Início Notícias Economia Preço da gasolina 2021: entenda o porquê da alta nos valores

Preço da gasolina 2021: entenda o porquê da alta nos valores

Tempo de leitura: 3 minutos
0
(0)

Se você tem um carro já deve ter percebido as alterações no preço da gasolina no início deste ano. Em mais de 40 dias, desde o início do ano, a Petrobras anunciou três aumentos de valor da gasolina nas refinarias.

Exemplo disso é que, no dia 18 de janeiro, a Petrobras aumentou a gasolina em 7,6% e, no dia 26, ocorreu um novo acréscimo de 5% e mais 5% no diesel. No dia 8 de fevereiro, foi o último anúncio de que o preço da gasolina vai sofrer um aumento de 8% e de 6% no diesel.

Com isso, durante os dois primeiros meses de 2021, o preço da gasolina já subiu 20,6% e o diesel 11% no valor cobrado nas refinarias.

Além disso, a estatal ainda divulgou dois aumentos para o Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), mais conhecido como gás de cozinha, somando uma alta de 11%. Mas por que a alta dos preços está acontecendo com cada vez mais frequência?

Isso é reflexo da valorização do petróleo no mercado internacional. Além disso, o real se mantém fraco com relação ao dólar. E, por conta do cenário atual, especialistas afirmam que novos reajustes nos preços poderão acontecer.

Preço da gasolina: ICMS também fica mais caro em fevereiro

Além dos aumentos que o preço da gasolina já vem sofrendo e sendo transferido para as bombas dos postos, o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do derivado do petróleo também ficará mais caro este mês.

Para você entender melhor o aumento do preço da gasolina, é preciso saber como é formado o valor do combustível. De acordo com os parâmetros da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), confira abaixo.

ReferênciaParticipação no preço total da gasolina
Preço da gasolina comum nas refinarias30,5%
Tributos estaduais (ICMS)28%
Tributos Federais (Pis/Pasep, Cofins e Cide)16,3%
Preço do etanol anidro12%
Margem bruta de revenda10,3%
Custo de transporte e margem de distribuição2,6%

Outro ponto a ser destacado é que se alguma das referências citadas acima é alterada, o valor total também é. Somente neste ano, dois dos parâmetros mais relevantes sofreram aumento, que são o preço da gasolina comum nas refinarias e o ICMS.

Confaz divulga nova tabela de PMPF de combustíveis

No dia 25 de janeiro, o Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) divulgou a nova tabela de Preços Médios Ponderados ao Consumidor Final (PMPF) de combustíveis. Você já conhece os novos valores?

Esses valores já começaram a valer a partir do dia 1º de fevereiro, sendo usados pelos estados como base para calcular o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

A tabela foi publicada na edição do Diário Oficial da União, veja:

CLIQUE AQUI E TENHA ACESSO A TABELA COM OS NOVOS PREÇOS

Vale destacar que, além da gasolina, a tabela do Confaz traz os preços de referência do diesel, gás liquefeito de petróleo (GLP), querosene da aviação, etanol, gás natural veicular (GNV), gás natural industrial e óleo combustível.

É possível economizar combustível e reter despesas?

A despesa com combustível é um dos principais gastos fixos para aqueles que têm carro, certo? Você precisa sempre abastecer e, se contar com imprevistos, esse valor pode ser ainda maior no seu orçamento mensal.

preço do petróleo
A alta do preço da gasolina vem sendo sentido pelos motoristas

Mas, será que é possível economizar combustível e reter despesas de alguma forma? A resposta é claro que sim. Algumas dicas práticas que existem são:

–> Mantenha a manutenção em dia

A manutenção em dia do seu veículo evita gastos, além de aumentar a vida útil do motor. Quando preciso, troque filtros de ar, de óleo, de combustível e faça a substituição das velas, além de pneus murchos que também influenciam no gasto, pois geram mais atrito com a via.

–> Use o ar-condicionado de forma inteligente

Se você não sabe, o uso do ar-condicionado está diretamente ligado ao consumo de combustível, podendo aumentar em até 20%. E carros com menor cilindrada gastam mais com o aparelho ligado, segundo a Azul Seguros.

–> Mantenha uma velocidade constante

Outro ponto que influencia é a aceleração. Acelerar e frear bruscamente são práticas que, além de perigosas, impactam no gasto de combustível. O recomendado é trocar as marchas de forma suave e medir a força do pé ao acelerar.

Gostou dessas dicas? Confira mais informações e orientações sobre economia e mercado financeiro no site do FinanceOne.

O que achou disso?

Deixei sua classificação

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Tempo de leitura: 3 minutos
Mateus Carvalho
Jornalista de profissão e apaixonado por Marketing Digital. Já foi redator de jornal impresso, atualmente escrevo para o digital e tenho sede por empreender. Escrever é a minha maior paixão e quando não estou digitando estou pensando em digitar. Carioca, vascaíno e apaixonado por memes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui