Início Notícias Finanças Pessoais Quanto guardar por mês do salário? Confira!

Quanto guardar por mês do salário? Confira!

5
(2)

É bastante comum encontrar pessoas que economizam dinheiro na poupança mesmo sem ter uma renda alta. No entanto, também é comum conhecermos aqueles que não conseguem poupar e acabam gastando todo o salário do mês.

Independentemente da sua renda, é fundamental que você entenda a importância de economizar e quanto guardar do salário todos os meses.

Monitoramento de gastos, controle dos impulsos de consumo e mudança em alguns padrões de comportamento são essenciais para quem deseja começar a poupar.

Neste texto, daremos as principais dicas de quanto economizar do seu salário nos meses. Continue a leitura para saber mais!

Por que é importante guardar o salário?

Muitas pessoas não sabem, mas economizar dinheiro mensalmente é a forma mais fácil de conquistar independência financeira. Além disso, é possível ter mais qualidade de vida quando não estamos sempre preocupados com dívidas, por exemplo.

+ Independência financeira: como conquistar a sua

Se você conseguir poupar uma parte do seu salário todos os meses será possível aplicá-lo em uma poupança ou até mesmo em outros tipos de investimento mais rentáveis.

+ 6 investimentos seguros e que rendem mais que a poupança

É graças aos esforços em economizar dinheiro que podemos viabilizar metas de vida em curto, médio e longo prazo. Caso tenha uma emergência, como questões de saúde, você ainda terá uma reserva financeira para utilizar.

guardar salário
Guardar dinheiro dá segurança para possíveis imprevistos financeiros no futuro

Qual é o valor ideal do salário para economizar?

É comum que as pessoas não saibam ao certo qual valor ideal para poupar todo mês. Muitos especialistas apontam que é recomendável aplicar pelo menos 10% do seu salário.

Vale lembrar que esse valor de 10% é referente ao seu salário líquido mensal. Portanto, se você recebe R$2 mil por mês, após o pagamento de suas contas, por exemplo, você deve economizar R$200, no mínimo.

Entretanto, vale lembrar que esse valor não é uma regra, mas sim uma recomendação. Esse percentual economizado por mês pode variar de acordo com os seu rendimento e objetivos, por exemplo.

+ Poupar, economizar e investir: entenda as diferenças

Como poupar dinheiro?

Após ter consciência da necessidade de economizar e poupar dinheiro, o primeiro passo é elaborar uma lista detalhada listando os gastos mensais.

Ou seja, coloque na ponta do lápis com o que você utiliza o seu salário. Sendo assim, faça uma lista da quantia que você destina para:

  • alimentação;
  • luz;
  • moradia;
  • transporte;
  • água;
  • telefone;
  • lazer.

Sabendo exatamente quanto custa cada despesa, será mais fácil cortar supérfluos e fazer pequenas economias diárias.

Como guardar dinheiro gradualmente?

A maioria dos brasileiros não tem o hábito de economizar dinheiro e, no começo, essa tarefa pode não parecer fácil.

Como cada caso é um caso e não temos uma maneira exata para começar a ter resultados positivos nessa empreitada, uma dica valiosa é começar aos poucos.

No 1º mês, em vez de poupar 10%, estabeleça um percentual menor e vá aumentando progressivamente.

Isso fará com que você comece a ter o hábito de se planejar e guardar o seu salário. Após alcançar a meta dos 10%, por exemplo, você pode começar a aumentar esse percentual.

Se gastou mais do que deveria em um mês, tente compensar no outro apertando os gastos, por exemplo.

E o mais importante antes de começar a poupar: não existe mágica que estique o seu dinheiro, mas hábitos que podem ser adotados à medida que você vai economizando.

E aí, pronto para começar a guardar o seu dinheiro? Lembre-se que é muito importante ter disciplina e planejamento.

Gostou do nosso texto? Então continue a visita em nosso site e leia agora mesmo “7 aplicativos de controle financeiro para organizar seu dinheiro” para você conseguir dar o pontapé inicial.

O que achou disso?

Deixei sua classificação

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Seja o primeiro a avaliar este post.

Camila Miranda
Nascida na Zona Oeste do Rio, me divido entre jornalismo e marketing digital. Com três anos de experiência em Comunicação, já trabalhei em redação de jornal impresso, webjornalismo e assessoria de imprensa. Hoje, faço gestão de mídias sociais e produção de conteúdo. Amo assuntos sobre as áreas cultural e política. Reclamo do transporte público.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui