InícioNotíciasEconomiaRenda Brasil: entenda por que Bolsonaro cancelou o programa

Renda Brasil: entenda por que Bolsonaro cancelou o programa

0
(0)

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que desistiu de criar o programa Renda Brasil. Bolsonaro já havia suspendido o projeto em agosto.

A afirmação veio após a publicação de um vídeo nas redes sociais nesta terça-feira, 15. O presidente rechaçou a ideia de congelar salários dos aposentados e pensionistas para financiar o programa Renda Brasil.

O presidente também disse que só pode “dar um cartão vermelho” a quem apresentar esse tipo de proposta.

Além disso, Bolsonaro informou que vai continuar com o programa Bolsa Família até o final do seu mandato.

Até 2022, no meu governo, está proibido falar a palavra Renda Brasil. Vamos continuar com Bolsa Família e ponto final.

disse o presidente em vídeo divulgado nesta terça.

Presidente se manifestou após repercussão sobre congelamento de benefícios

Bolsonaro tomou a decisão de cancelar o programa Renda Brasil após repercussão de reportagens sobre os planos da equipe econômica, liderada pelo ministro Paulo Guedes.

A proposta era de cortar outras despesas para conseguir abrir espaço no Orçamento e, assim, viabilizar verba para o novo benefício.

O plano mais recente foi o de congelar por dois anos as aposentadorias e pensões. Essa ideia, no entanto, foi defendida pelo secretário especial da Fazenda, Waldery Rodrigues, em entrevista ao portal G1.

Divergências com a equipe econômica do ministro Paulo Guedes

A ameaça de “cartão vermelho” que o presidente fez hoje não foi o primeiro conflito com a equipe econômica por causa do programa Renda Brasil.

Uma das primeiras propostas apresentadas ao presidente foi a de acabar com o abono salarial — benefício para quem trabalha com carteira assinada e recebe, em média, até dois salários mínimos.

Contudo, após a apresentação Bolsonaro fez uma crítica pública a ideia inicial.

“A proposta da equipe econômica que apareceu pra mim não será enviada ao parlamento. Não posso tirar de pobres para dar para paupérrimos”, disse o presidente.

Como o fim do abono salarial foi proibido, a equipe econômica passou a debater outros cortes de gastos que permitissem o Renda Brasil.

Nesta terça-feira, em entrevista ao G1, Rodrigues falou ainda em reduzir o número de parcelas do seguro-desemprego ou aumentar o tempo de carência.

Ideia do programa Renda Brasil era substituir Bolsa Família

Nos últimos meses, o programa Renda Brasil vinha sendo defendido para substituir o atual Bolsa Família.

O Bolsa Família é um benefício instituído no governo de Luiz Inácio Lula da Silva, em 2003. O benefício, no entanto, unificou e ampliou programas já existentes no governo anterior, de Fernando Henrique Cardoso.

A criação do Renda Brasil seria para dar continuidade ao pagamento de benefícios sociais, como o auxílio emergencial, destinado para os trabalhadores informais em consequência da pandemia do coronavírus.

O auxílio emergencial vai até o final deste ano, após ser prorrogado por mais quatro meses.

+ Auxílio emergencial: Veja quem receberá as novas parcelas
+ Auxílio emergencial de R$300: veja calendário de pagamentos

O plano de Bolsonaro era ampliar o Bolsa Família e transformar o Renda Brasil na marca social da sua gestão. Mas a equipe econômica tem tido dificuldade em encontrar recursos para financiar o programa.

E você, gostou do nosso conteúdo? Achou ele bom? Então aproveite a visita em nosso site e assine a nossa newsletter. Dessa maneira, você recebe as atualizações diretamente no seu e-mail.

O que achou disso?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Assine nossa newsletter!

Páginas Populares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui