InícioFGTSDistribuição do Lucro do FGTS 2021: veja 9 perguntas e respostas

Distribuição do Lucro do FGTS 2021: veja 9 perguntas e respostas

0
(0)

O Conselho Curador do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço anunciou recentemente que iria distribuir o lucro do FGTS 2021. Com essa notícia, começaram a surgir muitas dúvidas dos trabalhadores. Até porque, em meio a crise que o Brasil está passando, um dinheiro extra sempre cai bem.

O lucro a ser pago aos brasileiros é referente ao ano passado. Por esse motivo o lucro do FGTS só será aplicado ao valor que estava na conta em 31 de dezembro de 2020. E para quem quer saber quanto receberá, é preciso fazer conta.

Vamos a ela: você deve multiplicar o valor que constava nas contas ativas e/ou inativas no último dia de dezembro de 2020 por 0,01863517. Mas na prática, o lucro deve ser de, aproximadamente, 1,86% do saldo do FGTS do ano passado.

9 perguntas e respostas sobre o lucro do FGTS 2021

Você tem outras dúvidas sobre o lucro do FGTS 2021? Separamos as principais perguntas e dúvidas que os brasileiros estão se fazendo. Confira abaixo! 

1) Quem tem direito ao lucro do FGTS 2021?

Essa é a principal dúvida sobre o lucro do FGTS. Então vamos a resposta: todos os trabalhadores formais que têm conta do Fundo de Garantia com saldo positivo em 31 de dezembro de 2020 terão direito a distribuição do lucro.

Mas não se esqueça que o valor que você vai receber é proporcional ao valor de cada conta que você possui.

2) Quando o lucro do FGTS será pago?

Os trabalhadores que possuem direito ao lucro do FGTS podem ficar tranquilos, porque a Caixa vai realizar o depósito do dinheiro até o dia 31 de agosto deste ano. 

3) Quanto cada trabalhador pode receber?

A resposta é depende. O valor vai depender de quanto cada trabalhador tinha em conta no dia 31 de dezembro do ano passado. Mas é possível realizar as contas como explicamos mais acima. 

Veja algumas simulações de quanto cada pessoa pode receber:

-> Conta com R$5.000: lucro de R$ 90;

-> Conta com R$10.000: lucro de  R$180;

-> Conta com R$20.000: lucro de R$ 360;

-> Conta com R$50.000: lucro de R$900.

Carteira de trabalho e algumas notas de cinquenta reais
O valor do lucro do FGTS varia de acordo com o que você tinha em conta

4) Consegui emprego em 2021, tenho direito ao lucro?

A resposta é não. O lucro do FGTS será destinado apenas às contas que já existiam e tinham saldo disponível até 31 de dezembro de 2020.

No seu emprego atual, você gerou uma conta que fará direito ao lucro em cima dela somente a partir do próximo ano. 

5) Qualquer conta inativa dá direito ao lucro?

Para uma conta inativa ter direito ao lucro, ela precisa ter saldo positivo. Então a resposta para essa pergunta depende deste fator.

6) Existe um limite de contas que podem receber o lucro?

A resposta é não. O governo não estipulou um limite. Sendo assim, todas as contas ativas e inativas poderão receber o lucro – desde que tenham saldo positivo em 31 de dezembro de 2020.

7) Como consultar o Lucro do FGTS 2021?

A consulta é bem fácil, rápida e prática. Com o crédito em conta, o trabalhador já poderá consultar o extrato do FGTS da seguinte forma:

  • Primeiramente, acesse o aplicativo “meu FGTS”;
  • Em seguida, informe o CPF e senha;
  • Logo após, clique em “Meu FGTS”;
  • Por último, basta acessar o lucro em “Ver Extrato”.

8) Como funciona o procedimento e cálculo de quanto devo receber?

O cálculo vai depender se você tiver realizado algum outro tipo de saque, como o saque-aniversário ou o emergencial. Mas, isso apenas se você tiver feito o saque em 2020, se tiver feito em 2021 a base do cálculo não muda.

Se tiver sido feito em 2020, será considerado o valor que estiver na conta no dia 31 de dezembro de 2020.

9) É possível sacar o FGTS mesmo assim?

Sim! As regras para o saque do FGTS permanecem as mesmas, não mudam e nem são afetadas pelo cálculo e valor do lucro. Esse depósito a mais não influencia. 

Confira as situações em que é possível sacar o FGTS

Quer sacar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, mas não sabe se tem direito? Então confira quais são as situações em que isso é possível ao trabalhador:

  • Dispensa sem justa causa; 
  • Rescisão por acordo entre empregador e empregado; 
  • Compra da casa própria; 
  • Complementar pagamento de imóvel comprado por meio de consórcio; 
  • Complementar pagamento de imóvel financiado pelo SFH (Sistema Financeiro de Habitação); 
  • Rescisão por término de contrato por prazo determinado; 
  • Por fechamento da empresa; 
  • Rescisão por culpa recíproca (empregador e empregado) ou por força maior; 
  • Rescisão por aposentadoria; 
  • Em caso de desastres naturais; 
  • Se um trabalhador avulso, empregado através de uma entidade de classe, fica suspenso por período igual ou superior a 90 dias; 
  • Trabalhadores com 70 anos ou mais; 
  • Trabalhadores ou dependentes portadores de HIV; 
  • Trabalhadores ou dependentes diagnosticados com câncer; 
  • Trabalhadores ou dependentes que estejam em estágio terminal por causa de uma doença grave; 
  • Empregados que ficam três anos seguidos ou mais sem trabalhar com carteira assinada; 
  • Em caso de morte do trabalhador, os dependentes e herdeiros judicialmente reconhecidos podem efetuar o saque. 

Gostou deste conteúdo? Então compartilhe nas suas redes sociais para que mais pessoas tenham acesso e saibam tudo sobre o lucro do FGTS.

O que achou disso?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Assine nossa newsletter!

Páginas Populares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui