Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Passagens mais baratas no Brasil em 2020? Entenda!

Escrito por: Rafael Massadar em 14 de agosto de 2019

Um estudo anual realizado pela consultoria Carlson Wagonlit Travel (CWT) aponta que teremos passagens mais baratas em 2020.

O levantamento mostra que mostra que o preço das passagens aéreas no Brasil deve ter uma redução de 0,7% em 2020. Por outro lado, no mundo, o valor dos bilhetes deve subir 1,5%.

No entanto, a queda no Brasil ainda está abaixo da média da América Latina. Na região, o valor dos tíquetes baixar 1,6%.

Passagens aéreas baratas

Segundo a CWT, a explicação é a crise político-econômica na Venezuela. O país deve ter uma retração de 22,5% no preço das passagens.

Além do país do presidente Nicolás Maduro, Argentina (-1,7%) e Peru (-2,8%) devem apresentar passagens mais baratas em 2020. A CWT fez o levantamento usando o dólar como moeda de comparação.

Contudo, o governo federal diz que a redução nos valores já deve ser percebida neste ano. É o que diz o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

Segundo ele, o país toma medidas necessárias em várias frentes para que o preço da passagem aérea comece a cair já no fim de 2019.

“Tudo leva a crer que vamos começar a observar redução do preço da passagem já no final do ano”, comentou.

Outros motivos para as passagens mais baratas em 2020

Um dos motivos que deverá impactar no valor das passagens no Brasil é a chegada de companhias aéreas de baixo custo nos aeroportos locais.

Uma delas é a companhia aérea argentina Flybondi. A empresa low cost argentina abriu rotas no Brasil, com voos de Florianópolis, em Santa Catarina, e Rio de Janeiro com destino a Buenos Aires, na Argentina.

As passagens aéreas oferecidas pela companhia podem custar cerca de 60% menos do que as de empresas que operam há mais tempo no país.

Além da Flybondi, a norueguesa Norwegian Air estreou no Brasil neste ano.

A primeira a operar voos regulares no Brasil foi a Sky Airline. Desde 2018, realiza voos entre Santiago, no Chile, e o aeroporto do Galeão, no Rio.

Capital estrangeiro também ajudará na queda dos preços

Outro fator que deve ajudar a baratear as passagens é a aprovação da Medida Provisória 863. Ela liberou companhias aéreas com 100% de capital estrangeiro a operar no Brasil.

Antes da medida provisória, o Código Brasileiro de Aeronáutica determinava que pelo menos 80% do capital com direito a voto em aéreas deveriam pertencer a brasileiros.

Ou seja, limitava a até 20% de participação de capital estrangeiro com direito a voto nas empresas.

Isso, segundo especialistas, aumentará os investimentos das empresas do setor no país.

Um dos motivos apontados é que o texto da MP 863 também traz de volta a franquia mínima de bagagem. Ou seja, o fim da cobrança por mala despachada que vigora atualmente no Brasil.

Governo promete preços menores em setembro

As passagens áreas devem ficar mais baratas a partir de setembro. É o que diz o ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas.

Segundo ele, novas ofertas de voos e entradas de companhias aéreas estrangeiras no mercado regional irão refletir nas tarifas.

Contudo, vale lembrar que as passagens aéreas subiram 30,9% em abril. A causa foi o pedido de recuperação judicial da Avianca.

Rafael Massadar

Jornalista com experiência em redação com pós-graduação em Comunicação Empresarial e Transmídia. Atualmente trabalho como assessor de imprensa.

Deixe um comentário

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

plano de saúde
Como fazer um casamento simples e barato