Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioNotíciasInvestimentosO que é mercado a termo? Entenda como funciona e como investir!

    O que é mercado a termo? Entenda como funciona e como investir!

    5
    (1)

    Muitas pessoas não sabem o que é o mercado a termo e como ele funciona. Antes da explicação, vale destacar que o conceito é comum para a negociação de ativos não-financeiros como commodities, mas também é utilizado para negociar ações, moedas e títulos.

    Publicidade

    Dito isso, o mercado a termo é o ambiente de negociação onde se realizam negociações de contratos a termo, definido por operações que envolvem duas partes para comprar ou vender um ativo em uma data futura por um preço pré estabelecido.

    Nas operações a termo, ambas as partes envolvidas assumem um compromisso a longo prazo. Desse modo, hoje, um determinado número de ações – ou de outros derivativos – pode ser comprado, porém o pagamento total será feito apenas em uma data futura.

    Onde é operado?

    Antes de começar a falar, de fato, sobre as suas características, é importante que você conheça onde ele será negociado, pois isso é determinante para saber suas características. Temos dois lugares:

    • bolsa de valores;
    • mercado de balcão.

    Principais características do mercado a termo

    O mercado a termo funciona por meio de um acordo de compra e venda entre investidores com liquidação em um prazo pré-determinado. Para isso, é definida a quantidade de ativos, o preço e o prazo de liquidação.

    Em casos gerais, há maior flexibilidade no contrato, que não sempre precisa seguir um padrão preestabelecido. Vale destacar que quando a negociação acontece na bolsa, no entanto, existem especificações preestabelecidas para a negociação.

    Publicidade

    Em todos os casos, ao negociar derivativos por esse mercado, o investidor consegue determinar o preço que pagará por um ativo em uma data futura, acrescido de juros simples. Assim, as suas principais características são:

    • movimentação apenas na liquidação: os pagamentos só acontecem no encerramento do contrato;
    • baixa liquidez: não existe um mercado secundário. Ou seja, para encerrar a posição é preciso encontrar um interessado em fazer a operação inversa pelo prazo restante;
    • risco de crédito: consiste no risco de que uma das partes não cumpra com os termos ou prazos pactuados.

    Porque operar no mercado a termo?

    Mesmo que o mercado a termo pareça ser um ambiente complexo, existem algumas razões para que vários investidores continuem optando por suas operações.

    Poucos recursos

    Inicialmente, ele se mostra uma alternativa interessante para que não possui recursos financeiros no momento para comprar uma ação que considere interessante.

    Para esse tipo de investidor, realizar uma compra a termo será uma operação que atenderá seus objetivos em um período futuro.

    Alavancagem

    Outra intenção pode ser a alavancagem, que oferece, além de altos riscos, um ótimo potencial de retorno para os investimentos.

    Publicidade

    Nesse caso, é investido um valor maior que o disponível nas ações desejadas, com a esperança de que elas chegarão ao resultado esperado.

    Para isso, basta pagar apenas uma margem de garantia.

    Renda fixa

    Um modo interessante de se investir no mercado a termo é receber rendimentos como em renda fixa.

    Para isso, basta ser o vendedor da ação em um termo logo após comprá-la. Assim, não ocorrerão prejuízos e o investidor estará ganhando os juros acordados no contrato:

    Preço a termo = Preço à vista + Juros.

    Publicidade
    moedas dentro de pote
    O mercado a termo costuma ser utilizado para a negociação de ativos não-financeiros, como as commodities

    Vale a pena investir no mercado a termo?

    Apesar das vantagens, investir no mercado a termo traz riscos consideráveis para o investidor, por basear-se em especulações.

    Até mesmo aqueles que possuem uma vasta experiência com a renda variável estão passíveis de perdas, que podem comprometer a busca por um patrimônio consistente e uma carteira de investimentos capaz de trazer proteção em meio à crises.

    Outro ponto a se destacar é que grande parte das negociações a termo são intermediadas por corretoras. Na prática, isso significa que os conflitos de interesse podem tomar o lugar de investimentos e estratégias que realmente contemplem os objetivos e perfil do investidor.

    Nesses conflitos de interesse, as corretoras oferecem os ativos que pagam comissões mais interessantes, e não os que realmente oferecem uma rentabilidade maior ao investidor.

    Portanto, ao realizar esse tipo de operação, é necessário contar com o suporte adequado, capaz de garantir as melhores decisões para proteger o dinheiro investido, sem deixar de potencializar os ganhos.

    Você gostou deste texto e ele foi relevante para você? Então siga o FinanceOne nas redes sociais e esteja sempre atualizado sobre o mercado financeiro. Estamos no FacebookInstagram e Linkedin.

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Rafael Massadar
    Rafael Massadar
    Carioca, amante de esportes e de viagens. Escolhi o jornalismo porque ele vive pelo mundo e conta histórias de pessoas e realidades distintas. Tenho experiência em redação e assessoria de imprensa. Atualmente, trabalho numa agência de marketing digital.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasInvestimentosO que é mercado a termo? Entenda como funciona e como investir!

    O que é mercado a termo? Entenda como funciona e como investir!

    5
    (1)

    Muitas pessoas não sabem o que é o mercado a termo e como ele funciona. Antes da explicação, vale destacar que o conceito é comum para a negociação de ativos não-financeiros como commodities, mas também é utilizado para negociar ações, moedas e títulos.

    Publicidade

    Dito isso, o mercado a termo é o ambiente de negociação onde se realizam negociações de contratos a termo, definido por operações que envolvem duas partes para comprar ou vender um ativo em uma data futura por um preço pré estabelecido.

    Nas operações a termo, ambas as partes envolvidas assumem um compromisso a longo prazo. Desse modo, hoje, um determinado número de ações – ou de outros derivativos – pode ser comprado, porém o pagamento total será feito apenas em uma data futura.

    Onde é operado?

    Antes de começar a falar, de fato, sobre as suas características, é importante que você conheça onde ele será negociado, pois isso é determinante para saber suas características. Temos dois lugares:

    • bolsa de valores;
    • mercado de balcão.

    Principais características do mercado a termo

    O mercado a termo funciona por meio de um acordo de compra e venda entre investidores com liquidação em um prazo pré-determinado. Para isso, é definida a quantidade de ativos, o preço e o prazo de liquidação.

    Em casos gerais, há maior flexibilidade no contrato, que não sempre precisa seguir um padrão preestabelecido. Vale destacar que quando a negociação acontece na bolsa, no entanto, existem especificações preestabelecidas para a negociação.

    Publicidade

    Em todos os casos, ao negociar derivativos por esse mercado, o investidor consegue determinar o preço que pagará por um ativo em uma data futura, acrescido de juros simples. Assim, as suas principais características são:

    • movimentação apenas na liquidação: os pagamentos só acontecem no encerramento do contrato;
    • baixa liquidez: não existe um mercado secundário. Ou seja, para encerrar a posição é preciso encontrar um interessado em fazer a operação inversa pelo prazo restante;
    • risco de crédito: consiste no risco de que uma das partes não cumpra com os termos ou prazos pactuados.

    Porque operar no mercado a termo?

    Mesmo que o mercado a termo pareça ser um ambiente complexo, existem algumas razões para que vários investidores continuem optando por suas operações.

    Poucos recursos

    Inicialmente, ele se mostra uma alternativa interessante para que não possui recursos financeiros no momento para comprar uma ação que considere interessante.

    Para esse tipo de investidor, realizar uma compra a termo será uma operação que atenderá seus objetivos em um período futuro.

    Alavancagem

    Outra intenção pode ser a alavancagem, que oferece, além de altos riscos, um ótimo potencial de retorno para os investimentos.

    Publicidade

    Nesse caso, é investido um valor maior que o disponível nas ações desejadas, com a esperança de que elas chegarão ao resultado esperado.

    Para isso, basta pagar apenas uma margem de garantia.

    Renda fixa

    Um modo interessante de se investir no mercado a termo é receber rendimentos como em renda fixa.

    Para isso, basta ser o vendedor da ação em um termo logo após comprá-la. Assim, não ocorrerão prejuízos e o investidor estará ganhando os juros acordados no contrato:

    Preço a termo = Preço à vista + Juros.

    Publicidade
    moedas dentro de pote
    O mercado a termo costuma ser utilizado para a negociação de ativos não-financeiros, como as commodities

    Vale a pena investir no mercado a termo?

    Apesar das vantagens, investir no mercado a termo traz riscos consideráveis para o investidor, por basear-se em especulações.

    Até mesmo aqueles que possuem uma vasta experiência com a renda variável estão passíveis de perdas, que podem comprometer a busca por um patrimônio consistente e uma carteira de investimentos capaz de trazer proteção em meio à crises.

    Outro ponto a se destacar é que grande parte das negociações a termo são intermediadas por corretoras. Na prática, isso significa que os conflitos de interesse podem tomar o lugar de investimentos e estratégias que realmente contemplem os objetivos e perfil do investidor.

    Nesses conflitos de interesse, as corretoras oferecem os ativos que pagam comissões mais interessantes, e não os que realmente oferecem uma rentabilidade maior ao investidor.

    Portanto, ao realizar esse tipo de operação, é necessário contar com o suporte adequado, capaz de garantir as melhores decisões para proteger o dinheiro investido, sem deixar de potencializar os ganhos.

    Você gostou deste texto e ele foi relevante para você? Então siga o FinanceOne nas redes sociais e esteja sempre atualizado sobre o mercado financeiro. Estamos no FacebookInstagram e Linkedin.

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?