Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

O que esperar do 5G, a quinta geração de internet móvel

Escrito por: Rafael Massadar em 15 de julho de 2019

A Agência Nacional das Telecomunicações (Anatel) confirmou licitação para tecnologia 5G no primeiro trimestre de 2020.

O objetivo é que a tecnologia esteja disponível no mercado nacional em 2021.

A alta velocidade e a baixa latência são algumas das principais características do 5G. A tecnologia promete impulsionar a transmissão de dados e a comunicação entre diversos dispositivos.

5G

Portanto, tornando o processo mais rápido, inteligente e responsivo. Isso porque sua capacidade de transmissão é aproximadamente 100 vezes maior do que a das redes atuais.

Com isso, podemos esperar downloads mais rápidos que a fibra ótica. Um filme de 1Gb, por exemplo, poderá ser totalmente baixado em apenas 10 segundos.

No entanto, a previsão dos especialistas é de que a tecnologia só esteja amplamente implementada até 2025.

Internet das coisas será disseminada com o 5G

A IoT (Internet of Things) será a tecnologia que mais irá se beneficiar da implementação do 5G.

Afinal, com a diminuição da latência ofertada, será possível aprimorar os projetos de internet das coisas.

Não só computadores e smartphones estarão conectados à rede mundial. Carros, equipamentos vestíveis e aparelhos domésticos também estarão conectados.

Vale ressaltar que o conceito de IoT é muito simples. Ele permite conectar todo aparelho com a internet, possibilitando que ele se comunique com outros dispositivos.

A GSMA Intelligence prevê que haverá mais de 1,3 bilhão de conexões 5G globalmente até 2025. Cobrindo, portanto, aproximadamente 40% da população global.

Para a América Latina, a expectativa é que tenha, dentro de seis anos, o triplo de conexões de internet das coisas em relação a 2017, chegando a 1,3 bilhão.

Setores que vão se beneficiar com a tecnologia

1 – Saúde

O maior presente que a indústria da saúde irá ganhar com o 5G é a possibilidade de atendimento sem a necessidade de deslocamento. A internet permitirá que os médicos façam consultas básicas em chamadas de vídeo.

Além de ter acesso a prontuários disponíveis na nuvem e enviar documentos também de forma online.

O trabalho remoto também poderá ser uma realidade até para cirurgiões. Eles terão a chance de realizar procedimentos cirúrgicos com máxima precisão apenas controlando um robô à distância.

2 – Sistema financeiro

Um dos setores que mais se beneficiaram das transformações tecnológicas.

Com um novo patamar de velocidade de internet, a tendência é que os serviços bancários já fornecidos sejam oferecidos de forma instantânea.

Ou até mesmo a possibilidade de vídeo conferências para os assuntos mais triviais que exigiriam nossa ida a uma agência hoje em dia.

Outras possibilidades são dispositivos vestíveis que já existem hoje em dia, como a popularização de pulseiras para pagamentos em lojas.

Esses dispositivos terão ainda a segurança garantida por identificação facial, reconhecimento de voz, e até mesmo análise comportamental.

Os bancos podem usar a inteligência artificial e o 5G para acompanhar em tempo real o consumo do cliente. Oferecendo assim serviços financeiros de forma muito mais assertiva.

3 – Varejo

Uma das apostas do setor de varejo na união do 5G com IoT é a possibilidade de atendimento individualizado nas lojas. Isso possibilita uma maior conexão entre o cliente e o estabelecimento.

Essa possibilidade pode ser alcançada com uso de sinalizações personalizadas, realidade aumentada, reconhecimento de vídeo e análise de comportamento.

4 – Indústrias

A tecnologia permitirá a conexão de dispositivos que sentirão o ambiente e farão interações entre si para tomar decisões em prol da fábrica inteligente.

A coleta de informações em tempo real também ajudará a identificar máquinas que podem estar com desempenho abaixo do previsto, prevendo defeitos e evitando inatividade.

5 – Transporte

Muito se fala dos carros autônomos, que se comunicarão com outros veículos e também com as estradas e semáforos. Porém, o 5G também permitirá uma maior inteligência à cidade.

Permitindo, por exemplo, uma melhor distribuição do trânsito durante grandes eventos.

O 5G também será um grande aliado no monitoramento de cargas, mas indo além da simples geolocalização da frota.

Com a tecnologia, será possível acompanhar em tempo real os seguintes itens:

– velocidade;
– consumo de combustível;
– condição das estradas.

Captura de dados é o grande perigo

Provavelmente veremos hackers explorando redes domésticas de Wi-Fi e outros dispositivos IoT com pouca segurança.

Dispositivos de internet das coisas já estão sendo utilizados para ataques massivos a fim de minerar criptomoedas.

Podemos esperar também tentativas crescentes de acesso a roteadores domésticos e outras centrais IoT para capturar dados que estejam passando por eles.

Um malware em um desses dispositivos, por exemplo, pode roubar dados bancários e informações sensíveis, ou exibir páginas falsas para roubar informações pessoais do usuários.

Dados com esse grau de sensibilidade tendem a ser guardados com mais segurança quando estão em repouso (em servidores de dados).

Os e-commerces, por exemplo, não armazenam os números de segurança de cartão de crédito. Assim fica mais difícil para que cibercriminosos roubem os cartões de crédito de sua base.

No entanto, eles com certeza vão evoluir suas técnicas para roubar esse tipo de informação enquanto ela estiver trafegando pela internet.

Rafael Massadar

Jornalista com experiência em redação com pós-graduação em Comunicação Empresarial e Transmídia. Atualmente trabalho como assessor de imprensa.

Deixe um comentário

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

Opções para plano de saúde de cachorro
trabalho temporário no fim do ano
economia da china
procura por cursos de games no país
calendário de saques do FGTS