Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Mochilão pelo Brasil: quanto custa? Veja dicas

Escrito por: Redação em 6 de novembro de 2019

Fazer um mochilão é uma das melhores formas de viajar barato. Ainda mais se for no próprio país, onde você não precisará gastar para fazer câmbio. O que pode encarecer a viagem.

Além disso, a barreira do idioma não será um problema, evitando alguns perrengues. Mas, quanto custa um mochilão pelo Brasil?

O mochilão pelo país sai mais barato pois não necessariamente envolve o custo da passagem aérea. Também não é preciso fazer câmbio, lembrando que o Dólar e Euro, por exemplo, são bem mais caros do que o Real.

Você deverá se preocupar com o transporte, alimentação e hospedagem, claro. Além disso, há os passeios.

Mas, na maioria das cidades é possível encontrar uma série de passeios que em determinados dias da semana são até de graça. O que ajuda a economizar ainda mais na sua viagem.

Quanto custa um mochilão pelo Brasil
O mochilão pelo Brasil é mais barato por não envolver câmbio e custos com passagem área

Para economizar no transporte, você pode pesquisar o aluguel de carro. Se a viagem for em grupo, talvez o aluguel do carro pode sair mais em conta.

Isso somado ao custo do combustível e o seguro divididos por todos – inclua aí os possíveis gastos com estacionamento também.

Na hospedagem, as opções mais em conta costumam ser os hostels, ou albergues. Ficar em um quarto compartilhado tem o custo efetivamente mais baixo do que um hotel ou uma pousada.

Hostels também costumam ter uma cozinha em que você pode fazer sua própria comida e, assim, economizar com restaurantes.

Também é a garantia de fazer novas amizades se você optar por dividir o quarto com outras pessoas.

Outra forma de conhecer pessoas é nos passeios em grupos organizados pelos próprios hostels e até mesmo os happy hours que costumam ser promovidos.

A hospedagem em um mochilão pelo Brasil

A hospedagem em um mochilão pode ser acampamento, hostel, pousada ou até mesmo um sofá. Sim, isso mesmo que você leu.

Se o seu orçamento está realmente apertado, mas você não quer deixar de viajar, existe a opção de ter acomodação gratuita.

O couchsurfing é um tipo de hospedagem em que você “aluga”, sem custo nenhum, um sofá, quarto ou apenas um cantinho para colocar um saco de dormir na casa das pessoas.

Porém, se você quer conhecer gente e também não tem certeza se ficaria na casa de um estranho, não tem problema.

A opção por um albergue é bastante buscada por viajantes no mundo inteiro. Ficar em um hostel é a certeza de fazer novas amizades.

O perfil de quem se hospeda em um hostel, de acordo com a Federação Brasileira de Albergues de Juventude (FBAJ), é:

“jovens entre 21 e 28 anos, universitários ou recém-formados, que buscam intercâmbio cultural, troca de experiências e valores como liberdade, confraternização, paz e respeito”.

Vamos aos custos, então, desse tipo de acomodação. Em uma pesquisa realizada no Hostelworld, buscador de hostels pelo mundo todo com a opção de efetuar a reserva, um Booking dos hostels, verificamos preços a partir de R$25.

O site apresenta em seu resultado 660 propriedades em 109 cidades no Brasil. A média de preço de hospedagem em hostels, segundo o site Hostelworld, é:

Rio de Janeiro – R$82,96
São Paulo – R$52,91
Foz do Iguaçu – R$55,48
Florianópolis – R$59,41
Paraty – R$83,10
Salvador – R$51,87
Ilha Grande – R$77,02
Búzios – R$70,21
Curitiba – R$45,76
Recife – R$62,94

O transporte em um mochilão pelo Brasil

Outro ponto importante da sua viagem e que deve entrar na planilha de custos é o transporte. Como você chegará até o local: vai alugar um carro? Avião? Ônibus?

E no destino, como será a sua locomoção, apenas caminhadas? Tudo isso deve ser levado em conta.

Uma dica de site para estimar o custo da sua locomoção é o Rome2Rio. Nele é possível colocar o destino de origem e o destino de chegada, e estimar todas as possibilidades de transporte. Assim como os custos.

Para alguém saindo de São Paulo, por exemplo, a ferramenta indica os seguintes valores até os destinos abaixo:

Foz do Iguaçu – a partir de R$347 de avião e R$144 de ônibus
Florianópolis – a partir de R$178 de avião, R$99 de ônibus e R$250 de carro
Paraty – a partir de R$39 de ônibus e R$100 de carro
Salvador – a partir de R$310 de avião e R$700 de carro
Recife – a partir de R$375 de avião, R$265 ônibus e R$900 de carro

Passeios para fazer no mochilão pelo Brasil

Outro fator que ajuda a influenciar no valor do mochilão pelo Brasil são os passeios. E isso acontece porque em alguns destinos é necessário contratar agências de viagem.

Como por exemplo no Jalapão, em Tocantins, e em Bonito, em Mato Grosso do Sul. Assim como também existem lugares que dá para conhecer sozinho, andando bastante e ficando nas praias.

Documentos necessários para viajar para o exterior
Ao fazer um mochilão pelo Brasil é necessário pesquisar os valores de comida e passeios

Sendo assim, é necessário pesquisar quais serão os passeios que você deseja realizar durante o mochilão.

Dessa forma, será possível saber uma média de quanto você irá precisar.

Com a pesquisa, será possível saber quais empresas de turismo são confiáveis ou não.

Fazendo com que você não caia em ciladas durante o mochilão pelo Brasil.

A comida de quem faz mochilão pelo Brasil

Este é outro gasto que pode ser alto durante o mochilão pelo Brasil, se você tem planos de que a sua alimentação seja barata durante a viagem, é preciso pesquisar.

É comum que cidades como Rio de Janeiro e São Paulo tenham lugares mais caros para comer. Porém, também existem locais mais em conta, sem ser fast food

Agora você deve estar se perguntando quanto será que irá gastar com alimentação no mochilão pelo Brasil, certo? Essa dúvida, no entanto, é difícil de responder, porque depende do que você pretende comer.

Caso queira provas as comidas da região, tente fugir dos restaurantes que são mais turísticos.

Procure por restaurantes menores, conheça os mercados e tente equilibrar as refeições.

Ajuda para quem vai fazer mochilão

Foi divulgado em setembro de 2017 pelo Ministério do Turismo, um novo site para quem vai fazer mochilão pelo país.

O Viaje Legal tem o objetivo de oferecer dicas para mochileiros, desde o que prestar atenção durante o planejamento da viagem até a partida.

O site fala, entre outros assuntos, sobre as opções de transporte para mochileiros.

Seja de avião, ônibus, carro e até mesmo o transporte aquaviário, você confere orientações de qual documentação é necessária e como proceder.

Você deve ficar atento também a itens como a saúde do mochileiro. Verifique se o lugar que você está indo exige alguma vacina, como a da Febre Amarela.

Além disso, entenda como prevenir-se de dengue, zika e chikungunya. Para isso, não esqueça o repelente e verifique como é a hospedagem que você escolheu.

Ainda deve ter muito cuidado com sua bagagem, para evitar dados e até mesmo roubo e furto.

Identifique-as corretamente e lembre-se de deixá-la sempre em um locker, se deixada no hostel, e com cadeado.

Você não vai querer perder seus pertences, correto? Também não é recomendável deixar a bagagem longe da sua visão e “largada” no ônibus ou algum canto.

Redação

Criado em 2003, o FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa.

Deixe uma resposta

Posts relacionados

viagem de Natal e Ano Novo
Nubank lança cartão de débito - Cartão de débito Nubank
Aéreas de baixo custo
comprar iene
comprar-dolar-mais-barato