Mais
    InícioNotíciasEconomiaPreço do pão vai aumentar? Entenda relação com a guerra na Ucrânia

    Preço do pão vai aumentar? Entenda relação com a guerra na Ucrânia

    0
    (0)

    Um dos principais alimentos do café da manhã dos brasileiros pode começar a ficar mais caro nos próximos meses. Sim, nós estamos falando do preço do pão, que pode ter um aumento por conta da guerra entre a Rússia e a Ucrânia.

    E você deve estar se perguntando o que o nosso tão amado pãozinho tem haver com a guerra, certo? 

    Para quem não sabe, os dois países, juntos, possuem 30% de todo o trigo comercializado no mundo. Com a invasão e o início da guerra entre os países, o preço da mercadoria acabou subindo no mercado internacional.

    E é claro que esse aumento será repassado para o consumidor final não só no pão, mas também em outros produtos que levam o trigo, como massas e bolos. 

    Vale ressaltar, ainda, que esse aumento no preço do pão não vai acontecer somente aqui no Brasil, mas no mundo todo. Da mesma forma como aconteceu com o aumento da gasolina, por conta do preço do barril do petróleo.

    Em entrevista para o Globo.com, o especialista de trigo da consultoria Safras & Mercado, Élcio Bento, comentou que o preço do trigo na Bolsa de Chicago chegou a subir quase 40% entre 23 de fevereiro e 7 de março.

    Preço do pão: farinha de trigo teve aumentos nos últimos 12 meses

    Quem faz muito consumo da farinha de trigo já tem percebido um aumento nos preços nos últimos meses. De fato, a mercadoria tem ficado mais cara no mercado, assim como os seus derivados.

    Para se ter uma ideia, a farinha de trigo teve uma alta de quase 15% nos últimos 12 meses até fevereiro deste ano, no acumulado. Os dados são do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na sexta-feira, 11.

    + Guerra na Ucrânia e criptomoedas: entenda qual é a relação e consequências

    O preço do pão também teve uma alta, só que menor, de apenas 7%, enquanto o macarrão e as massas semi-preparadas sofreram uma alta de 12% e 10%, respectivamente.

    Vale ressaltar, também, que esses aumentos são por diversos fatores. Além disso, o preço dos combustíveis também acabam impulsionando a elevação no preço da comida dos brasileiros.

    vários pães francês dentro d eum cesto
    Pão francês pode ter aumento se guerra entre Rússia e Ucrânia se prolongar

    Qual o motivo da disparada no preço do trigo?

    O que muita gente quer saber é o motivo pelo qual o preço do trigo sofreu essa disparada significativa. O principal argumento relacionado à guerra é sobre incertezas. Afinal, até quando vai durar?

    Como essa é uma pergunta sem resposta, acaba que há reflexos em muitos setores, inclusive no mercado do trigo. Sem saber até quando a guerra vai se estender, o preço acaba sofrendo aumentos elevados.

    De acordo com especialistas, se perdurar por mais tempo a tendência é que continue subindo. Afinal, a Rússia é considerado o principal exportador de trigo do mundo. A Ucrânia ocupa a 4ª posição, ou seja, são países de extrema relevância para este cenário.

    Estima-se, inclusive, que ambos contribuam com mais de 50 milhões de toneladas de um total de 203 exportadas no período de 2021 e 2022. Ou seja, praticamente um quarto.

    Conflito pode gerar aumento de até 20% nos preços de alimentos

    E não é só o preço do pão que pode ser impactado com a Guerra entre Ucrânia e Rússia. Diversos outros alimentos também podem ver o seu valor subir, entre 8% a 20%, sem previsão de estabilidade.

    A informação é da agência de alimentos e agricultura das Nações Unidas (FAO). Isso, inclusive, pode provocar um salto no número de pessoas desnutridas em todo o território mundial. Afinal, com preços elevados, algumas pessoas podem optar por não comprar.

    De acordo com a FAO, ainda não está claro se a Ucrânia será capaz de realizar as colheitas se o conflito continuar se prolongando. Além disso, também existem incertezas e faltas de informações a respeito da exportação de alimentos oriundos da Rússia.

    E você, sabia desse impacto nos alimentos causado pela guerra entre os países? Então continue a sua leitura e veja como o conflito afeta a economia do Brasil.

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Mateus Carvalho
    Mateus Carvalho
    Jornalista de profissão e apaixonado por Marketing Digital. Já foi redator de jornal impresso, atualmente escrevo para o digital e tenho sede por empreender. Escrever é a minha maior paixão e quando não estou digitando estou pensando em digitar. Carioca, vascaíno e apaixonado por memes.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasEconomiaPreço do pão vai aumentar? Entenda relação com a guerra na Ucrânia

    Preço do pão vai aumentar? Entenda relação com a guerra na Ucrânia

    0
    (0)

    Um dos principais alimentos do café da manhã dos brasileiros pode começar a ficar mais caro nos próximos meses. Sim, nós estamos falando do preço do pão, que pode ter um aumento por conta da guerra entre a Rússia e a Ucrânia.

    E você deve estar se perguntando o que o nosso tão amado pãozinho tem haver com a guerra, certo? 

    Para quem não sabe, os dois países, juntos, possuem 30% de todo o trigo comercializado no mundo. Com a invasão e o início da guerra entre os países, o preço da mercadoria acabou subindo no mercado internacional.

    E é claro que esse aumento será repassado para o consumidor final não só no pão, mas também em outros produtos que levam o trigo, como massas e bolos. 

    Vale ressaltar, ainda, que esse aumento no preço do pão não vai acontecer somente aqui no Brasil, mas no mundo todo. Da mesma forma como aconteceu com o aumento da gasolina, por conta do preço do barril do petróleo.

    Em entrevista para o Globo.com, o especialista de trigo da consultoria Safras & Mercado, Élcio Bento, comentou que o preço do trigo na Bolsa de Chicago chegou a subir quase 40% entre 23 de fevereiro e 7 de março.

    Preço do pão: farinha de trigo teve aumentos nos últimos 12 meses

    Quem faz muito consumo da farinha de trigo já tem percebido um aumento nos preços nos últimos meses. De fato, a mercadoria tem ficado mais cara no mercado, assim como os seus derivados.

    Para se ter uma ideia, a farinha de trigo teve uma alta de quase 15% nos últimos 12 meses até fevereiro deste ano, no acumulado. Os dados são do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na sexta-feira, 11.

    + Guerra na Ucrânia e criptomoedas: entenda qual é a relação e consequências

    O preço do pão também teve uma alta, só que menor, de apenas 7%, enquanto o macarrão e as massas semi-preparadas sofreram uma alta de 12% e 10%, respectivamente.

    Vale ressaltar, também, que esses aumentos são por diversos fatores. Além disso, o preço dos combustíveis também acabam impulsionando a elevação no preço da comida dos brasileiros.

    vários pães francês dentro d eum cesto
    Pão francês pode ter aumento se guerra entre Rússia e Ucrânia se prolongar

    Qual o motivo da disparada no preço do trigo?

    O que muita gente quer saber é o motivo pelo qual o preço do trigo sofreu essa disparada significativa. O principal argumento relacionado à guerra é sobre incertezas. Afinal, até quando vai durar?

    Como essa é uma pergunta sem resposta, acaba que há reflexos em muitos setores, inclusive no mercado do trigo. Sem saber até quando a guerra vai se estender, o preço acaba sofrendo aumentos elevados.

    De acordo com especialistas, se perdurar por mais tempo a tendência é que continue subindo. Afinal, a Rússia é considerado o principal exportador de trigo do mundo. A Ucrânia ocupa a 4ª posição, ou seja, são países de extrema relevância para este cenário.

    Estima-se, inclusive, que ambos contribuam com mais de 50 milhões de toneladas de um total de 203 exportadas no período de 2021 e 2022. Ou seja, praticamente um quarto.

    Conflito pode gerar aumento de até 20% nos preços de alimentos

    E não é só o preço do pão que pode ser impactado com a Guerra entre Ucrânia e Rússia. Diversos outros alimentos também podem ver o seu valor subir, entre 8% a 20%, sem previsão de estabilidade.

    A informação é da agência de alimentos e agricultura das Nações Unidas (FAO). Isso, inclusive, pode provocar um salto no número de pessoas desnutridas em todo o território mundial. Afinal, com preços elevados, algumas pessoas podem optar por não comprar.

    De acordo com a FAO, ainda não está claro se a Ucrânia será capaz de realizar as colheitas se o conflito continuar se prolongando. Além disso, também existem incertezas e faltas de informações a respeito da exportação de alimentos oriundos da Rússia.

    E você, sabia desse impacto nos alimentos causado pela guerra entre os países? Então continue a sua leitura e veja como o conflito afeta a economia do Brasil.

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?