liquidez diária. Portanto, é ótimo para compor a sua reserva para alguma emergência que venha acontecer. 

    Como turbinar a reserva de emergência?

    Muita gente começa uma reserva de emergência, mas não vê ela tendo muitos resultados. Se você deseja turbinar o seu fundo, comece retirando ele da poupança.

    Embora ela seja uma boa opção para guardar a reserva de emergência, não é o mais recomendado para quem deseja turbinar ou ter algo expressivo em curto prazo. Além disso, tente sempre escolher os investimentos com liquidez alta.

    Por exemplo, atualmente você consegue encontrar aplicações que pagam mais de 100% do CDI e com liquidez diária. Este seria o ideal para ajudar a turbinar a sua reserva. Outra dica é fatiá-la para que possa ser dividida em diferentes aplicações e, logo, dar mais resultados.

    Gostou do nosso conteúdo? Acha que pode ser útil? Então, compartilhe e ajude outras pessoas a saberem qual o melhor investimento para montar uma reserva emergencial. 

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Redação
    Redação
    O FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde 2003, publicamos conteúdos que buscam traduzir desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa. Nossa missão é mostrar que qualquer pessoa pode ter controle financeiro e fazer as escolhas certas. Assim como ter no dinheiro um aliado para viver bem e conquistar seus sonhos.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasFinanças PessoaisSaiba qual o melhor investimento para reserva de emergência

    Saiba qual o melhor investimento para reserva de emergência

    0
    (0)

    Uma reserva de emergência é importante porque imprevistos acontecem: a geladeira pode pifar, o celular quebrar, alguém da família ficar doente e, o pior, seu chefe demitir você.

    São nessas situações que devemos estar preparados financeiramente para enfrentar as dificuldades. 

    No entanto, de acordo com a Associação Brasileira dos Mercados Financeiro e de Capitais, cerca de 52% dos brasileiros não têm nenhuma reserva financeira. 

    Ou seja, mais da metade da população não tem uma renda extra para as despesas inesperadas. 

    Pensando nisso, ter uma reserva de emergência é fundamental para todas as pessoas. Afinal, não podemos prever o futuro. Neste conteúdo, vamos listar qual o melhor investimento para você montar sua reserva de emergência. Continue a leitura para saber mais!

    Pessoa depositando moeda num pote com várias delas e ao lado, algumas empilhadas em formato de gráfico
    Montar uma reserva de emergência é uma forma de prevenção para apertos financeiros no futuro

    Como escolher o melhor investimento?

    Antes de sair investindo por aí, o primeiro passo que você precisa levar em conta é: a aplicação para reserva emergencial deve ter liquidez diária. 

    Mas o que isso significa? Quer dizer que você pode sacar o seu dinheiro a qualquer momento. Afinal de contas, estamos falando de situações atípicas. 

    O segundo aspecto que você precisa avaliar é sobre a rentabilidade. Isto é, a quantia que você terá de volta em relação ao valor que foi aplicado. 

    Por exemplo: vamos supor que você separou R$1 mil para a sua reserva emergencial. Após um tempo, seu saldo foi para R$1.250. Com isso, seu investimento rendeu R$250. Portanto, a rentabilidade foi de 25% em cima da quantia investida. 

    O último fator que você precisa levar em consideração antes de escolher qual o melhor investimento é a segurança. Afinal, é imprescindível que haja uma garantia de que o dinheiro estará na conta quando você precisar. 

    Agora que você já sabe os fatores necessários antes de escolher o investimento, chegou a hora de conhecer as opções para guardar o seu dinheiro.

    Qual a melhor aplicação para reserva de emergência?

    Guardar o dinheiro na poupança é uma boa opção? Existem outras alternativas? Vamos responder essas perguntas agora mesmo! A seguir, confira os cinco tipos de investimentos e escolha o seu.

    Poupança

    A poupança é a alternativa mais comum entre os brasileiros e também é o investimento mais simples, embora ela tenha uma baixa rentabilidade. 

    Atualmente, o cálculo de rendimento da poupança é feito da seguinte maneira: 

    -> Quando a Selic for menor que 8,5% ao ano, o rendimento da poupança será de 70% da taxa, mais a Taxa Referencial (TR); 

    -> Se a Selic estiver maior que 8,5%, então a poupança terá um rendimento de 0,5% ao mês, além da TR.

    Fundos de renda fixa

    Essa é uma boa possibilidade para pessoas que não têm muito dinheiro na hora de investir em uma reserva emergencial. O valor inicial para aplicar em fundos é, na maioria das vezes, de R$50. 

    Todavia, é importante ter cautela com a taxa de administração — valor que as empresas cobram para “cuidar” do seu dinheiro —, uma vez que costuma ser alta. 

    Outra questão para ter atenção é o pagamento de cotas. Ou seja, o pagamento do Imposto de Renda a cada semestre. 

    CDB 

    Já o Certificado de Depósitos Bancários (CDB), são títulos emitidos pelos bancos a fim de captar dinheiro das pessoas e fazer empréstimos para outras com juros maiores. 

    Ou seja, os bancos emitem o título para quem está aplicando e o investidor recebe os juros — que podem ser prefixados ou pós-fixados. 

    Entretanto, nem todo CDB oferece uma liquidez diária. Por isso, preste atenção na hora de investir no Certificado de Depósitos Bancários. 

    E lembre-se do que já falamos: a liquidez diária é um elemento fundamental para a reserva de emergência. 

    Tesouro Selic

    O Tesouro Selic pode ser considerado mais seguro que o CDB, visto que é um título público com renda fixa emitido pelo governo federal. 

    Essa opção consiste no empréstimo do seu dinheiro para o financiamento das seguintes áreas: 

    • educação; 
    • saúde; 
    • infraestrutura. 

    Em troca, você obtém uma taxa de rentabilidade por emprestar o seu dinheiro. Neste caso, a taxa é a própria Selic anual. 

    Além da rentabilidade, o Tesouro Selic também possui liquidez diária. Portanto, é ótimo para compor a sua reserva para alguma emergência que venha acontecer. 

    Como turbinar a reserva de emergência?

    Muita gente começa uma reserva de emergência, mas não vê ela tendo muitos resultados. Se você deseja turbinar o seu fundo, comece retirando ele da poupança.

    Embora ela seja uma boa opção para guardar a reserva de emergência, não é o mais recomendado para quem deseja turbinar ou ter algo expressivo em curto prazo. Além disso, tente sempre escolher os investimentos com liquidez alta.

    Por exemplo, atualmente você consegue encontrar aplicações que pagam mais de 100% do CDI e com liquidez diária. Este seria o ideal para ajudar a turbinar a sua reserva. Outra dica é fatiá-la para que possa ser dividida em diferentes aplicações e, logo, dar mais resultados.

    Gostou do nosso conteúdo? Acha que pode ser útil? Então, compartilhe e ajude outras pessoas a saberem qual o melhor investimento para montar uma reserva emergencial. 

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?