Saiba se nome sujo impede matrícula em universidade

1
2869
Pessoa usando calculadora com lápis em cima de vários papéis
4.3
(14)

Quem tem o nome sujo sabe que pode ter diversas complicações na vida financeira, como por exemplo, ter solicitações de cartões de crédito negadas. Mas será que impede também a matrícula em uma universidade?

Anúncios

A resposta para essa dúvida comum é não. Você pode sim se matricular em uma universidade mesmo estando com o nome sujo. A determinação é do Sistema Único de Apoio ao Crédito (Sudac).

E isso é possível porque, de acordo com as orientações do Sudac, as instituições de ensino superior não podem realizar consultas aos órgãos de proteção ao crédito para validar a matrícula.

Anúncios

Mesmo podendo se matricular em uma faculdade, o aluno com nome sujo pode ter uma série de complicações. Ainda mais quando o nome está incluído nos cadastros do SPC e do Serasa.

Uma dessas desvantagens é a possibilidade de perder alguns benefícios estudantis, como por exemplo o Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (FIES). Além disso, o aluno pode acabar não participando de alguma bolsa de estudos oferecida pela faculdade.

Saiba o que acontece com um aluno com nome sujo

Está com o nome sujo e não consegue mais pagar as mensalidades do seu curso? Saiba que os departamentos financeiro e jurídico poderão entrar em contato com você para regularizar a pendência.

Anúncios

É comum que as faculdades ofereçam um acordo para que você pague o valor que está em débito. Algumas chegam a parcelar no cartão ou até mesmo a dar desconto, caso o pagamento seja à vista.

Mas caso o aluno não consiga resolver os valores que estão pendentes, a instituição de ensino superior pode impedir que a rematrícula do processo semestre letivo seja realizada. Porém, de acordo com a Lei nº 9.870/99, a universidade não pode tomar as seguintes atitudes:

  • Suspender o aluno das provas;
  • Não pode reter os documentos;
  • Aplicar penalidade pedagógica porque o aluno está inadimplente;
  • Não pode solicitar o desligamento do aluno em período de aulas.

Qual é a melhor solução para alunos com o nome sujo?

Seja você aluno de uma universidade, ou não, a melhor recomendação para quem está com o nome sujo é tentar regularizá-lo o quanto antes para que essa pendência não vire uma bola de neve. E há diversas formas de resolver esse problema.

O primeiro passo é identificar quais são as suas dívidas e pendências e com quais instituições. Para que, assim, você possa tentar uma negociação desse valor em aberto.

Mulher mordendo o lápis em frente ao notebook pois descobriu que está com nome sujo
Faculdade não pode impedir alunos de realizarem a matrícula por terem o nome sujo

Além disso, caso você tenha deixado passar alguma pendência com a sua atual universidade, no qual está matriculado, resolva o quanto antes.

Por isso, vá até a sua instituição e converse com o setor responsável para tentar encontrar a melhor forma de ajustar este débito.

É importante sempre deixar em dia qualquer pendência antes de término de semestre. Para que não atrapalhe o seu cronograma de estudos e você consiga montar os seus horários de aula sem atrasos.

+ Saiba como renegociar dívida com o Fies

Além disso, você ainda pode conseguir descontos nessa negociação, caso esteja dentro dos prazos de pagamentos.

Como limpar o nome sujo depois de ter pago a dívida?

Depois de ter pago a dívida, e agora? O que fazer? Como vou conseguir, de fato, limpar o meu nome? Todas essas perguntas têm muita coerência. Afinal, o que todos querem é se livrar de uma vez por todas dessas dívidas.

Mas, antes de tudo é importante destacar que a inclusão do nome do devedor não ocorre automaticamente no SPC e Serasa. Isso porque é direito do consumidor ser comunicado por escrito a respeito da existência da dívida e da possibilidade da inclusão do nome no cadastro de devedores.

Feita essa comunicação, o devedor tem um prazo de até 10 dias para a regularização da pendência com o credor. Após essa data, o nome, de fato, entra no cadastro de devedores.

Tal comunicação não costuma ocorrer por e-mail, mas sim por telefone ou correspondência via carta.

Para regularizar o crédito, o consumidor deve entrar em contato, seja por telefone ou até mesmo pessoalmente, com a empresa do devido débito. É possível tentar negociar o valor em dívida parcelando ou pedir um desconto, caso o pagamento seja realizado à vista.

Feito o pagamento, de acordo com as normas que estão em vigor, a empresa credora tem o prazo de cinco dias para excluir o nome do cliente do banco de dados do SPC e Serasa.

Esse conteúdo ajudou você? Então confira mais notícias sobre o mercado financeiro e organização para não ficar no vermelho e nem ter o nome sujo outra vez. Você pode ler agora mesmo “planejamento financeiro: 5 dicas para fazer o seu” para começar agora mesmo a sua organização.

O que achou disso?

Média da classificação 4.3 / 5. Número de votos: 14

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui